Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Sertaneja

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Sertaneja foi entregue 2000 a 2003, após seis anos sem indicações este prêmio ele voltou em 2009. O prêmio é entregue para os artistas — solo, duplas ou performances em grupo. Com três prêmios conquistados, Sérgio Reis é o maior vencedor desta categoria.

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Paula Fernandes, vencedora em 2016.
Ano Artista Obra Indicados Referência
2017 Daniel Daniel [1][2]
2016 Paula Fernandes Amanhecer [3][4]
2015 Renato Teixeira e Sérgio Reis Amizade Sincera II
2014 Sérgio Reis Questão de Tempo
2013 Victor & Leo Ao Vivo em Floripa
2012 Chitãozinho & Xororó 40 Anos - Sinfônico
2011 João Bosco & Vinícius João Bosco & Vinícius
2010 Zezé Di Camargo & Luciano Double Face
2009 Sérgio Reis Coração Estradeiro
2003 Zezé Di Camargo & Luciano Zezé Di Camargo & Luciano
2002 Bruno & Marrone Acústico ao vivo
2001 Pena Branca Semente Caipira
2000 Sérgio Reis Sérgio Reis e Convidados

Referências

  1. «AnaVitoria, Tiago Iorc e Marília Mendonça e Simone e Simaria estão entre brasileiros indicados ao Grammy Latino». G1. 26 de setembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. 
  2. «'Despacito' domina Grammy Latino com quatro prêmios». G1. 17 de novembro de 2017. Consultado em 28 de novembro de 2017. 
  3. «Djavan encabeça lista do Grammy Latino com quatro indicações». O Globo. 21 de setembro de 2016. Consultado em 21 de setembro de 2016. 
  4. «Scalene, Paula Fernandes, Djavan, Elza Soares, Martinho da Vila e mais brasileiros ganham Grammy Latino de 2016». Gshow. G1. 17 de novembro de 2016. Consultado em 17 de novembro de 2016.