Granada (DC Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Granada, veja Granada (desambiguação).
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Banda desenhada.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde dezembro de 2009.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde dezembro de 2009).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

Granada (Amy Sue Allen) é uma personagem criada pela editora americana DC Comics. Suas aventuras são publicadas na revista Novos Titãs da editora Panini Comics Seus criadores são Geoff Johns e Tony Daniel.

Origem[editar | editar código-fonte]

Amy Sue Allen foi recrutada por uma Base de Operações Militares quando foi condenada por um ataque; levada à prisão, Amy foi submetida a uma experiencia na Unidade Militar, tendo aplicado o mesmo metal que foi usado no Capitão Átomo: assim nasceu Granada.

Após os eventos de Crise Infinita e com a trágica morte de Superboy, Granada uniu-se aos Titãs e, durante esse período com a equipe Granada, se afeiçoou ao Cyborg mas, quando os Titãs se dissolveram, Granada passou a ajudar o governo dos EUA em várias missões.

Sem que Granada soubesse, o "Projeto Quantum" era liderado pelo seu pai, o Coronel Allen. E ele que ordenou que Amy fosse transformada em energia Quantum.

Após ser perseguida pelos Titãs da Costa Oeste, acusada de traição, Amy então foi levada sob custódia; à espera de seu julgamento, Cyborg então resolveu ir interrogá-la mas, antes que pudesse descobrir algo, Granada foi morta com seu pescoço cortado pelo Batrangue da Batgirl.

Enquanto todos pensavam que Amy tinha sido realmente morta, o "quantum" que foi aplicado no seu corpo se regenerou e garantiu seus poderes de volta, pois o metal não era mais um simples casulo, agora fazendo parte da fisiologia de Amy.

Assim que voltou a vida, Amy procurou por sua mãe, que lhe revelou que seu pai a escolheu para a experiência do projeto "Quantum"; após a descoberta Granada, procurou pelo Coronel Allen para confrontá-lo mas logo acabou percebendo que seu pai estava tentando protegê-la.

Sem rumo, Granada garantiu um lugar na Torre Titã.

Poderes & Armas[editar | editar código-fonte]

Como o Capitão Átomo, a pele metálica de Granada é envolvida por um Escudo Quântico, que lhe permite absorver e manipular energia. Esta energia é canalizada em rajadas de força através de suas mãos ou em grandes explosões. Esta energia permite ainda o poder de voo, dando a Amy superforça. Sua pele metálica é virtualmente indestrutível.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Banda desenhada da DC Comics é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.