Grande Alemanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mapa do Império alemão em 1943

Grande Alemanha (em alemão: Großdeutschland) é o conceito de estado-nação com o espaço vital adequado (Lebensraum) a todos os povos germânicos.[1] A ele se contrapunha o conceito de Pequena Alemanha, que excluía a Áustria das pretensões alemãs. A ideia foi discutida já no século XIX, devido às discussões sobre a unificação dos Estados da Confederação Germânica ao Reino da Prússia, mas a corrente que advogada pela Pequena Alemanha venceu.[2] No tempo da Alemanha Nazista, no entanto, Adolf Hitler resgatou a discussão e usou-a para legitimar a expansão alemã em direção à Áustria e o Leste Europeu.[3]

Referências

  1. Lepage 2014, p. 99-100.
  2. Syferth 1982, p. 25.
  3. Lepage 2014, p. 100.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Lepage, Jean-Denis G.G. (2014). An Illustrated Dictionary of the Third Reich. Jefferson, Carolina do Norte: McFarland & Company, Inc. 
  • Syferth, Graida (1982). Nacionalismo e identidade étnica: a ideologia germanista e o grupo étnico teuto-brasileiro numa comunidade do Vale do Itajaí. Florianópolis: FCC Edições 
Ícone de esboço Este artigo sobre história ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.