Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 2020
Circuit Silverstone 2011.svg
Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 2020.
Detalhes da corrida
Data 2 de agosto de 2020
Nome oficial Formula 1 Pirelli British Grand Prix 2020
Local Circuito de Silverstone, Silverstone, Reino Unido
Total 52 voltas / 306.198 km
Pole
Piloto
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Tempo 1:24.303
Volta mais rápida
Piloto
Países Baixos Max Verstappen Red Bull Racing
Tempo 1:27.097 (na volta 52)
Pódio
Primeiro
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Segundo
Países Baixos Max Verstappen Red Bull Racing
Terceiro
Mônaco Charles Leclerc Ferrari

Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 2020 (formalmente denominado Formula 1 Pirelli British Grand Prix 2020) foi a quarta etapa do Campeonato Mundial de 2020 da Fórmula 1. Foi disputado em 2 de agosto de 2020 no Circuito de Silverstone, Silverstone, Reino Unido.[1] Esta etapa era prevista para ser a 12ª do Campeonato Mundial, contudo, por conta dos adiamentos e cancelamentos das etapas anteriores pela pandemia de COVID-19, em 2 de junho a FIA anunciou o início da temporada com a corrida austríaca na data originalmente planejada e a etapa britânica adiada.[2]O GP foi vencido por Lewis Hamilton, completando a última volta com apenas 3 rodas.

[3][4]

Relatório[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Ausência de Sergio Perez[editar | editar código-fonte]

O piloto mexicano Sergio Pérez foi impedido de disputar a corrida após testar positivo para a COVID-19. O resultado foi obtido após o seu primeiro exame ter dado resultado "inconclusivo". Segundo a equipe Racing Point, apesar de estar infectado, Pérez está se sentindo bem. Veja o comunicado da equipe:

Após o anúncio de que Sergio testou positivo para COVID-19 no circuito de Silverstone, antes do GP da Inglaterra de Fórmula 1, a equipe lamenta anunciar que o piloto não poderá participar da corrida deste fim de semana.

Sergio está fisicamente bem e de bom humor, mas continuará se auto-isolando sob as diretrizes das autoridades de saúde pública relevantes, sendo a segurança a prioridade máxima para a equipe e o esporte.

Toda a equipe deseja o bem de Sergio e espera recebê-lo de volta ao cockpit do RP20 em breve.

Nossa intenção é correr com dois carros no domingo. Em breve, comunicaremos os próximos passos para o fim de semana do Grande Prêmio da Inglaterra.[5][6]

Substituto de Sergio Perez[editar | editar código-fonte]

A Racing Point anunciou o alemão, Nico Hulkenberg é o substituti Sergio Pérez, diagnosticado com Covid-19. no Grande Prêmio da Grã-Bretanha. Fora da Fórmula 1 desde que foi dispensado pela Renault no fim de 2019, o alemão chegou a Silverstone na manhã desta sexta-feira e já pilota o carro da Racing Point no primeiro treino livre

Pela manhã, Hulkenberg esteve na fábrica da Racing Point, que fica nas proximidades de Silverstone, e treinou por 45 minutos no simulador da equipe. Ao mesmo tempo, o chassis que será usado pelo alemão no fim de semana estava tendo o banco colocado após o molde feito às pressas pelo piloto.

Hulkenberg já teve passagem pela equipe, quando ainda se chamava Force India, em quatro temporadas como titular, primeiro em 2012 e, depois, de 2014 a 2016. No período, obteve dois quartos lugares como melhores resultados no time, nos GPs da Bélgica de 2012 e 2016 - em 2013, no GP da Coreia do Sul, ele também terminou em quarto lugar, pela Sauber.

Ironicamente, apesar de ter feito sua única pole position na Fórmula 1 pela Williams logo no ano de estreia, em 2010, no GP do Brasil, Hulkenberg ficou marcado em sua trajetória por jamais ter conseguido subir ao pódio em 177 corridas. O mais perto que Hulk esteve de levar um troféu foi no GP do Brasil de 2012, quando se chocou com Lewis Hamilton na briga pela liderança.[7]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Q1[editar | editar código-fonte]

Q2[editar | editar código-fonte]

Q3[editar | editar código-fonte]

Grid de Largada


Corrida[editar | editar código-fonte]

Posições de chegada da corrida

Pneus[editar | editar código-fonte]

Os compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para este Grande Prêmio[8]
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de Tempo Dry Type Aderência Longevidade
Macio (C3) Neumático F1 Pirelli Rojo.svg Slick
(P Zero)
Seco Soft Mais aderência Menos durável
Médio (C2) F1 tire Pirelli PZero Yellow.svg Slick
(P Zero)
Seco Medium Médio Médio
Duro (C1) Neumático F1 Pirelli Blanco.svg Slick
(P Zero)
Seco Hard Menos aderência Mais durável
Intermediário Neumático F1 Pirelli Verde.svg Sulcos
(Cinturato)
Molhado Intermediate
(água não estagnante)
Chuva Neumático F1 Pirelli Azul.svg Sulcos
(Cinturato)
Molhado Wet
(água estagnante)

Resultados[editar | editar código-fonte]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Tempos Grid
Q1 Q2 Q3
1 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 1:25.900 1:25.347 1:24.303 1
2 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 1:25.801 1:25.015 1:24.616 2
3 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull Racing-Honda 1:26.115 1:26.144 1:25.325 3
4 16 Mônaco Charles Leclerc Ferrari 1:26.550 1:26.203 1:25.427 4
5 4 Reino Unido Lando Norris McLaren-Renault 1:26.855 1:26.420 1:25.782 5
6 18 Canadá Lance Stroll Racing Point-BWT Mercedes 1:26.243 1:26.501 1:25.839 6
7 55 Espanha Carlos Sainz Jr. McLaren-Renault 1:26.715 1:26.149 1:25.965 7
8 3 Austrália Daniel Ricciardo Renault 1:26.677 1:26.339 1:26.009 8
9 31 França Esteban Ocon Renault 1:26.396 1:26.252 1:26.209 9
10 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari 1:26.469 1:26.455 1:26.339 10
11 10 França Pierre Gasly AlphaTauri-Honda 1:26.343 1:26.501 N/A 11
12 23 Tailândia Alexander Albon Red Bull Racing-Honda 1:26.565 1:26.545 N/A 12
13 27 Alemanha Nico Hülkenberg Racing Point-BWT Mercedes 1:26.327 1:26.566 N/A 13
14 26 Rússia Daniil Kvyat AlphaTauri-Honda 1:26.774 1:26.744 N/A 191
15 63 Reino Unido George Russell Williams-Mercedes 1:26.732 1:27.092 N/A 202
16 20 Dinamarca Kevin Magnussen Haas-Ferrari 1:27.158 N/A N/A 14
17 99 Itália Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Racing-Ferrari 1:27.164 N/A N/A 15
18 7 Finlândia Kimi Räikkönen Alfa Romeo Racing-Ferrari 1:27.366 N/A N/A 16
19 8 França Romain Grosjean Haas-Ferrari 1:27.643 N/A N/A 17
20 6 Canadá Nicholas Latifi Williams-Mercedes 1:27.705 N/A N/A 18
Regra dos 107%: 1:31.807
Fonte:[9][10]
Notas

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas Tempo/Retirado Grid Pontos
1 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 52 1:28:01.283 1 25
2 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull-Honda 52 +5.856 3 191
3 16 Mônaco Charles Leclerc Ferrari 52 +18.474 4 15
4 3 Austrália Daniel Ricciardo Renault 52 +19.650 8 12
5 4 Reino Unido Lando Norris McLaren-Renault 52 +22.277 5 10
6 31 França Esteban Ocon Renault 52 +26.937 9 8
7 10 França Pierre Gasly Alpha Tauri-Honda 52 +31.188 11 6
8 23 Tailândia Alexander Albon Red Bull-Honda 52 +32.670 12 4
92 18 Canadá Lance Stroll Racing Point-BWT Mercedes 52 +37.311 6 2
10 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari 52 +41.857 10 1
11 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 52 +42.167 2
12 63 Reino Unido George Russell Williams-Mercedes 52 +52.004 20
13 55 Espanha Carlos Sainz Jr. McLaren-Renault 52 +53.370 7
14 99 Itália Antonio Giovinazzi Alfa Romeo-Ferrari 52 +54.2053 15
15 6 Canadá Nicholas Latifi Williams-Mercedes 52 +54.549 18
16 8 França Romain Grosjean Haas-Ferrari 52 +55.050 17
17 7 Finlândia Kimi Räikkönen Alfa Romeo-Ferrari 51 +1 lap 16
Ret 26 Rússia Daniil Kvyat Alpha Tauri-Honda 11 Accident 19
Ret 20 Dinamarca Kevin Magnussen Haas-Ferrari 1 Collision 14
DNS 27 Alemanha Nico Hülkenberg Racing Point-BWT Mercedes 0 Power unit 4
Fonte: [11]
Notas
  • ↑1 – Inclui um ponto para a volta mais rápida.
  • ↑2 – A classificação de Lance Stroll é provisória, sujeita ao resultado de qualquer decisão relativa a um protesto sobre a legalidade do carro Racing Point-BWT Mercedes pelo Renault.
  • ↑3 Antonio Giovinazzi terminou em 12º na pista, mas recebeu uma penalidade de cinco segundos por excesso de velocidade nas condições dos carros de segurança. [11]
  • ↑4 - Nico Hülkenberg se classificou em 13º, mas seu lugar no grid ficou vago, pois ele não começou a corrida.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Voltas na Liderança[editar | editar código-fonte]

Nº de Voltas Piloto Voltas
52 Reino Unido Lewis Hamilton 1-52

2020 DHL Fastest Pit Stop Award[editar | editar código-fonte]

Resultado[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Tempo Pontos
1 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull-Honda 2.18 25
2 99 Itália Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Racing-Ferrari 2.38 18
3 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 2.38 15
4 23 Tailândia Alexander Albon Red Bull-Honda 2.41 12
5 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 2.45 10
6 4 Espanha Carlos Sainz Jr. McLaren-Renault 2.67 8
7 31 França Esteban Ocon Renault 2.87 6
8 18 Canadá Lance Stroll Racing Point-Mercedes 2.97 4
9 63 Reino Unido George Russell Williams-Mercedes 3.12 2
10 10 França Pierre Gasly Alpha Tauri-Honda 3.18 1
Fonte: [12]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

Somente as cinco primeiras posições estão incluídas nas tabelas.

Referências

  1. «Formula 1 Pirelli British Grand Prix 2020» (em inglês). Formula 1.com 
  2. «F1 confirms first 8 races of revised 2020 calendar, starting with Austria double header». F1 (em inglês). 2 de junho de 2020. Consultado em 2 de junho de 2020 
  3. «F1 confirms first 8 races of revised 2020 calendar, starting with Austria double header». F1 (em inglês). 2 de junho de 2020. Consultado em 2 de junho de 2020 
  4. «Fórmula 1: Hamilton vence GP da Grã-Bretanha com pneu estourado na volta final». www.uol.com.br. Consultado em 2 de agosto de 2020 
  5. «Sergio Perez ruled out of British Grand Prix after testing positive for Covid-19 | Formula 1®». www.formula1.com (em inglês). Consultado em 30 de julho de 2020 
  6. «Pérez testa positivo para covid e é impedido de correr GP da Inglaterra». Globoesporte.com. 30 de julho de 2020. Consultado em 30 de julho de 2020 
  7. «Nico Hulkenberg substitui Sergio Pérez, diagnosticado com Covid-19, em Silverstone». Globoesporte.com. 31 de julho de 2020. Consultado em 31 de julho de 2020 
  8. «Same P-Zero compounds for Austria double-header, different nominations for each race at Silverstone» (em inglês). Pirelli. 17 de junho de 2020. Consultado em 17 de junho de 2020 
  9. «Formula 1 Pirelli British Grand Prix 2020 – Qualifying». Formula1.com. 1 de agosto de 2020. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  10. «Formula 1 Pirelli British Grand Prix 2020 – Starting Grid». Formula1.com. 1 de agosto de 2020. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  11. a b «Formula 1 Pirelli British Grand Prix 2020 – Race Result». Formula1.com. 2 de agosto de 2020. Consultado em 2 de agosto de 2020 
  12. «2019 DHL Fastest Pit Stop Award» (em inglês). Formula1.com 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Corrida anterior:
GP da Hungria de 2020
Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA
Temporada 2020
Próxima corrida:
Grande Prêmio do 70.º Aniversário

Corrida anterior:
GP da Grã-Bretanha de 2019
Grande Prêmio da Grã-Bretanha Próxima corrida:
GP da Grã-Bretanha de 2021