Grande Prêmio da Malásia de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grande Prêmio da Malásia de F-1 2017
Circuit Sepang 1999.svg
Grande Prêmio da Malásia de 2017.
Detalhes da corrida
Data 01 de outubro de 2017
Nome oficial 2017 Formula 1 Petronas Malaysia Grand Prix
Local Circuito Internacional de Sepang, Sepang, Malásia
Percurso 5.543 km
Total 56 voltas / 310.408 km
Pole
Piloto
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Tempo 1:30.076
Volta mais rápida
Piloto
Alemanha Sebastian Vettel Ferrari
Tempo 1:34.080 (na volta 41)
Pódio
Primeiro
Países Baixos Max Verstappen Red Bull Racing-TAG Heuer
Segundo
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Terceiro
Austrália Daniel Ricciardo Red Bull Racing-TAG Heuer

Grande Prêmio da Malásia de 2017 (formalmente denominado 2017 Formula 1 Petronas Malaysia Grand Prix) é a décima quinta etapa da temporada de 2017 da Fórmula 1. Foi disputada em 01 de outubro de 2017 no Circuito Internacional de Sepang, Sepang, Malásia.[1]

Relatório[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

STR efetiva Pierre Gasly no lugar de Daniil Kvyat a partir do GP da Malásia, Francês, campeão da GP2 em 2016, terá sua primeira chance em um GP de Fórmula 1. Chefe da STR diz que Kvyat "não mostrou seu verdadeiro potencial" nesta temporada. [2]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Q1

Ao contrário do que aconteceu nos treinos livres, a Mercedes dominou a primeira parte do treino classificatório, com Hamilton anotando o melhor tempo do Q1: 1m31s605. Bottas foi o terceiro colocado, 0s649 atrás do companheiro de equipe, com Verstappen entre as duas flechas de prata. Após trocar sua unidade de potência, Vettel reclamou no rádio de problemas no turbo e voltou ao box. A Ferrari tentou solucionar o contratempo, porém o alemão sequer conseguiu retornar à pista, ficando com a última posição no grid. Destaque para Massa em quinto e Pierre Gasly, em sua primeira classificação na F1, em oitavo.

Eliminados: Romain Grosjean (Haas), Kevin Magnussen (Haas), Pascal Wehrlein (Sauber), Marcus Ericsson (Sauber) e Sebastian Vettel (Ferrari).

Q2

Se no Q1 Hamilton foi o mais rápido, na segunda parte do classificatório foi a vez de Bottas colocar a Mercedes na ponta com 1m30s803. Única Ferrari na pista, Raikkonen terminou em segundo, 0s123 atrás do compatriota, seguido de Verstappen com a RBR. Massa não conseguiu repetir o bom desempenho do Q1 e acabou superado por Alonso nos segundos finais da sessão, terminando fora do Q3, em 11º. Estreando na STR, Gasly largará em 15º, com uma volta 0s156 mais lenta que a do companheiro de equipe Sainz, o 14º.

Eliminados: Felipe Massa (Williams), Jolyon Palmer (Renault), Lance Stroll (Williams), Carlos Sainz Jr. (Toro Rosso) e Pierre Gasly (Toro Rosso).

Q3

A parte final do treino de classificação para o GP da Malásia começou com Hamilton mostrando que estava bastante disposto a conquistar a 70ª pole position na carreira. Com 1m30s076, o inglês tomou a ponta da sessão, seguido de perto pela Ferrari de Raikkonen. O finlandês bem que tentou, fez uma grande volta, mas terminou em segundo, 0s045 atrás do tricampeão mundial. Pole para o líder absoluto do campeonato, que, neste domingo, tentará ampliar ainda mais a vantagem para Vettel na ponta da tabela.

Grid de Largada

Corrida[editar | editar código-fonte]

Resultado da corrida

Pneus[editar | editar código-fonte]

Os compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para este Grande Prêmio[3]
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de Tempo Dry Type Aderência Longevidade
Super Macio Neumático F1 Súper blando.png Slick
(P Zero)
Seco Supersoft Mais aderência Menos durável
Macio Neumático F1 Blando.png Slick
(P Zero)
Seco Soft Médio Médio
Médio Neumático F1 Medio.png Slick
(P Zero)
Seco Medium Médio Médio
Intermediário Neumático F1 Intermedios.png Sulcos
(Cinturato)
Molhado Intermediate
(água não estagnante)
Chuva Neumático F1 Lluvia.png Sulcos
(Cinturato)
Molhado Wet
(água estagnante)

Resultados[editar | editar código-fonte]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 1:31.605 1:30.977 1:30.076 1
2 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 1:32.259 1:30.926 1:30.121 2
3 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull Racing-TAG Heuer 1:31.920 1:30.931 1:30.541 3
4 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull Racing-TAG Heuer 1:32.416 1:31.061 1:30.595 4
5 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 1:32.254 1:30.803 1:30.758 5
6 31 França Esteban Ocon Force India-Mercedes 1:32.527 1:31.651 1:31.478 6
7 2 Bélgica Stoffel Vandoorne McLaren-Honda 1:32.838 1:31.848 1:31.582 7
8 27 Alemanha Nico Hülkenberg Renault 1:32.586 1:31.778 1:31.607 8
9 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 1:32.768 1:31.484 1:31.658 9
10 14 Espanha Fernando Alonso McLaren-Honda 1'33"049 1'32"010 1'31"704 10
11 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 1:32.267 1:32.034 11
12 30 Reino Unido Jolyon Palmer Renault 1:32.576 1:32.100 12
13 18 Canadá Lance Stroll Williams-Mercedes 1:33.000 1:32.307 13
14 55 Espanha Carlos Sainz Jr. Toro Rosso-Renault 1:32.650 1:32.402 14
15 10 França Pierre Gasly Toro Rosso-Renault 1:32.547 1:32.558 15
16 8 França Romain Grosjean Haas-Ferrari 1:33.308 16
17 20 Dinamarca Kevin Magnussen Haas-Ferrari 1:33.434 17
18 94 Alemanha Pascal Wehrlein Sauber-Ferrari 1:33.483 18
19 9 Suécia Marcus Ericsson Sauber-Ferrari 1:33.970 19
Tempo dos 107%:1:38.017
20 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari S/Tempo 20 1
Fonte:[4]
Notas

↑1 - Sebastian Vettel não conseguiu definir o tempo, dentro do requisito de 107%, mas recebeu a permissão dos comissários de correr na prova.

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas Tempo/Retirado Grid Pontos
1 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull-TAG Heuer 56 1:30:01.290 3 25
2 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 56 +12.770 1 18
3 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-TAG Heuer 56 +22.519 4 15
4 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari 56 +37.362 20 12
5 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 56 +56.021 5 10
6 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 56 +78.630 9 8
7 2 Bélgica Stoffel Vandoorne McLaren-Honda 55 +1 volta 7 6
8 18 Canadá Lance Stroll Williams-Mercedes 55 +1 volta 13 4
9 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 55 +1 volta 11 2
10 31 França Esteban Ocon Force India-Mercedes 55 +1 volta 6 1
11 14 Espanha Fernando Alonso McLaren-Honda 55 +1 volta 10
12 20 Dinamarca Kevin Magnussen Haas-Ferrari 55 +1 volta 17
13 10 França Pierre Gasly Toro Rosso-Renault 55 +1 volta 15
14 8 França Romain Grosjean Haas-Ferrari 55 +1 volta 16
15 30 Reino Unido Jolyon Palmer Renault 55 +1 volta 12
16 27 Alemanha Nico Hülkenberg Renault 55 +1 volta 8
17 94 Alemanha Pascal Wehrlein Sauber-Ferrari 55 +1 volta 18
18 9 Suécia Marcus Ericsson Sauber-Ferrari 54 +2 voltas 19
Ret 55 Espanha Carlos Sainz Jr. Toro Rosso-Renault 30 Motor 14
DNS 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 0 Bateria 2
Fonte:[5]

Voltas na Liderança[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Nº de Voltas Piloto Voltas
51 Países Baixos Max Verstappen (4-27) e (30-56)
3 Reino Unido Lewis Hamilton (1-3)
2 Austrália Daniel Ricciardo (28-29)

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

2017 DHL Fastest Pit Stop Award[editar | editar código-fonte]

Resultado[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Tempo Pontos
1 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull-TAG Heuer 2.21 25
2 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari 2.25 18
3 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 2.39 15
4 31 França Esteban Ocon Force India-Mercedes 2.41 12
5 20 Dinamarca Kevin Magnussen Haas-Ferrari 2.43 10
6 18 Canadá Lance Stroll Williams-Mercedes 2.56 8
7 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 2.59 6
8 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-TAG Heuer 2.67 4
9 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 2.70 2
10 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 2.75 1
Fonte: [6]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

Somente as cinco primeiras posições estão incluídas nas tabelas.

Referências

  1. «2017 Formula 1 Petronas Malaysia Grand Prix» (em inglês). Formula 1.com 
  2. «STR efetiva Pierre Gasly no lugar de Daniil Kvyat a partir do GP da Malásia». GloboEsporte.com. ExpressoMT. 26 de Setembro de 2017. Consultado em 26 de Setembro de 2017 
  3. «Pirelli opts for softer tyres for Malaysia» (em inglês). Formula 1.com. 15 de junho de 2017 
  4. «Results». Formula 1® - The Official F1® Website (em inglês). Consultado em 30 de setembro de 2017 
  5. «2017 FORMULA 1 PETRONAS MALAYSIA GRAND PRIX - - RACE RESULT» (em inglês). Formula1.com. 1 de outubro de 2017. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  6. «2017 DHL Fastest Pit Stop Award» (em inglês). Formula1.com. 26 de março de 2017 
Prova Anterior:
GP de Singapura de 2017
Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1
Temporada 2017
Próxima Prova:
GP do Japão de 2017

Prova Anterior:
GP da Malásia de 2016
Grande Prêmio da Malásia Próxima Prova: