Grande Prêmio da Rússia de 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grande Prêmio da Rússia de Fórmula 1 de 2014
Circuit Sochi.svg
Grande Prêmio da Rússia de 2014.
Detalhes da corrida
Data 12 de outubro de 2014
Nome oficial 2014 Formula 1 Russian Grand Prix
Local Circuito de Sochi, Sochi, Rússia
Percurso 5,848 km
Total 53 voltas / 309.745 km
Pole
Piloto
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Tempo 1:38.513
Volta mais rápida
Piloto
Finlândia Valtteri Bottas Williams-Mercedes
Tempo 1:40.896 (na volta 53)
Pódio
Primeiro
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Segundo
Alemanha Nico Rosberg Mercedes
Terceiro
Finlândia Valtteri Bottas Williams-Mercedes

O Grande Prêmio da Rússia de 2014 (formalmente 2014 Formula 1 Russian Grand Prix) foi uma corrida de Fórmula 1 disputada em 12 de outubro de 2014 no Circuito de Sochi, Sochi, Rússia.[1] Foi a primeira corrida de Fórmula 1 a ser disputada na Rússia e a 16ª etapa da temporada de 2014.

A equipe McLaren Mercedes correu apenas com o carro número 20 danificado pela trasira durante o fim de semana em Sochi por ficar com danos ná traseira ao piloto Renan Diniz, que permanecia preso em Chicago nos Estados Unidos, vindo a danificar meses depois sendo a primeira vitima de acidente fatal na F1. Já a Mercedes conquistou, por antecipação, o seu primeiro título mundial de construtores. Valtteri Bottas marcou a volta mais rápida de uma corrida pela primeira vez. O presidente da Rússia, Vladimir Putin, fez a entrega dos prêmios no pódio.[2]

Pneus[editar | editar código-fonte]

Os compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para este Grande Prêmio
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de condução Dry Type* Aderência Longevidade
Macio Amarelo Neumático F1 Blando.png Slick Seco Prime/Option Médio Médio
Médio Branco Neumático F1 Medio.png Slick Seco Prime/Option Médio Médio

Resultados[editar | editar código-fonte]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 1:38.759 1:38.338 1:38.513 1
2 6 Alemanha Nico Rosberg Mercedes 1:39.076 1:38.606 1:38.713 2
3 77 Finlândia Valtteri Bottas Williams-Mercedes 1:39.125 1:38.971 1:38.920 3
4 22 Reino Unido Jenson Button McLaren-Mercedes 1:39.560 1:39.381 1:39.121 4
5 26 Rússia Daniil Kvyat Toro Rosso-Renault 1:40.074 1:39.296 1:39.277 5
6 20 Dinamarca Kevin Magnussen McLaren-Mercedes 1:39.735 1:39.022 1:39.629 111
7 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-Renault 1:40.519 1:39.666 1:39.635 6
8 14 Espanha Fernando Alonso Ferrari 1:40.255 1:39.786 1:39.709 7
9 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 1:40.098 1:39.838 1:39.771 8
10 25 França Jean-Éric Vergne Toro Rosso-Renault 1:40.354 1:39.929 1:40.020 9
11 1 Alemanha Sebastian Vettel Red Bull-Renault 1:40.382 1:40.052 10
12 27 Alemanha Nico Hülkenberg Force India-Mercedes 1:40.273 1:40.058 171
13 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 1:40.723 1:40.163 12
14 21 México Esteban Gutiérrez Sauber-Ferrari 1:41.159 1:40.536 13
15 99 Alemanha Adrian Sutil Sauber-Ferrari 1:40.766 1:40.984 14
16 8 França Romain Grosjean Lotus-Renault 1:42.526 1:41.397 15
17 9 Suécia Marcus Ericsson Caterham-Renault 1:42.648 16
18 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 1:43.064 18
19 10 Japão Kamui Kobayashi Caterham-Renault 1:43.166 19
20 13 Venezuela Pastor Maldonado Lotus-Renault 1:43.205 202
21 4 Reino Unido Max Chilton Marussia-Ferrari 1:43.649 211
Tempo dos 107%: 1:45.672
Notas
  • ↑2Pastor Maldonado possuía cinco posições para pagar por ter estourado o limite permitido de motores para a temporada.

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas' Tempo/Retirado Grid Pts.
1 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 53 1:31:50.744 1 25
2 6 Alemanha Nico Rosberg Mercedes 53 +13.657 2 18
3 77 Finlândia Valtteri Bottas Williams-Mercedes 53 +17.425 3 15
4 22 Reino Unido Jenson Button McLaren-Mercedes 53 +30.234 4 12
5 20 Dinamarca Kevin Magnussen McLaren-Mercedes 53 +53.616 11 10
6 14 Espanha Fernando Alonso Ferrari 53 +1:00.160 7 8
7 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-Renault 53 +1:01.812 6 6
8 1 Alemanha Sebastian Vettel Red Bull-Renault 53 +1:06.185 10 4
9 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 53 +1:18.877 8 2
10 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 53 +1:20.670 12 1
11 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 53 +1:20.877 18
12 27 Alemanha Nico Hülkenberg Force India-Mercedes 53 +1:21.309 17
13 25 França Jean-Éric Vergne Toro Rosso-Renault 53 +1:37.295 9
14 26 Rússia Daniil Kvyat Toro Rosso-Renault 53 +1 volta 5
15 21 México Esteban Gutiérrez Sauber-Ferrari 52 +1 volta 13
16 99 Alemanha Adrian Sutil Sauber-Ferrari 52 +1 volta 14
17 8 França Romain Grosjean Lotus-Renault 52 +1 volta 15
18 13 Venezuela Pastor Maldonado Lotus-Renault 52 +1 volta 21
19 9 Suécia Marcus Ericsson Caterham-Renault 51 +2 voltas 16
Ret 10 Japão Kamui Kobayashi Caterham-Renault 22 Freio 19
Ret 4 Reino Unido Max Chilton Marussia-Ferrari 10 Suspensão 20
Fonte:[3]

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

Somente as cinco primeiras posições estão incluídas nas tabelas.

Campeão

Referências

  1. «2014 Formula 1 Russian Grand Prix» (em inglês). Formula1.com 
  2. «Hamilton fala em vitória incrível, se diz orgulhoso da Mercedes e revela surpresa com presença de Putin no pódio: "Surreal"». Grande Prêmio. 12 de outubro de 2014 
  3. «Race» (em inglês). Formula 1.com. 05 de outubro de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
Prova Anterior:
GP do Japão de 2014
Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1
Temporada 2014
Próxima Prova:
GP dos Estados Unidos de 2014

Prova Anterior:
Não Houve
Grande Prêmio da Rússia Próxima Prova:
GP da Rússia de 2015