Grande Prêmio de Abu Dhabi de 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grande Prêmio de Abu Dhabi de F-1 2017
Circuit Yas-Island.svg
Grande Prêmio de Abu Dhabi de 2017.
Detalhes da corrida
Data 26 de novembro de 2017
Nome oficial 2017 Formula 1 Etihad Airways Abu Dhabi Grand Prix
Local Circuito de Yas Marina, Yas, Emirados Árabes Unidos
Total 55 voltas / 305.355 km
Pole
Piloto
Finlândia Valtteri Bottas Mercedes
Tempo 1:36.231
Volta mais rápida
Piloto
Finlândia Valtteri Bottas Mercedes
Tempo 1:40.650 (na volta 52)
Pódio
Primeiro
Finlândia Valtteri Bottas Mercedes
Segundo
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Terceiro
Alemanha Sebastian Vettel Ferrari

Grande Prêmio de Abu Dhabi de 2017 (formalmente denominado 2017 Formula 1 Etihad Airways Abu Dhabi Grand Prix) foi a vigésima e última etapa da temporada de 2017 da Fórmula 1. Foi disputada em 26 de novembro de 2017 no Circuito de Yas Marina, Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos.[1]

Relatório[editar | editar código-fonte]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Q1

Domínio da Mercedes na primeira fase do treino classificatório em Abu Dhabi, com Bottas anotando a melhor marca, 1m37s356, seguido de Hamilton, apenas 0s035 mais lento que o companheiro de equipe. Na sequência vieram as duas Ferrari, sendo Raikkonen o terceiro, Vettel o quarto. Completando os seis primeiros, a dupla da RBR, com Ricciardo à frente de Verstappen. Massa conseguiu passar ao Q2 em oitavo, marcando a melhor volta em 1m38s629.

Q2

Papéis invertidos na segunda parte do treino classificatório. Desta vez, Hamilton tratou de fazer a melhor volta, anotando 1m36s742, seguido de Bottas, 0s080 atrás. Entre as Ferrari, também inversão, com Vettel superando Raikkonen para ser o terceiro, enquanto o finlandês terminou em quarto. Ricciardo fechou em quinto, novamente à frente de Verstappen, o sexto. Com o cronômetro zerado, Massa tirou Alonso do Q3, anotando o décimo melhor tempo: 1m38s565.

Q3

O Q3 iniciou com uma batalha finlandesa: Bottas X Raikkonen. Melhor para o piloto da Mercedes #77, que saiu na frente com 1m36s231. Hamilton veio logo na sequência para tentar tirar a primeira posição do companheiro de equipe, mas não conseguiu, sendo 0s172 mais lento. Os carros, então, foram todos aos boxes antes de fazerem uma última tentativa. Lewis bem que tentou, mas errou na volta lançada e perdeu a chance de fazer mais uma pole em 2017. Com isso, Valtteri Bottas largará em primeiro pela segunda vez consecutiva na temporada.

Grid de Largada

Corrida[editar | editar código-fonte]

Depois que os pilotos fizeram um bom começo, as posições na frente não mudaram do grid de início para as primeiras voltas. Bottas manteve o primeiro lugar da pole position. Hamilton seguiu Bottas de perto, capaz de desafiar por posição às vezes. Hamilton, mais tarde, felicitou Bottas por sua performance dominante, dizendo que o primeiro "deu tudo, cada volta". Bottas disse que ele estava "gerenciando o ritmo e a forma como a corrida", e "Foi um sentimento agradável, um sentimento realmente agradável", sugeriu que ele poderia ter empurrado com mais força. Na verdade, Bottas levou a melhor na volta mais rápida nas últimas voltas.

Por trás, Vettel permaneceu em terceiro lugar durante a maior parte da corrida, em grande parte não desafiado para o pódio nem montando um desafio convincente contra o segundo lugar de Hamilton. Räikkönen colocou seu nariz à frente de Ricciardo no primeiro colo, mas Ricciardo ocupou o quarto lugar até se aposentar devido a uma falha hidráulica na 21ª volta. Ambos os motoristas de Toro Rosso se afastaram da pista, mas voltaram a completar a corrida como backmarkers. Todos os carros executaram uma estratégia. Carlos Sainz Jr., um dos carros mais atrasados ​​para pit, foi lançado pela Renault com a roda dianteira esquerda solta. Sainz ficou fora do pitlane antes de abandonar, e a Renault sofreu uma multa pela libertação insegura. Outro piloto da Renault, Nico Hülkenberg, sofreu uma penalidade de stop de 5 segundos no início da corrida para ganhar uma vantagem cortando caminho. Mais tarde, serviu a penalidade durante um pit-stop agendado, houve uma demora na remoção da roda traseira direita, reduzindo sua posição de trilha para o 11º. Ele lutou até o 6º lugar para garantir os pontos necessários para levantar a Renault até a sexta posição no Campeonato de Construtores.

Os três primeiros permaneceram os mesmos durante a maior parte da corrida, Hamilton assumindo a liderança brevemente entre a primeira parada de pitão de Bottas e o próprio pit-stop. Bottas ganhou a corrida. Hamilton terminou em segundo lugar, com o Vettel terminando em terceiro lugar. A aposentadoria de Ricciardo foi significativa ao entregar o quarto lugar do Campeonato de Pilotos para Räikkönen. Excluindo o Ricciardo aposentado, os oito melhores lugares foram ordenados de forma idêntica à grade de partida. Fernando Alonso havia ultrapassado Massa pela nona. Massa terminou na décima posição, e marcou um ponto no seu último Grande Prêmio de Fórmula 1.

Resultado da corrida

Pneus[editar | editar código-fonte]

Os compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para este Grande Prêmio[2]
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de Tempo Dry Type Aderência Longevidade
Ultra Macio F1 tire Pirelli PZero Purple.svg Slick
(P Zero)
Seco Ultrasoft Mais aderência Menos durável
Super Macio F1 tire Pirelli PZero Red.svg Slick
(P Zero)
Seco Supersoft Mais aderência Menos durável
Macio F1 tire Pirelli PZero Yellow.svg Slick
(P Zero)
Seco Soft Médio Médio

Resultados[editar | editar código-fonte]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 1:37.356 1:36.822 1:36.231 1
2 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 1:37.391 1:36.742 1:36.403 2
3 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari 1:37.817 1:37.023 1:36.777 3
4 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-TAG Heuer 1:38.016 1:37.583 1:36.959 4
5 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 1:37.453 1:37.302 1:36.985 5
6 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull-TAG Heuer 1:38.021 1:37.777 1:37.328 6
7 27 Alemanha Nico Hülkenberg Renault 1:38.781 1:38.138 1:38.282 7
8 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 1:38.601 1:38.359 1:38.374 8
9 31 França Esteban Ocon Force India-Mercedes 1:38.896 1:38.392 1:38.397 9
10 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 1:38.629 1:38.565 1:38.550 10
11 14 Espanha Fernando Alonso McLaren-Honda 1:38.820 1:38.636 11
12 55 Espanha Carlos Sainz Jr. Renault 1:38.810 1:38.725 12
13 2 Bélgica Stoffel Vandoorne McLaren-Honda 1:38.777 1:38.808 13
14 20 Dinamarca Kevin Magnussen Haas-Ferrari 1:39.395 1:39.298 14
15 18 Canadá Lance Stroll Williams-Mercedes 1:39.503 1:39.646 15
16 8 França Romain Grosjean Haas-Ferrari 1:39.516 16
17 10 França Pierre Gasly Toro Rosso-Renault 1:39.724 17
18 94 Alemanha Pascal Wehrlein Sauber-Ferrari 1:39.930 18
19 9 Suécia Marcus Ericsson Sauber-Ferrari 1:39.994 19
20 28 Nova Zelândia Brendon Hartley Toro Rosso-Renault 1:40.471 20
Tempo dos 107%: 1:44.170
Fonte:[3]

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas Tempo/Retirado Grid Pontos
1 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 55 1:34:14.062 1 25
2 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 55 +3.899 2 18
3 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari 55 +19.330 3 15
4 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 55 +45.386 5 12
5 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull-TAG Heuer 55 +46.269 6 10
6 27 Alemanha Nico Hülkenberg Renault 55 +1:25.713 7 8
7 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 55 +1:32.062 8 6
8 31 França Esteban Ocon Force India-Mercedes 55 +1:38.911 9 4
9 14 Espanha Fernando Alonso McLaren-Honda 54 +1 Volta 11 2
10 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 54 +1 Volta 10 1
11 8 França Romain Grosjean Haas-Ferrari 54 +1 Volta 16
12 2 Bélgica Stoffel Vandoorne McLaren-Honda 54 +1 Volta 13
13 20 Dinamarca Kevin Magnussen Haas-Ferrari 54 +1 Volta 14
14 94 Alemanha Pascal Wehrlein Sauber-Ferrari 54 +1 Volta 18
15 28 Nova Zelândia Brendon Hartley Toro Rosso-Renault 54 +1 Volta 20
16 10 França Pierre Gasly Toro Rosso-Renault 54 +1 Volta 17
17 9 Suécia Marcus Ericsson Sauber-Ferrari 54 +1 Volta 19
18 18 Canadá Lance Stroll Williams-Mercedes 54 +1 Volta 15
Ret 55 Espanha Carlos Sainz Jr. Renault 31 Roda solta 12
Ret 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-TAG Heuer 20 4
Fonte:


Curiosidade[editar | editar código-fonte]

Voltas na Liderança[editar | editar código-fonte]

Nº de Voltas Piloto Voltas
52 Finlândia Valtteri Bottas (1-21) e (25-55)
3 Reino Unido Lewis Hamilton (22-24)

2017 DHL Fastest Pit Stop Award[editar | editar código-fonte]

Resultado[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Tempo Pontos
1 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull-TAG Heuer 2.15 25
2 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 2.49 18
3 10 França Pierre Gasly Toro Rosso-Renault 2.50 15
4 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari 2.50 12
5 18 Canadá Lance Stroll Williams-Mercedes 2.51 10
6 2 Bélgica Stoffel Vandoorne McLaren-Honda 2.56 8
7 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 2.61 6
8 20 Dinamarca Kevin Magnussen Haas-Ferrari 2.62 4
9 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 2.62 2
10 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 2.63 1
Fonte: [4]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Vencedor do DHL Fastest Pit Stop Award
2º Colocado
3º Colocado

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

Somente as cinco primeiras posições estão incluídas nas tabelas.

Campeão
Vice-Campeão
3º Colocado


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons

Referências

  1. «2017 Formula 1 Etihad Airways Abu Dhabi Grand Prix» (em inglês). Formula 1.com 
  2. «Pirelli announces compound choices and mandatory sets for the 2017Grand Prix in Brazil and Abu Dhabi» (em inglês). Pirelli.com. 27 de julho de 2017 
  3. «Results - Qualifying» (em inglês). Fórmula 1. 25 de novembro de 2017. Consultado em 25 de novembro de 2017 
  4. «2017 DHL Fastest Pit Stop Award» (em inglês). Formula1.com. 26 de março de 2017 
Prova Anterior:
GP do Brasil de 2017
Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1
Temporada 2017
Próxima Prova:
GP da Austrália de 2018

Prova Anterior:
GP de Abu Dhabi de 2016
Grande Prêmio de Abu Dhabi Próxima Prova:
GP de Abu Dhabi de 2018