Grande Prêmio de Mônaco de 1990

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grande Prêmio de Mônaco
de Fórmula 1 de 1990
Circuit de Monaco 1986.png
48º GP de Mônaco realizado em Montecarlo
Detalhes da corrida
Data 27 de maio de 1990
Nome oficial XLVIII Grand Prix Automobile de Monaco
Local Circuito de Mônaco, Montecarlo, Mônaco
Total 78 voltas / 259.584 km
Condições do tempo Ensolarado, ameno, seco
Pole
Piloto
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda
Tempo 1:21.314
Volta mais rápida
Piloto
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda
Tempo 1:24.468 (na volta 59)
Pódio
Primeiro
Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda
Segundo
França Jean Alesi Tyrrell-Ford
Terceiro
Áustria Gerhard Berger McLaren-Honda

Resultados do Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1 realizado em Montecarlo à 27 de maio de 1990. Foi a quarta etapa da temporada e teve como vencedor o brasileiro Ayrton Senna.[1][nota 1]

Resumo[editar | editar código-fonte]

A previsão era de uma corrida muito disputada entre Ayrton Senna e Alain Prost, porque o francês tinha na Ferrari um carro mais curto, mais apropriado para as fechadas curvas de Mônaco. Pelo menos é o que previa John Barnard, o chamado mago da aerodinâmica, projetista da F90.

Como não avisaram Senna da suposta vantagem de Prost, ele foi logo marcando a pole position. Largou bem e quando abria vantagem a bandeira vermelha baixou anulando a corrida pois Prost e Berger colidiram na curva Mirabeau. Na segunda largada, Senna foi ainda mais rápido e jamais tomou conhecimento da concorrência. Completou as 78 voltas no tempo recorde de 1h52min45s - 1,08 minutos a frente de Jean Alesi, o segundo colocado - e, de quebra, foi autor da volta mais rápida.

Era a terceira vitória de Ayrton Senna no principado (87, 89 e 90), o que preocupou os segurança da família Grimaldi. Com a maior discrição, Ron Dennis, patrão da McLaren, cochichou no ouvido de Senna o pedido do guarda-costas do principe Rainnier, para que o piloto não repetisse o banho de champanhe que deu no soberano na vitória de 1987. Senna, como bom plebeu, obedeceu e quem tomou banho de espuma foi Ron Dennis e o segurança mór.

Classificação da prova[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 27 Brasil Ayrton Senna McLaren-Honda 78 1:52:46.982 1 9
2 4 França Jean Alesi Tyrrell-Ford 78 + 1.087 3 6
3 28 Áustria Gerhard Berger McLaren-Honda 78 + 2.073 5 4
4 5 Bélgica Thierry Boutsen Williams-Renault 77 + 1 volta 6 3
5 10 Itália Alex Caffi Arrows-Ford 76 + 2 voltas 22 2
6 29 França Eric Bernard Lola-Lamborghini 76 + 2 voltas 24 1
7 35 Suíça Gregor Foitek Onyx-Ford 72 Colisão 20
Ret 11 Reino Unido Derek Warwick Lotus-Lamborghini 66 Spun Off 13
Ret 2 Reino Unido Nigel Mansell Ferrari 63 Bateria 7
Ret 24 Itália Paolo Barilla Minardi-Ford 52 Câmbio 19
Ret 36 Finlândia J. J. Lehto Onyx-Ford 52 Câmbio 26
Ret 26 França Philippe Alliot Ligier-Ford 47 Câmbio 18
Ret 6 Itália Riccardo Patrese Williams-Renault 41 Distribuidor 4
Ret 22 Itália Andrea de Cesaris Dallara-Ford 38 Motor 12
Ret 3 Japão Satoru Nakajima Tyrrell-Ford 36 Spun Off 21
DSQ 20 Brasil Nelson Piquet Benetton-Ford 34 Queimou a largada 10
Ret 1 França Alain Prost Ferrari 30 Bateria 2
Ret 19 Itália Alessandro Nannini Benetton-Ford 20 Câmbio 16
Ret 7 Austrália David Brabham Brabham-Judd 16 Transmissão 25
Ret 16 Itália Ivan Capelli Leyton House-Judd 13 Freios 23
Ret 25 Itália Nicola Larini Ligier-Ford 12 Diferencial 17
Ret 30 Japão Aguri Suzuki Lola-Lamborghini 11 Falha na direção 15
Ret 23 Itália Pierluigi Martini Minardi-Ford 7 Pane elétrica 8
Ret 12 Reino Unido Martin Donnelly Lotus-Lamborghini 6 Câmbio 11
Ret 8 Itália Stefano Modena Brabham-Judd 3 Transmissão 14
Ret 21 Itália Emanuele Pirro Dallara-Ford 0 Motor 9
DNQ 9 Itália Michele Alboreto Arrows-Ford
DNQ 14 França Olivier Grouillard Osella-Ford
DNQ 15 Brasil Maurício Gugelmin Leyton House-Judd
DNQ 33 Brasil Roberto Moreno Eurobrun-Judd
DNPQ 17 Itália Gabriele Tarquini AGS-Ford
DNPQ 18 França Yannick Dalmas AGS-Ford
DNPQ 34 Itália Claudio Langes Eurobrun-Judd
DNPQ 31 Bélgica Bertrand Gachot Coloni-Subaru
DNPQ 39 Itália Bruno Giacomelli Life

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas. Entre 1981 e 1990 cada piloto podia computar onze resultados válidos por temporada não havendo descartes no mundial de construtores.

Notas

  1. Voltas na liderança: Ayrton Senna liderou as 78 voltas da prova.

Referências

  1. «1990 Monaco Grand Prix - race result». Consultado em 20 de abril de 2019 
Precedido por
Grande Prêmio de San Marino de 1990
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1990
Sucedido por
Grande Prêmio do Canadá de 1990
Precedido por
Grande Prêmio de Mônaco de 1989
Grande Prêmio de Mônaco
48ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio de Mônaco de 1991