Grande Prêmio do Azerbaijão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Azerbaijão Grande Prêmio do Azerbaijão
Circuito Urbano de Baku
Formula1 Circuit Baku.svg
Mapa do circuito.
Informações da corrida
Localização Baku, Azerbaijão
Voltas 51
Percurso 6,003 km (3,732 mi)
Total 306,049 km (190,170 mi)
Curvas 20
Pole Reino Unido Lewis Hamilton
Mercedes V6 Turbo
1min 40s 593
2017
Volta mais rápida
na prova
Alemanha Sebastian Vettel
Ferrari V6 Turbo
1min 43s 441
2017
Anos disputados 3
Primeira disputa 2017
Última disputa 2018
Maior vencedor (pilotos) Austrália Daniel Ricciardo (1)
Reino Unido Lewis Hamilton (1)
Maior vencedor (equipe) Alemanha Mercedes (1) Áustria Red Bull Racing
Última corrida (2019):
Pole Position
Piloto Alemanha Sebastian Vettel
Ferrari V6 Turbo
Tempo 1:41.498
Volta mais rápida
Piloto Finlândia Valtteri Bottas
Mercedes V6 Turbo
Tempo 1:45.149
Pódio
Primeiro Reino Unido Lewis Hamilton
Mercedes V6 Turbo
1:43:44.291
Segundo Finlândia Kimi Räikkönen
Ferrari V6 Turbo
+2.460
Terceiro México Sergio Pérez
Force India-Mercedes V6 Turbo
+4.024


O Grande Prêmio do Azerbaijão é um evento de Fórmula 1 que aconteceu pela primeira vez em 2017.[1][2] É realizado no Circuito Urbano de Baku, um circuito de rua localizado em Baku, capital do Azerbaijão. A primeira corrida de Fórmula 1 no circuito, ocorreu em 2016, porém, o evento foi nomeado de Grande Prêmio da Europa.[3]

Ganhadores do GP do Azerbaijão[editar | editar código-fonte]

Por ano[editar | editar código-fonte]

Ano Piloto Chassi/motor Local Resumo
2019 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes Baku Detalhes
2018 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes Baku Detalhes
2017 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-TAG Heuer Baku Detalhes

Referências

  1. «FIA Announces World Motorsports Council decisions». Fédération Internationale de l'Automobile. 30 de novembro de 2016. Consultado em 22 de janeiro de 2017. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2016 
  2. «No German Grand Prix on F1 2017 calendar but Azerbaijan race is official». The Guardian. Reuters. 30 de novembro de 2016. Consultado em 22 de janeiro de 2017 
  3. «FIA confirms 2016 calendar». Formula1.com. Formula One Management. 2 de dezembro de 2015. Consultado em 22 de janeiro de 2017