Grande Prêmio do Japão de 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1 de 2014
Suzuka circuit map--2005.svg
Grande Prêmio do Japão de 2014.
Detalhes da corrida
Data 5 de outubro de 2014
Nome oficial 2014 Formula 1 Japanese Grand Prix
Local Circuito de Suzuka, Suzuka, Japão
Total 53 voltas / 307.471 km
Pole
Piloto
Alemanha Nico Rosberg Mercedes
Tempo 1:32.506
Volta mais rápida
Piloto
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Tempo 1:51.600 (na volta 39)
Pódio
Primeiro
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Segundo
Alemanha Nico Rosberg Mercedes
Terceiro
Alemanha Sebastian Vettel Red Bull-Renault

O Grande Prêmio do Japão de 2014 (formalmente 2014 Formula 1 Japanese Grand Prix) foi uma corrida de Fórmula 1 disputada em 5 de outubro de 2014 no Circuito de Suzuka, Suzuka, Japão.[1] Foi a 15ª etapa da temporada de 2014.

A corrida foi encerrada prematuramente, com 44 das 53 voltas concluídas, devido à um acidente envolvendo o piloto Jules Bianchi, da Marussia. O francês colidiu com uma grua que removia o carro do alemão Adrian Sutil, da Sauber, provocando a entrada do carro de segurança e, posteriormente, uma bandeira vermelha que interrompeu a corrida.[2] O inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu a corrida. Completaram o pódio os alemães Nico Rosberg, da Mercedes, e Sebastian Vettel, da Red Bull.[3]

Bianchi, que em virtude do acidente e consequentemente do diagnóstico de lesão axonal difusa, ficou hospitalizado em estado vegetativo deste então, e viria a falecer no ano seguinte, em 17 de julho de 2015, tornando-se o primeiro piloto a morrer na Fórmula 1 desde Ayrton Senna, em 1994.[4]


Pneus[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Os compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para este Grande Prêmio
nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de condução Dry Type* Aderência Longevidade
Médio Branco F1 tire Pirelli PZero White.svg Slick Seco Prime/Option Médio Médio
Duro Laranja** F1 tire Pirelli PZero Orange.svg Slick Seco Prime Menos aderência Mais durável
Intermediário Verde F1 tire Pirelli Cinturato Green.svg Sulcos Molhado (água não estagnante) x x x
Chuva Azul F1 tire Pirelli Cinturato Blue.svg Sulcos Molhado (água estagnante) x x x

Resultados[editar | editar código-fonte]

Treino Classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 6 Alemanha Nico Rosberg Mercedes 1:33.671 1:32.950 1:32.506 1
2 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 1:33.611 1:32.982 1:32.703 2
3 77 Finlândia Valtteri Bottas Williams-Mercedes 1:34.301 1:33.443 1:33.128 3
4 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 1:34.483 1:33.551 1:33.527 4
5 14 Espanha Fernando Alonso Ferrari 1:34.497 1:33.675 1:33.740 5
6 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-Renault 1:35.593 1:34.466 1:34.075 6
7 20 Dinamarca Kevin Magnussen McLaren-Mercedes 1:34.930 1:34.229 1:34.242 7
8 22 Reino Unido Jenson Button McLaren-Mercedes 1:35.150 1:34.648 1:34.317 8
9 1 Alemanha Sebastian Vettel Red Bull-Renault 1:35.517 1:34.784 1:34.432 9
10 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 1:34.984 1:34.771 1:34.548 10
11 25 França Jean-Éric Vergne Toro Rosso-Renault 1:35.155 1:34.984 201
12 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 1:35.439 1:35.089 11
13 26 Rússia Daniil Kvyat Toro Rosso-Renault 1:35.210 1:35.092 12
14 27 Alemanha Nico Hülkenberg Force India-Mercedes 1:35.000 1:35.099 13
15 99 Alemanha Adrian Sutil Sauber-Ferrari 1:35.736 1:35.364 14
16 21 México Esteban Gutiérrez Sauber-Ferrari 1:35.308 1:35.681 15
17 13 Venezuela Pastor Maldonado Lotus-Renault 1:35.917 222
18 8 França Romain Grosjean Lotus-Renault 1:35.984 16
19 9 Suécia Marcus Ericsson Caterham-Renault 1:36.813 17
20 17 França Jules Bianchi Marussia-Ferrari 1:36.943 18
21 10 Japão Kamui Kobayashi Caterham-Renault 1:37.015 19
22 4 Reino Unido Max Chilton Marussia-Ferrari 1:37.481 21
Tempo dos 107%: 1:40.163
Fonte:[5]
Notas
  • ↑1Jean-Éric Vergne perdeu dez posições na largada por ultrapassar o limite de cinco motores para a temporada.
  • ↑2Pastor Maldonado perdeu dez posições na largada por ultrapassar o limite de cinco motores para a temporada.

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas' Tempo/Retirado Grid Pts.
1 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 44 1:51:43.021 2 25
2 6 Alemanha Nico Rosberg Mercedes 44 +9.100 1 18
3 1 Alemanha Sebastian Vettel Red Bull-Renault 44 +29.100 9 15
4 3 Austrália Daniel Ricciardo Red Bull-Renault 44 +38.800 6 12
5 22 Reino Unido Jenson Button McLaren-Mercedes 44 +1:07.500 8 10
6 77 Finlândia Valtteri Bottas Williams-Mercedes 44 +1:53.700 3 8
7 19 Brasil Felipe Massa Williams-Mercedes 44 +1:55.100 4 6
8 27 Alemanha Nico Hülkenberg Force India-Mercedes 44 +1:55.900 13 4
9 25 França Jean-Éric Vergne Toro Rosso-Renault 44 +2:07.600 20 2
10 11 México Sergio Pérez Force India-Mercedes 43 +1 volta 11 1
11 26 Rússia Daniil Kvyat Toro Rosso-Renault 43 +1 volta 12
12 7 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 43 +1 volta 10
13 21 México Esteban Gutiérrez Sauber-Ferrari 43 +1 volta 15
14 20 Dinamarca Kevin Magnussen McLaren-Mercedes 43 +1 volta 7
15 8 França Romain Grosjean Lotus-Renault 43 +1 volta 16
16 13 Venezuela Pastor Maldonado Lotus-Renault 43 +1 volta 22
17 9 Suécia Marcus Ericsson Caterham-Renault 43 +1 volta 17
18 4 Reino Unido Max Chilton Marussia-Ferrari 43 +1 volta 20
19 10 Japão Kamui Kobayashi Caterham-Renault 43 +1 volta 19
20 17 França Jules Bianchi Marussia-Ferrari 41 Acidente Fatal 18
21 99 Alemanha Adrian Sutil Sauber-Ferrari 40 Acidente 14
Ret 14 Espanha Fernando Alonso Ferrari 2 Falha Elétrica 5
Fonte:[6]

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

Somente as cinco primeiras posições estão incluídas nas tabelas.

Referências

  1. «2014 Formula 1 Japanese Grand Prix» (em inglês). Formula1.com 
  2. «Jules Bianchi é levado inconsciente a hospital após grave acidente no GP do Japão». GloboEsporte.com. 5 de outubro de 2014. Consultado em 5 de outubro de 2014 
  3. «Acidente grave de Bianchi encerra GP do Japão. Hamilton vence; Massa é 7º». GloboEsporte.com. 5 de outubro de 2014. Consultado em 5 de outubro de 2014 
  4. «Jules Bianchi morre 9 meses depois de acidente no GP do Japão». UOL. 17 de julho de 2015 
  5. «Qualifying - Japan» (em inglês). Formula1.com. 4 de outubro de 2014 
  6. «Race - Japan» (em inglês). Formula 1.com. 5 de outubro de 2014 
Prova Anterior:
GP de Singapura de 2014
Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1
Temporada 2014
Próxima Prova:
GP da Rússia de 2014

Prova Anterior:
GP do Japão de 2013
Grande Prêmio do Japão Próxima Prova:
GP do Japão de 2015