Grande felino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tigre – a maior e mais pesada espécie vivente da família dos felídeos.

O termo grande felino ou grande gato – o qual não é uma classificação biológica – é usado informalmente para distinguir as espécies maiores de felídeos das menores. Uma definição de "grande felino" inclui os quatro membros do gênero Panthera: o tigre, leão, onça-pintada e leopardo. Membros deste gênero são os únicos felídeos capazes de rugir. O leopardo nebuloso é considerado um elo evolucionário entre os grandes felinos e as espécies menores de felinos.

Uma definição mais expansiva de "grandes felinos" também inclui o guepardo, o leopardo-das-neves e o puma.

Onça – a maior espécie de felino do continente americano.

Apesar das enormes diferenças em tamanho, as várias espécies são bastante similares em estrutura e comportamento, com a exceção do guepardo, o qual é significantemente diferente de qualquer dos grandes ou pequenos felídeos. Todos os felídeos são carnívoros e predadores eficientes. O seu alcance inclui a América, África, Ásia e Europa.

Rugido[editar | editar código-fonte]

A habilidade de rugir vêm de uma laringe e osso hioide alongados e especialmente adaptados.[1]

Referências

  1. Weissengruber, GE; G Forstenpointner, G Peters, A Kübber-Heiss, and WT Fitch (2002). «Hyoid apparatus and pharynx in the lion (Panthera leo), jaguar (Panthera onca), tiger (Panthera tigris), cheetah (Acinonyx jubatus) and domestic cat (Felis silvestris f. catus)». Journal of Anatomy. Anatomical Society of Great Britain and Ireland. pp. 195–209. doi:10.1046/j.1469-7580.2002.00088.x. Consultado em 2009-01-16. 
Ícone de esboço Este artigo sobre Felídeos, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.