Grande reset

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Grande reinicialização (em inglês, The Great Reset ou The Grand Reset) é o nome da 50ª reunião anual do Fórum Económico Mundial (WEF), realizada em junho de 2020. Reuniu altos líderes empresariais e políticos, convocados por Charles, Príncipe de Gales e pelo diretor do Fórum, Klaus Martin Schwab, para tratar do tema da reconstrução da sociedade e da economia de forma mais sustentável, após a pandemia de COVID-19.[1][2]

Klaus Schwab, que fundou no Fórum em 1971 e é atualmente seu CEO, descreveu três componentes centrais do Grand Reset. O primeiro envolve a criação de condições para uma "economia de partes interessadas"; o segundo inclui a construção mais "resiliente, equitativa e sustentável", baseada em parâmetros ambientais, sociais e de governança, e que incorporaria mais projetos de infraestrutura pública verde; o terceiro componente é "aproveitar as inovações da Quarta Revolução Industrial" para o bem público.[3] Já a diretora do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Gueorgieva, em seu discurso de abertura dos diálogos, listou três aspectos-chave da resposta sustentável: crescimento verde, crescimento mais inteligente e crescimento mais justo.[4][5]

Um discurso do Príncipe Charles no evento de lançamento do Great Reset, listou áreas-chave de ação - semelhantes àquelas enumeradas em sua Iniciativa de Mercados Sustentáveis, apresentada em janeiro de 2020 - que incluíram a fortalecimento da ciência, tecnologia e inovação, um movimento em direção à transição para emissões líquidas de carbono iguais a zero (globalmente), a introdução do preço do carbono, a reinvenção de estruturas de incentivo de longo prazo, o reequilíbrio dos investimentos para incluir mais investimentos verdes e o incentivo a projetos de infraestrutura pública verde.[5]

O anúncio do tema do 50º Encontro Anual do Fórum Econômico Mundial foi feito em Davos, aos líderes globais presentes ou conectados on-line a uma rede de múltiplas partes interessadas, em 400 cidades do mundo.[6] O Great Reset também foi definido como tema principal da cúpula do Fórum 2021, no mês de maio, em Lucerna.[7]

De acordo com The New York Times, [1 1] BBC, The Guardian, Le Devoir e Radio Canada, teorias de conspiração “sem fundamento” difundidas por grupos americanos de extrema-direita ligados à QAnon, ressurgiram no início do fórum do Grand Reset e ganharam corpo à medida que líderes, como o recém-eleito Presidente dos EUA, Joe Biden, e o Primeiro-ministro canadense Justin Trudeau[1 2] incorporaram aos seus discursos ideias baseadas em um reset. [1 3]

Teoria conspiratória[editar | editar código-fonte]

Segundo uma “teoria da conspiraçãobaizuo, o Grand Reset seria usado para introduzir mudanças políticas de caráter totalitário, dentro da chamada Nova Ordem Mundial, após a eleição de Joe Biden.[2]

Em novembro de 2020, o documentário conspiracionista francês Hold-up, [8] de Pierre Barnérias, que teve uma difusão viral, lançou a hipótese segundo a qual o Great Reset constituiria um plano mundial de controle, manipulação e destruição da população, com base na pandemia de Covid-19 e no 5G.[9]

Segundo essa teoria, “elites financeiras” e os dirigentes mundiais planejaram uma pandemia, deixando deliberadamente o coronavírus se espalhar a fim de criar as condições necessárias a uma reestruturação política do mundo. Tal alegação se baseia nas palavras do diretor do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab : “a crise do Covid-19 representa uma grande oportunidade para reformar o sistema”, que ele explica também em seu livro A Quarta Revolução Industrial.[10] Segundo a teoria da conspiração, o principal objetivo da Grande Reinicialização seria assumir o controle político e econômico mundial, instaurando um regime totalitário marxista e, por extensão, a Nova Ordem Mundial. [1 1][11][12]

Ainda de acordo com a “teoria”, tal regime aboliria a propriedade privada e os direitos de propriedade, mandaria os militares ocuparem as cidades, impondo a vacinação obrigatória, e criaria campos de isolamento para as pessoas que se opusessem a isso. [13][14]

Entre os exemplos que, segundo os partidários dessa “teoria”, provam a existência de um complô, são citados: um artigo do WEF, de 2016, que descreve a vida em 2030; o slogan da campanha de Joe Biden, Build Back Better ('Reconstruir melhor'), e o discurso do primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, em 20 de setembro de 2020. De acordo com The Daily Dot, trata-se apenas de um discurso ilustrativo de como criar um mundo mais justo e sustentável [15][12].

Em algumas variantes da teoria, Donald Trump seria o único líder mundial capaz de impedir esse projeto de se realizar — argumento contido num vídeo de agosto de 2020 e que foi visualizado mais de 3 milhões de vezes.[1 1][1 3]

Outras assinalam também a transferência do centro de gravidade geoestratégico-geoeconômico do planeta para o eixo eurasiático, depois de mais de dois séculos de domínio do eixo transatlântico.[16]

Referências

  1. «Pandemic is chance to reset global economy, says Prince Charles». the Guardian (em inglês). 3 de junho de 2020. Consultado em 15 de dezembro de 2020 
  2. a b Smith, Mitch (17 de novembro de 2020). «F.D.A. Authorizes the First At-Home Coronavirus Test». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 15 de dezembro de 2020 
  3. Schwab, Klaus (3 de junho de 2020). «Now is the time for a 'great reset'». World Economic Forum. Cópia arquivada em 30 de janeiro de 2021 
  4. Georgieva, Kristalina (3 de junho de 2020). «Remarks to World Economic Forum». The Great Reset. Cópia arquivada em 26 de janeiro de 2021 
  5. a b Inman, Phillip (3 de junho de 2020). «Pandemic is chance to reset global economy, says Prince Charles». The Guardian. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2020 
  6. «Event: World Economic Forum Annual Meeting 2021». International Institute for Sustainable Development (IISD). SDG Knowledge Hub. Cópia arquivada em 27 de janeiro de 2021 
  7. «2021 Davos summit shifted to Lucerne in May». France 24. 7 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 1º de novembro de 2020 
  8. «Hold Up Covid prisme complot». La Croix. 12 de novembro de 2020 
  9. «« The Great Reset » : la théorie conspirationniste qui a inspiré « Hold-up »». L'Obs .
  10. Schwab, Klaus A Quarta Revolução Industrial. EDIPRO, 2019.
  11. Sixsmith, Ben (17 de novembro de 2020). «What is the Great Reset?». The Spectator .
  12. a b Goforth, Claire (16 de novembro de 2020). «Trudeau speech reignites conspiracy theory fervor over 'Great Reset'». The Daily Dot .
  13. Boutillier, Alex (20 de novembro de 2020). «A Conservative MP warns that Justin Trudeau wants a 'Great Reset.' Conspiracy theorists are worried, too». Toronto Star .
  14. Evon, Dan (29 de outubro de 2020). «Was Canada's Draconian COVID 'Global Reset Plan' Leaked to the Public?». Snopes .
  15. «Trudeau UN speech sparks 'Great Reset' conspiracy». AFP Fact Check. 19 de novembro de 2020 .
  16. Joe Biden e o “Reset Primeiro”. bonifacio.net.br, 22 de jneiro de 2021.

Referências relacionadas à teoria da conspiração[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Alba, Davey (17 de novembro de 2020). «The baseless 'Great Reset' conspiracy theory rises again.». The New York Times. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2020 
  2. De Rosa, Nicholas (18 de novembro de 2020). «Le "Great Reset" n'est pas un complot pour contrôler le monde». Radio-Canada (em francês). Canadian Broadcasting Corporation. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2020 
  3. a b Goodman, Jack; Carmichael, Flora (22 de novembro de 2020). «The coronavirus pandemic 'great reset' theory and a false vaccine claim debunked». BBC News. Cópia arquivada em 22 de novembro de 2020. Começamos com o ressurgimento da teoria de conspiração, sem fundamento, conhecida como a "Grand Reset". ...Da mesma forma, um documentário francês que também se refere a uma trama global secreta tornou-se viral no YouTube... promove uma série de alegações que já haviam sido desmentidas 

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.