Gravity Recovery and Interior Laboratory

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2013).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Gravity Recovery and Interior Laboratory (GRAIL)
GRAIL.jpg
Representação artística do GRAIL
Descrição
Missão
Fim da missão Dezembro de 2012
Especificações
Massa 202,4 kg
Especificações orbitais
Observações

Gravity Recovery and Interior Laboratory foi uma missão estadunidense da NASA destinada a fazer um mapeamento da Lua e determinar sua estrutura interna. A missão levou duas sondas: GRAIL A (Ebb) e GRAIL B (Flow). A primeira sonda entrou em órbita em 31 de dezembro de 2011 e a segunda em 1 de janeiro de 2012. As duas sondas foram lançadas da estação da força aérea de cabo canaveral, nos Estados Unidos.

Objetivo[editar | editar código-fonte]

O principal objetivo da missão foi mapear o campo gravitacional da Lua com um nível de detalhamento sem precedentes.[1]

Objetivos primários[editar | editar código-fonte]

  • Mapear a estrutura da crosta e da litosfera lunar.
  • Compreender a evolução assimétrica térmica da Lua.
  • Determinar a estrutura do subsolo de bacias de impacto.
  • Determinar a evolução temporal da crosta rupturas e magmatismo.
  • Restringir a estrutura interior da Lua.
  • Impor limites sobre o tamanho do núcleo interno lunar.

Coleta e análise dos dados[editar | editar código-fonte]

Logotipo da missão GRAIL.

A fase de coleta de dados da missão durou 90 dias e foi seguida por 12 meses de análise de dados. Os resultados começaram a se tornar disponíveis cerca de 30 dias após a o início da coleta. O conhecimento adquirido vai ajudar na compreensão da história evolutiva dos planetas terrestres.

Resultados preliminares[editar | editar código-fonte]

Um dos primeiros resultados da missão mostrou que a Lua tem uma crosta com cerca de 40 quilômetros de espessura.[1]

Referências

  1. a b «GRAIL Maps the Moon's Gravity». NASA Astronomy Picture of the Day. Consultado em 20 de março de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.