Great Place to Work

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
GPTW logo

Great Place to Work (GPTW) é uma empresa de consultoria fundada em 1991 por Robert Levering nos Estados Unidos com sede em São Francisco, Califórnia e escritórios afiliados em 59 países. Sua função é avaliar a gestão de organizações de diversos tipos, serviços, multinacionais, pequenas e médias empresas e de vários tipos de indústrias visando aplicar pesquisas com empregados e empregadores para entender a excelência no ambiente de trabalho.[1]

A missão da empresa é "construir uma sociedade melhor, transformando cada organização em um Great Place to Work for all".[2] Com isso, a empresa oferece serviços de consultoria, capacitação, liderança e alinhamento digital, a fim de promover melhoria nos ambientes corporativos e, consequentemente, gerar resultados superiores.

História[editar | editar código-fonte]

Na década de 1980, Robert Levering, um jornalista que cobria assuntos ligados ao mundo laboral, foi convidado para escrever um livro sobre as melhores empresas para trabalhar nos Estados Unidos. Em princípio, ele julgou ser impossível escrever este livro pois, segundo ele, nenhuma empresa seria boa para trabalhar, na perspectiva dos funcionários.[3]

Ele sugeriu lançar um livro sobre as piores empresas para trabalhar, já que ele tinha centenas de exemplos para apresentar. No entanto, a editora preferiu desistir com receio de que o número de processos na justiça contra o livro seria muito grande. Após longas conversas, Levering acabou concordando com a ideia e foi entrevistar milhares de funcionários in loco de forma totalmente confidencial, em centenas de empresas em todo o país. Conforme esperado, ele encontrou pessoas que odiavam suas empresas e seus chefes, em organizações com péssimos ambientes de trabalho. Mas algumas surpresas surgiram, contrariando as suas convicções anteriores. A descoberta deixou Levering impressionado e ele abandonou tudo que fazia, abrindo um pequeno escritório com sua esposa à época, a que deu o nome de Great Place to Work.[4]

Levering concluiu que existem excelentes empresas para trabalhar, e ainda descobriu que qualquer empresa, de qualquer tamanho, em qualquer lugar e em qualquer época, pode se tornar um excelente lugar para trabalhar. Segundo ele, as pessoas descrevem como bons ambientes de trabalho com as seguintes afirmativas:

  • gosto de trabalhar aqui porque tenho orgulho do que eu faço (e da minha empresa);
  • gosto dos colegas com quem eu trabalho (há colaboração e espírito de equipe), e
  • confio nas pessoas para quem eu trabalho (posso confiar no meu chefe, ele me respeita e as decisões da empresa e do meu chefe são justas).[5]

Em 1991, Levering fundou o Great Place to Work em São Francisco, em conjunto com a consultora organizacional Amy Lyman, com a colaboração de um time de consultores de gestão.[6]

Em 1996, José Tolovi Jr. trouxe o Great Place to Work e sua metodologia para o Brasil.[7] Logo após, estabeleceu uma parceria com a Revista Exame, da Editora Abril, para a publicação da lista das Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, que no ano de 1997 contava com 30 empresas.[8]

Desde 2006, a Revista Época, da Editora Globo, é o meio de divulgação oficial da lista anual das Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil. Em 2017, foram 1.963 empresas inscritas no processo e 150 delas foram premiadas, cujos cortes foram: 80 de porte grande (mais de 1.000 funcionários), 35 nacionais de porte médio e 35 multinacionais de porte médio (de 100 a 1.000 funcionários).[9]

Atuação no mundo[editar | editar código-fonte]

Anualmente, no mundo, cerca de 10.000 empresas são pesquisadas, representando mais de 12 milhões de funcionários. O Great Place to Work oferece serviços de consultoria e treinamento, além de elaborar as listas das Melhores Empresas para Trabalhar. As listas são publicadas ou distribuídas nos principais meios de comunicação em todo o mundo para uma população de mais de 25 milhões de leitores.[10]

Além disso, a empresa busca divulgar os bons exemplos e estimular outras empresas a melhorar seu ambiente de trabalho. É uma forma de chamar a atenção da sociedade do quanto é importante um bom ambiente de trabalho.

Atuação nacional[editar | editar código-fonte]

GPTW For All

No Brasil, o Great Place to Work conta com mais de 80 funcionários. A sede da organização se localiza em São Paulo e há mais sete escritórios:[11]

  • Regional Barueri
  • Regional Ceará
  • Regional Interior (Ribeirão Preto)
  • Regional Paraná
  • Regional Pernambuco e Alagoas
  • Regional Rio Grande do Sul
  • Regional Rio de Janeiro

Os pilares de atuação são:

  • Consultoria: workshops, palestras, relatórios, entrevistas executivas e grupos focais
  • Liderança: capacitação, treinamento de funcionários, culture coaching e mentoring
  • Conteúdo: eventos, estudos e benchmarking
  • Alinhamento digital: avaliações, workshops e palestras
  • Certificação: programa de certificação GPTW

Rankings de melhores empresas para trabalhar[editar | editar código-fonte]

O ranking Melhores Empresas para Trabalhar é o padrão de excelência para a definição de excelentes ambientes de trabalho e o Great Place to Work é pioneiro em conduzir essa pesquisa que existe em todo o mundo, em 58 países, nos seis continentes. No Brasil, o Great Place to Work promove e divulga, além do ranking nacional, mais de 20 setoriais e regionais.[12]

Listas no Brasil:[13][14][15][16]

  • Lista Nacional
  • Lista Regional Alagoas
  • Lista Regional Bahia
  • Lista Regional Barueri e região
  • Lista Regional Bauru e região
  • Lista Regional Ceará
  • Lista Regional Centro Oeste
  • Lista Regional Espírito Santo
  • Lista Regional Maranhão
  • Lista Regional Minas Gerais
  • Lista Regional Norte
  • Lista Regional Paraíba
  • Lista Regional Paraná
  • Lista Regional Pernambuco
  • Lista Regional Piauí
  • Lista Regional Piracicaba e região
  • Lista Regional Ribeirão Preto, Araraquara e região
  • Lista Regional Rio de Janeiro
  • Lista Regional Rio Grande do Sul
  • Lista Regional Santa Catarina
  • Lista Regional São José do Rio Preto e região
  • Lista Regional São Paulo
  • Lista Terceiro Setor
  • Lista Microempresas
  • Lista Mulher
  • Lista Melhores Práticas
  • Lista Setorial Agências de Comunicação
  • Lista Setorial Agro
  • Lista Setorial Varejo
  • Lista Setorial Saúde - Clínicas
  • Lista Setorial Saúde - Farmacêuticas
  • Lista Setorial Saúde - Farmácias
  • Lista Setorial Saúde - Hospitais
  • Lista Setorial Saúde - Indústria e Serviços
  • Lista Setorial Saúde - Medicina Diagnóstica
  • Lista Setorial Saúde - Planos de Saúde
  • Lista Setorial Tecnologia da Informação
  • Lista Setorial Hotelaria
  • Lista Empreendedores Endeavor

Destaques:[17]

  • Destaque Étnico-Racial ID_BR
  • Destaque LGBTI+
  • Destaque Melhores Empresas para o Pai Trabalhar
  • Destaque Mobilidade
  • Destaque Neurodiversidade Specialisterne
  • Destaque Programa Pessoa com Deficiência iSocial
  • Destaque Programa Primeira Infância FMCSV
  • Destaque Práticas de Saúde
  • Destaque Software by Maringá
  • Destaque Shoppings Abrasce

Empresas brasileiras também podem ser reconhecidas anualmente nas seguintes listas internacionais:

  • Ranking Mundial[18]
  • Ranking América Latina[19]

Programa de Certificação GPTW[editar | editar código-fonte]

O Programa de Certificação GPTW foi criado para reconhecer organizações que valorizam pessoas. A capacidade de reconhecer ótimos ambientes de trabalho costuma ser limitada pela disponibilidade nos rankings das Melhores Empresas para Trabalhar, o que acabava deixando de destacar várias organizações que mereceriam ser reconhecidas. Um Great Place to Work precisa ser FOR ALL, ou seja, acessível a todas as organizações, e para todas as pessoas dessas organizações. O processo da certificação, a organização precisa realizar uma pesquisa com seus funcionários: se 70% dos funcionários afirmarem que possuem um excelente ambiente de trabalho de acordo com a metodologia Great Place to Work, a organização é certificada, cujo selo tem duração de um ano e pode ser utilizado em qualquer comunicação da organização.[20]

Referências

  1. «Institucional». greatplacetowork.com.br. Consultado em 10 de outubro de 2016 
  2. «Caminhos para encontrar significado no trabalho». greatplacetowork.com.br. Consultado em 10 de outubro de 2018 
  3. «Como tudo começou». greatplacetowork.com.br. Consultado em 10 de outubro de 2016 
  4. «Como tudo começou». greatplacetowork.com.br. Consultado em 10 de outubro de 2016 
  5. «Como tudo começou». greatplacetowork.com.br. Consultado em 10 de outubro de 2016 
  6. Porque participar da pesquisa do Instituto Great Place to Work, UOL:
  7. Great Place to Work Brasil
  8. As 25 melhores empresas para trabalhar, Revista Exame:
  9. «Ranking Nacional». greatplacetowork.com.br. Consultado em 21 de fevereiro de 2018 
  10. «Como tudo começou». greatplacetowork.com.br. Consultado em 10 de outubro de 2016 
  11. «Nossa equipe». greatplacetowork.com.br. Consultado em 2 de janeiro de 2018 
  12. «Ranking Melhores Empresas para Trabalhar». greatplacetowork.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  13. «Ranking Nacional». greatplacetowork.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  14. «Ranking Regionais». greatplacetowork.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  15. «Ranking Setoriais». greatplacetowork.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  16. «Ranking Terceiro Setor». greatplacetowork.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  17. «Destaques». greatplacetowork.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  18. «Ranking Mundial». greatplacetowork.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  19. «Ranking América Latina». greatplacetowork.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2017 
  20. «Certificação». greatplacetowork.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]