Gregório III de Constantinopla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas com o mesmo título, veja Gregório III.
Gregório III de Constantinopla
Nascimento Creta
Morte 1459
Roma
Cidadania Império Bizantino
Ocupação padre
Religião Igreja Ortodoxa

Gregório III de Constantinopla, dito Mammis ou Mammas, foi o patriarca grego ortodoxo de Constantinopla entre 1443 e 1450 ou 1453.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pouco se sabe sobre a sua vida ou seu patriarcado e nem mesmo seu sobrenome é certo, com os epítetos sendo provavelmente zombarias. Na geralmente pouco confiável obra Chronicum Majus de Jorge Frantzes, se relata que ele veio de Creta e que seu nome real seria Melisseno. Em outras obras, ele é por vezes chamado de Melisseno-Estretegópulo.

Ele foi tonsurado como monge por volta de 1420 e acredita-se que tenha sido o confessor do imperador bizantino João VIII Paleólogo[1]. Ele foi um defensor da reunião das Igrejas e participou do Concílio de Ferrara-Florença, onde uma nova tentativa, chamada "União de Florença", fracassou. Ele foi eleito patriarca após a renúncia do patriarca Metrófanes II, também unionista .

Em 1450, ele foi forçado a abdicar por causa da oposição dos anti-unionistas às suas políticas e se exilou em Roma em agosto de 1451. Ele foi cordialmente recebido pelo papa Nicolau V, que ajudou financeiramente e tentou persuadir o imperador bizantino a restaurá-lo no trono patriarcal. De fato, os pró-unionistas das áreas ocupadas pelos latinos da Grécia continuaram a considerá-lo como legítimo patriarca de Constantinopla, ignorando o seu sucessor, o anti-unionista Atanásio II, cuja própria existência é constestada[2][3][4].

Gregório morreu em 1459, em Roma. Ele foi honrado como santo e taumaturgo pela Igreja Católica. Ele escreveu dissertações refutando as obras do anti-unionista Marcos Eugenicos e outra sobre a processão do Espírito Santo. Algumas de suas cartas sobreviveram e outros três tratados teológicos, "Sobre o pão ázimo", "Sobre a primazia papal" e "Sobre a beatitude celeste" permanecem inéditos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Gregório III de Constantinopla
(abdicou)

(1443 - 1450/1453)
Precedido por: Cruz ortodoxa.png

Patriarcas grego ortodoxos de Constantinopla

Sucedido por:
Metrófanes II 157.º Atanásio II (?) ou
Genádio II

Referências

  1. Προκοπίου Τσιμάνη, Από υψηλή σκοπιά οι Πατριάρχαι Κωνσταντινουπόλεως, Αθήνα 1981, τόμ. Α΄, σελ. 55
  2. Vitalien Laurent, E. Dalleggio, op. cit., p. 110, note 114.
  3. Vitalien Laurent, E. Dalleggio, « Les études byzantines en Grèce (1940-1948) », dans Revue des études byzantines, tome 7, 1949, p. 91-128, 109 note n° 104.
  4. Venance Grumel, Traité d'études byzantines, « La Chronologie I. », Presses universitaires de France, Paris, 1958, p. 437-439.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • «Gregório III» (em inglês). Ecumenical Patriarchate of Constantinople. Consultado em 9 de setembro de 2011