Chester Bennington

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Grey Daze)
Ir para: navegação, pesquisa
Chester Bennington
Chester Bennington no Rock im Park 2014
Informação geral
Nome completo Chester Charles Bennington
Também conhecido(a) como Chazy Chaz
Nascimento 20 de março de 1976
Local de nascimento Phoenix, Arizona, Estados Unidos
Data de morte 20 de julho de 2017 (41 anos)
Local de morte Palos Verdes Estates, Califórnia, Estados Unidos
Gênero(s) Nu metal
Metal alternativo
Rock alternativo
Rock experimental
Ocupação(ões) Vocalista
Ator
Instrumento(s) Vocal
Piano
Guitarra
Período em atividade 19922017
Gravadora(s) Warner Bros. Records
Afiliação(ões) Linkin Park
Dead by Sunrise
Grey Daze
Julien-K
Stone Temple Pilots

Chester Charles Bennington (Phoenix, 20 de março de 1976Palos Verdes Estates, 20 de julho de 2017) foi um cantor, compositor, ator e vocalista da banda americana Linkin Park. Ele também trabalhou no grupo Dead by Sunrise e foi vocalista do Stone Temple Pilots entre 2013 e 2015.

Bennington ganhou notoriedade devido a sua carreira como vocalista da banda Linkin Park. No ano 2000, eles lançaram o disco Hybrid Theory, que se tornou um enorme sucesso de público e crítica. Em 2005, este álbum chegou a marca de 10 milhões de cópias vendidas apenas nos Estados Unidos.[1] A banda lançou outros trabalhos bem sucedidos, como os álbuns Meteora (2003), Minutes to Midnight (2007), A Thousand Suns (2010), Living Things (2012), The Hunting Party (2014) e One More Light (2017).

Com todo o sucesso, Bennington focou também em vários trabalhos paralelos, como músico, produtor e ator. Ele formou sua própria banda, Dead by Sunrise, em 2005, lançando posteriormente um álbum com eles, Out of Ashes. Chester também trabalhou com bandas como Stone Temple Pilots, gravando um EP e fazendo shows com eles. Bennington foi reconhecido diversas vezes por seu trabalho como cantor, especialmente com o Linkin Park, sendo colocado pela revista Hit Parader na lista dos "Top 100 Vocalistas de Heavy Metal".

Era conhecido do público e da imprensa seus problemas pessoais, com drogas e álcool. Chester já tinha dito várias vezes usar a música como sua "válvula de escape". Mas após um período, decidiu se limpar e afirmou "não ser mais aquela pessoa", focando então ainda mais no trabalho e na família.[2] Chester era pai de seis filhos (um adotado) que teve com três mulheres, sendo casado com sua última esposa, Talinda Ann Bentley, de 2006 até sua morte.[3]

Em 20 de julho de 2017, Bennington foi encontrado morto em sua residência em Palos Verdes Estates, no sul da Califórnia. A causa da morte foi suicídio por enforcamento.[4][5]

Biografia[editar | editar código-fonte]

No início[editar | editar código-fonte]

Chester nasceu em Phoenix, Arizona, mas mudou-se algumas vezes para outras cidades no estado. Aos onze anos, mudou-se com sua mãe para o Texas.[carece de fontes?] Mais tarde ele revelou ter sido abusado sexualmente por um amigo mais velho,[6] que, somado ao divórcio dos seus pais, o ajudou a entrar no mundo das drogas,[7] mas conseguiu sair aos vinte anos quando casou-se pela 1ª vez, com Samantha em 31 de outubro de 1996. [carece de fontes?]

Estudou o secundário na Centennial High School, na Greenway High School, e formou-se na Washington High School. Durante o secundário, Chester fez alguns trabalhos como ator. Ele acreditava que queria ser isso quando crescesse. Fez participações especiais no filme Adrenalina e Adrenalina 2 e Jogos Mortais - O Final a 7ª parte do filme de terror de longa metragem, onde ele será uma das vítimas principais do filme. Chester não tem um diploma de faculdade. [carece de fontes?]

Carreira musical[editar | editar código-fonte]

O seu primeiro instrumento foi um piano. O seu irmão mais velho mostrou-lhe bandas como Loverboy, Rush e The Doors. Segundo ele, Scott Weiland dos Stone Temple Pilots, Robert Plant dos Led Zeppelin e principalmente a banda Depeche Mode são as suas maiores influências. Já passou por várias bandas, nem sempre como vocalista. O primeiro trabalho mais sério de Chester na música foi na banda Grey Daze, na qual era vocalista. A banda gravou dois discos: Wake Me e No Sun Today.

Chester em 2009

Um ano depois de deixar os Grey Daze, Chester recebeu um telefonema de um amigo em comum que o apresentou aos rapazes da banda Xero. Estes enviaram uma fita demo para que Chester pudesse gravar as vozes. Os rapazes da banda Xero ouviram o resultado da gravação pela primeira vez por telefone, e convidaram Chester a juntar-se a eles na Califórnia.

Chester foi o último membro a juntar-se à banda Xero, que depois mudou seu nome para Hybrid Theory, e por causa da existencia de uma banda com esse nome tiveram de mudar novamente. Linkin Park é uma adaptação de Lincoln Park, lugar por onde Chester passava após os ensaios com a banda.

Em 2005, Chester Bennington anunciou que lançará um disco do seu projeto paralelo logo após o lançamento do terceiro disco de inéditas do Linkin Park. O disco já está pronto. Esse projeto paralelo chama-se Dead by Sunrise, antes chamado Snow White Tan, neste Chester trabalha com Amir Derakh e Ryan Shuck da banda Orgy, e além de cantar toca guitarra e piano.

Outro projeto paralelo de Chester chama-se Bucket of Weenies. É uma banda de garagem, que faz covers de outras por diversão, cujos membros são amigos de Chester (alguns deles, ex-parceiros de banda).

Em 22 de maio de 2013, Chester assumiu os vocais da banda grunge norte-americana Stone Temple Pilots, tomando o lugar de Scott Weiland. Ele já havia trabalhando anteriormente com a banda. Foi lançada também a primeira música com a nova formação, apresentada em um festival dos EUA.

Dois anos e meio depois de assumir o posto de Scott Weiland como vocalista do Stone Temple Pilots, Chester Bennington anunciou no dia 9 de novembro de 2015, que encerraria suas atividades na banda, o músico explica que tomou a decisão pois não estava conseguindo gerenciar todas as suas responsabilidades, entre elas a família e o Linkin Park, sua banda principal. Chester e os integrantes do STP divulgaram comunicados simultâneos dizendo que a separação foi amigável.

Durante seu tempo com o Linkin Park (1999 a 2017), foram sete álbuns de estúdio gravados e mais de 70 milhões de cópias vendidas, além de dois prêmios Grammy recebidos.[8][9]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Casou-se duas vezes - a primeira com Samantha, com quem teve um filho chamado Draven, e a segunda com Talinda Bentley, com quem também teve três filhos, Tyler Lee, Lily e Lila. Chester também tem um filho chamado Jamie, de um relacionamento anterior. Também tem um filho adotivo, Isaiah.[carece de fontes?]

Chester Bennington cantando em Estocolmo

Morte[editar | editar código-fonte]

O porta-voz do Departamento Forense de Los Angeles informou que o cantor cometeu suicídio por enforcamento em uma residência privada na cidade de Palos Verdes Estates, próximo à Los Angeles, aproximadamente às 9 horas do dia 20 de julho de 2017.[10][4]

Atuações ao vivo (solo)[editar | editar código-fonte]

Bandas[editar | editar código-fonte]

Chester Bennington em 2010.

Atuação[editar | editar código-fonte]

Chester Bennington trabalhou com seu amigo Diretor de Atividades (DOA), Church, no desenvolvimento de um próximo show de televisão chamado Mayor of the World, com os produtores executivos de Trip Taylor. Bennington também fez uma participação no filme de 2006 Crank como um cliente em uma farmácia. Mais tarde, ele apareceu como um espectador de uma corrida de cavalos na sequência do filme em 2009, Crank: High Voltage. Bennington também teve um papel como o mal fadado, Evan no filme Saw 3D. Em 2012 participou de um documentário da banda 30 Seconds to Mars, "Artifact", onde examina o estado atual da indústria da música, enfocando as relações entre as grandes gravadoras e seus artistas.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes
Ano Título Personagem Notas Fonte
2006 Crank Pharmacy Stoner [11]
2009 Crank: High Voltage Hollywood Park Guy [12]
2010 Saw 3D Evan [13]
Dark as Day Mugger [14]
2012 Artifact Ele mesmo [15]

Referências

  1. «Linkin Park – Hybrid Theory Review». sputnikmusic. 2 de setembro de 2006. Consultado em 21 de julho de 2017 
  2. «Linkin Park's Chester Bennington: 'I was a raging alcoholic'». nme.com. 14 de julho de 2011. Consultado em 28 de novembro de 2012 
  3. Runtagh, Jordan; Nelson, Jeff (20 de julho de 2017). «Linkin Park Frontman Chester Bennington, 41, Found Dead of Apparent Suicide». People. Consultado em 21 de julho de 2017 
  4. a b «Chester Bennington Died by Hanging, Coroner Confirms». Billboard. Consultado em 21 de julho de 2017 
  5. «Médico legista confirma morte por enforcamento do vocalista dos Linkin Park». PÚBLICO. Consultado em 21 de julho de 2017 
  6. Wiederhorn, Jon & Calloway, Sway. «Linkin Park: Inconspicuously Huge». Consultado em 24 de julho de 2008 
  7. Ben Mitchell (Março de 2002). «Bring the Pain». Consultado em 24 de julho de 2008 
  8. «Linkin Park bringing rock 'brotherhood' to Indianapolis». Consultado em 20 de julho de 2017 
  9. «Mike Shinoda - Celebrating Achievement Through Technology». Consultado em 12 de julho de 2013. Arquivado do original em 13 de julho de 2013 
  10. «Linkin Park frontman Chester Bennington dies in LA at 41» (em inglês). Associated Press. 20 de julho de 2017 
  11. Cohen, Johnathon (29 de agosto de 2006). «Linkin Park Hits iTunes, New Album Not Quite Ready». Billboard (em inglês). billboard.com. Consultado em 20 de junho de 2008 
  12. Greenberg, Alexandra (3 de abril de 2009). «MAYNARD JAMES KEENAN & CHESTER BENNINGTON MAKE CAMEO IN 'CRANK: HIGH VOLTAGE'» (em inglês). Mitch Schneider Organization. Consultado em 6 de agosto de 2009 
  13. JEN (22 de julho de 2010). «Saw 3D». cbennington Blog. Consultado em 22 de julho de 2010 
  14. lpassociation. «Mike & Chester to appear in Dark as Day». lpassociation forums. Consultado em 4 de setembro de 2010 
  15. «themoviebox.net/3942» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Chester Bennington
Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.