Gritando HC

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde setembro de 2013). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Gritando HC foi formado oficialmente em 1995, mas desde 1992 já estavam criando os primeiros acordes nas garagens dos amigos, como já é de fato uma tradição das bandas vinculadas ao mundo do Rock, com o inspirador principal Donald junto com a Lê e algum tempo depois o Ritchie, baixista da banda.[1] Sempre em busca de seus ideais e lutando contra as dificuldades habituais de uma banda independente, mas nunca deixando essas dificuldades abater, muito contrário disso, as dificuldades sempre foram vistas como superação e cada vez mais o Gritando HC se fortificava e com muita personalidade foram marcando e registrando a sua história no underground paulistano, o resultado da dedicação do Gritando HC foram as quase 1000 demo-tapes vendidas.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Biografia[editar | editar código-fonte]

O som do Gritando HC resgata o peso e a energia do punk nacional do anos 1980, aliado a vitalidade do Hard Core americano, com letras que vão da apologia ao movimento punk, revolta social, aspectos romanticos e tudo mais que merece um grito de protesto.[3] Desde suas primeiras apresentações em Abril de 1996, é comum para o Gritando HC, casas lotadas com público vibrante e cheio de energia. Com aproximadamente 1000 Demo-Tapes vendidas até Setembro de 1997, com boa aceitação até mesmo na Europa, o Gritando HC lançou seu primeiro CD independente, semi ao vivo, em Dezembro de 1997, agora reeditado pela Voiceprint.[4]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Àlbuns[editar | editar código-fonte]

Gritando HC (1997)
Ande de skate e destrua (2000)
ao vivo no Hangar 110 (2003)
Fase adulta (2010)
Terra de Lobisomens (2017)

Ex integrantes[editar | editar código-fonte]

Donald - vocal (faleceu)
Renato Fonseca - guitarra
Fábio - bateria
Edgar Avian - bateria (Supla)
Eduardo - bateria (La Cruz) (faleceu)
Amauri Motta - Guitarra
Ricardo Q-Pam - Guitarra
Ritchie - baixo

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Lee - vocal
Dio - guitarra e vocal
Pablo - baixo e vocal
Tony - bateria

Referências