Grumari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grumari
Mapa da região da Barra, incluindo Grumari
Bairro do Rio de Janeiro Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png
Área: 959,88 ha (em 2003)[1]
Fundação: 23 de julho de 1981[2]
IDH: 0,894[3] (em 2000)
Habitantes: 167 (em 2010)
Domicílios: 48 (em 2010)
Limites: Barra de Guaratiba e
Recreio dos Bandeirantes[4]
Região Administrativa: XXIV R.A.(Barra da Tijuca)

Grumari é um bairro de classe média da Barra da Tijuca, na zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. É famoso pelas praias selvagens, tanto a principal, Praia de Grumari, como também as praias do Perigoso, do Meio, Funda, e do Inferno, todas essas acessíveis por trilha ou pelo mar.

Faz limite com os bairros Barra de Guaratiba e Recreio dos Bandeirantes.[5]

Seu IDH, no ano 2000, era de 0,894, o 31º melhor da cidade do Rio de Janeiro.[6]

História[editar | editar código-fonte]

Vista da Praia.

Conhecido principalmente pela beleza de sua orla. É o bairro menos populoso da cidade, pois grande parte de sua área é ocupada pela orla e por uma área de proteção ambiental.

Seu nome, que vem do indígena “CURU” (seixos, pedras soltas) e “MARI” (que produz água), também é o nome de uma árvore encontrada nas encostas da região. Cercada pelas serras do Grumari, de Guaratiba e de Piabas, é a última área natural e preservada do litoral carioca.

Constitui o Parque Natural Municipal do Grumari, tombado pelo Estado em 1985, e pelo Município, em 1986. Praticamente isolada, seu acesso se dava pela estrada velha de Grumari, sinuosa e estreita, vinda de Guaratiba ou pela trilha colonial na Serra de Piabas. Na década de 1970, foi aberta a Avenida Estado da Guanabara, ligando o bairro ao Recreio dos Bandeirantes.

Em Grumari há, também, a Praia do Abricó, para os adeptos do naturismo, e a Prainha, tombada, em 1989, como Área de Preservação Ambiental – APA - freqüentada por surfistas. Esta última integrava a antiga propriedade de Catarina de Sá e Benevides, nos tempos coloniais.[7]

Dados[editar | editar código-fonte]

Grumari faz parte da XXIV Região administrativa (Barra da Tijuca) da cidade do Rio de Janeiro.

Bairros integrantes da região administrativa são: Barra da Tijuca, Camorim, Grumari, Itanhangá, Joá, Recreio dos Bandeirantes, Vargem Grande, Vargem Pequena.

A denominação, delimitação e codificação do Bairro foi estabelecida pelo Decreto Nº 3158, de 23 de julho de 1981 com alterações do Decreto Nº 5280, de 23 de agosto de 1985.

Cinema[editar | editar código-fonte]

O bairro serviu como locação de diversas sequências do filme Os Trapalhões na Guerra dos Planetas, realizado no ano de 1978[8] .


Prainha, um dos melhores lugares para se surfar na cidade do Rio de Janeiro 
Estacionamento na Praia de Grumari 
Quiosque ao lado da Praia 
Praia do Grumari, Zona Oeste do Rio de Janeiro, Canto Esquerdo 
Praia do Grumari, Zona Oeste do Rio de Janeiro, Canto Direito 
Praia do Grumari, Zona Oeste do Rio de Janeiro, Ilhas 
Praia do Abricó, A única praia de Naturismo da Cidade. 
Entrada para a praia de nudismo do Abricó 
Panorama geral do Grumari 
Estrada de acesso à localidade do Grumari 
Pântano no interior do bairro 
Praia do Inferno, uma das cinco praias virgens e selvagens do bairro 
Praia do Abricó 
Praia de Naturismo no canto esquerdo da praia de Grumari que é denominado Praia do Abricó 


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]