Grupo Positivo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Grupo Positivo
Sede Curitiba, PR, Brasil
Website oficial www.positivo.com.br

Grupo Positivo é uma holding brasileira, sediada na cidade de Curitiba, que atua nos ramos de educação, editorial e de informática. É o responsável pela edição do Dicionário Aurélio, desde fins de 2003.[1]

O Grupo atua na educação desde escolas de ensino fundamental e ensino médio. No ramo editorial são duas empresas: Editora Positivo e Posigraf, que possui a maior gráfica do país.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Entre os fundadores da primeira empresa do grupo, um curso pré-vestibular em 1972, estão Samuel Ramos Lago (1941-2020)[3] e Oriovisto Guimarães (um total de 8 pessoas).[4] Em 1972, foi criado a Editora Positivo, para dar suporte gráfico aos livros didáticos educacionais.

A Positivo Tecnologia, criada em 1989, é uma indústria de eletrônicos, que vão desde microcomputadores a escâneres manuais, além notebooks, smartphones e tablets.[5][6]

O crescimento do grupo, a partir da matriz paranaense, foi marcado pela disputa em 2001 com a Fundação Getúlio Vargas, para a aquisição do acervo de mais de 8 mil livros da biblioteca de Roberto Campos.[7]

Seu reconhecimento no mercado, especialmente editorial, se deu quando em dezembro de 2003 adquiriu os direitos de publicação do Aurélio. A esta ampliação seguiu-se a produção de softwares educacionais.[7]

Em 2010, os principais acionistas eram: Ruben Tadeu Coninck Formighieri, Cixares Libero Vargas, Hélio Bruck Rotenberg, Samuel Ferrari Lago, Paulo Fernando Ferrari Lago e Thais Susana Ferrari Lago, enquanto Oriovisto doou sua participação acionária para os filhos, mas manteve-se no grupo por possuir uma única ação, até 2012, quando afastou-se.[8][9]

Parte das atividades do grupo no ramo educacional foram vendidos, em 2018, para a empresa Arco Educação. A empresa Arco, com sede no Ceará, comprou a unidade que administra a venda de produtos e serviços, como apostilas e orientação pedagógica, que permanecerão com a marca "Positivo".[10]

Universidade, teatro e centro de exposição[editar | editar código-fonte]

O grupo foi mantenedor da Universidade Positivo até 5 de dezembro de 2019, quando vendeu para o grupo Cruzeiro do Sul Educacional, cuja empresa-mãe e a Universidade Cruzeiro do Sul e pelo valor de R$ 500 milhões, a universidade, além do Teatro Positivo e o Centro de Exposições Expo Unimed, que faziam parte do grupo e administrada pela UnicenP.[11]

Referências

  1. Thaís Nicoleti de Camargo (17 de novembro de 2004). «Conteúdo de CD-ROM do "Novo Aurélio" é igual ao antig». Folha de S.Paulo 
  2. Cassiano Elek Machado (13 de dezembro de 2003). «Dicionário "Aurélio" muda para Curitiba». Folha de S. Paulo. Consultado em 1 de janeiro de 2012 
  3. Morre Samuel Lago, um dos fundadores do Grupo Positivo Tribuna do Paraná - acessado em 12 de agosto de 2020
  4. Positivo esclarece: Oriovisto Guimarães se afastou do grupo Contra-Ponto - acessado em 12 de agosto de 2020
  5. «Scanner de mão contém dicionário Aurélio e tradutor». Folha de S. Paulo. 9 de maio de 2005. Consultado em 1 de janeiro de 2012 
  6. «Site Oficial Positivo Informática». Consultado em 16 de setembro de 2014 
  7. a b Cláudia Trevisan (10 de outubro de 2006). «Grupo Positivo vende a prefeitura método educacional e exporta software». Folha de S. Paulo. Consultado em 1 de janeiro de 2012 
  8. «Presidente do Conselho da Positivo doa ações para os filhos». Economia e Negócios. 27 de maio de 2010. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  9. «Positivo esclarece: Oriovisto Guimarães se afastou do grupo». Contra Ponto. 28 de abril de 2018. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  10. «Grupo Positivo vende sistema de educação por R$ 1,6 bilhão». Portal Amanhã. 8 de maio de 2019. Consultado em 2 de fevereiro de 2021 
  11. Universidade e Teatro Positivo são vendidos a grupo educacional de SP Jornal Tribuna do Paraná - consultado no dia 5 de dezembro de 2019

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.