Grupo de Cantares de Aldeia de Santa Margarida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grupo de Cantares de Aldeia de Santa Margarida
Grupo ASM.jpg
Actuação na festa de Verão de Aldeia de Santa Margarida a 12 de Agosto de 2007
Informação geral
Origem Aldeia de Santa Margarida, Castelo Branco
País Portugal Portugal
Género(s) música tradicional
Período em atividade 1998 - actualmente

O Grupo de Cantares de Aldeia de Santa Margarida é um grupo de música tradicional fundado em 1998, composto por cerca de duas dezenas de elementos e que tem como principal objectivo a recolha, preservação e divulgação do património cultural de Aldeia de Santa Margarida e do concelho de Idanha-a-Nova.

Constituição do grupo[editar | editar código-fonte]

O Grupo de Cantares de Aldeia de Santa Margarida é, legalmente, uma associação sem fins lucrativos. De acordo com informação publicada em Diário da República,[1] certifica-se "narrativamente, que, por escritura de 13 de Julho de 2006, lavrada a fls. 94 e seguintes do competente livro de notas para escrituras diversas n.º 136-E do Cartório Notarial de Idanha-a-Nova, foi constituída uma associação, sem fins lucrativos e por tempo indeterminado, denominada Grupo de Cantares de Aldeia de Santa Margarida, que tem a sua sede na Avenida do Dr. Francisco Rolão Preto, 46, na freguesia de Aldeia de Santa Margarida, concelho de Idanha-a-Nova, a qual tem por objecto promover e divulgar o folclore da região, apoiar e dinamizar acções culturais na freguesia e fora dela, na perspectiva da fruição cultural das populações, de forma a contribuir para a sua progressiva emancipação e em moldes de inteira liberdade de criação".

O mesmo documento acrescenta que "são órgãos da associação a assembleia geral, a direcção e o conselho fiscal".

Objectivos do grupo[editar | editar código-fonte]

Tratando-se de uma zona rural, no interior da Beira Baixa, os cantares do grupo evocam as actividades agrícolas, como a colheita da azeitona, a monda, a ceifa e as vindimas. No entanto, o grupo não deixa de cantar ainda outros momentos da vida da aldeia, nomeadamente as festas do Natal e Ano Novo, o Entrudo, as romarias e, igualmente, as tradicionais danças de roda ou "Jogos".

Dirigido pelo maestro da Banda Filarmónica de Idanha-a-Nova, o grupo é constituído quase em exclusivo por mulheres, das mais diversas idades. Os únicos elementos masculinos são o tocador de viola e o de bandolim. A actuação é feita com as mulheres a acompanharem os cantares ao som do tradicional adufe.

O Grupo de Cantares de Aldeia de Santa Margarida tem actuado em diversos festivais de música tradicional organizados por ranchos folclóricos da região da Beira Baixa e não só. Tais actuações ajudam a divulgar melhor a riqueza e diversidade musical e etnofolclórica do concelho de Idanha-a-Nova e a procurar que as gerações vindouras não percam este pedaço de história e memória.

Trajes típicos[editar | editar código-fonte]

Os trajes usados pelos elementos do Grupo são cópias de trajes utilizados pela população na primeira metade do século XX. As vestes foram inspiradas no traje domingueiro, de trabalho e de Carnaval.

Traje domingueiro[editar | editar código-fonte]

O traje domingueiro era usado nos domingos e festas religiosas, sendo constituído por saiote branco com tira bordada, saia, blusa cintada com folho para fora da saia, lenço de pano fino e sapato rasteiro com atacador. Feito com cores vivas e alegres.

Traje de trabalho[editar | editar código-fonte]

O traje de trabalho é relativamente parecido ao de domingo, embora o seu pano seja mais grosseiro. As cores utilizadas na sua confecção são mais escuras, menos alegres, usando-se ainda um avental.

Traje de Carnaval[editar | editar código-fonte]

O traje de Carnaval é o fato mais vistoso de todos. A saia é de pregas e com barra ou fita ao fundo, blusa branca, avental e um colete com bordados de cores fortes e garridas.

Festival de Música Tradicional[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Festival de Música Tradicional

Trata-se de um eventol cultural e musical organizado, em conjunto, pela Comissão de Festas de Aldeia de Santa Margarida e pelo Grupo de Cantares de Aldeia de Santa Margarida. O Festival de Música Tradicional realizou-se pela primeira vez em 2005, a partir de uma ideia da Comissão de Festas desse ano. Por regra, tem-se realizado no primeiro fim-de-semana do mês de Junho de cada ano.

Algumas actuações[editar | editar código-fonte]

Instrumentos[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Grupo de Cantares de Aldeia de Santa Margarida