Guaibasauridae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaGuaibasauridae
Ocorrência: Triássico Superior
Guaibassauro no museu

Guaibassauro no museu
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Sauropodomorpha
Família: Guaibasauridae
Grupos

Guaibasauridae é uma família de primitivos dinossauros Saurischia, conhecidos a partir de restos fósseis do Triássico Superior no Brasil e na Argentina.

A composição exata e classificação de Guaibasauridae permanece incerta. A família foi originalmente definida por José Bonaparte e seus colegas em 1999 para conter um único gênero e espécie, Guaibassaurus candelariensis[1] . Quando um segundo exemplar de Guaibassauro) foi melhor descrito em 2007, tornou-se mais fácil compará-lo com outros Saurísquios, que muitas vezes são difíceis de classificar porque combinam características dos dois grupos principais Saurísquios, Terópoda e Sauropodomorpha. Bonaparte e seus colegas, com mais informações obtidas a partir desta segunda amostra, constatou que o gênero Saturnalia (o que é anatomicamente bastante semelhante ao Guaibassauro) também poderia ser atribuído à Guaibasauridae, apesar de não realizar uma análise filogenética ou definir como clado Guaibasauridae. Os pesquisadores também provisoriamente atribuíram o Agnosphitys a este mal compreendido gênero e família [2] .

Bonaparte e colaboradores (2007) constataram que os guaibasaurideos têm características em comum com os terópodas e que eles são sauropodomorfos primitivos (ou prossaurópodas. Segundo Bonaparte, é mais provável que seja um grupo muito basal da haste principal para sauropodomorfos, ou um grupo ancestral tanto de sauropodomorfos e terópodas. Além disso, os autores interpretam como evidência de que o ancestral comum das duas linhagens Saurischia são mais parecidos com terópodas do que prosauropodas[2] .

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Depois de Ezcurra (2010):[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Bonaparte, J.F., Ferigolo, J., and Ribeiro, A.M. (1999). "A new early Late Triassic saurischian dinosaur from Rio Grandedo Sul State, Brazil." Proceedings of the second Gondwanan Dinosaurs symposium. National Science Museum Monographs, Tokyo 15: p89–109.
  2. a b (2007) "A new specimen of Guaibasaurus candelariensis (basal Saurischia) from the Late Triassic Caturrita Formation of southern Brazil". Historical Biology 19 (1): 73–82. DOI:10.1080/08912960600866862.
  3. (2010) "A new early dinosaur (Saurischia: Sauropodomorpha) from the Late Triassic of Argentina: a reassessment of dinosaur origin and phylogeny". Journal of Systematic Palaeontology 8 (3): 371–425.