Guajará (Amazonas)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Guajará
Bandeira de Guajará
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Fundação 1979 (38 anos)
Emancipação 30 de dezembro de 1987 (29 anos)
Gentílico guajaraense
Prefeito(a) Ordean Gonzaga da Silva (PR)
(2017–2020)
Localização
Localização de Guajará
Localização de Guajará no Amazonas
Guajará está localizado em: Brasil
Guajará
Localização de Guajará no Brasil
07° 32' 45" S 72° 35' 02" O07° 32' 45" S 72° 35' 02" O
Unidade federativa  Amazonas
Mesorregião Sudoeste Amazonense IBGE/2008[1]
Microrregião Juruá IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Atalaia do Norte, Ipixuna, Cruzeiro do Sul (AC) e Mâncio Lima (AC)
Distância até a capital 1 487 km[2]
Características geográficas
Área 8 904,244 km² [3]
População 16 085 hab. (AM: 50º) –  estimativa populacional - IBGE/2016[4]
Densidade 1,81 hab./km²
Altitude 0 m[5]
Clima Não disponível
Fuso horário UTC-5
Indicadores
IDH-M 0,532 baixo PNUD/2010[6]
PIB R$ 93 230 mil IBGE/2013[7]
PIB per capita R$ 6 097,05 IBGE/2013[7]
Página oficial

Guajará é um município brasileiro do interior do estado do Amazonas, Região Norte do país. Pertencente à Microrregião do Juruá e Mesorregião do Sudoeste Amazonense, sua população estimada em 2016 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) era de 16 085 habitantes.[4]

História[editar | editar código-fonte]

O povoado de Guajará, resultante da antiga invasão do seringal do mesmo nome que pertencia à família Badarane e ocupava as extensões de terra do atual município, é elevado à condição de Vila em 1979. Oito anos mais tarde, é criado o município de Guajará, por força do Decreto-Lei nº 1.831. O primeiro prefeito do município foi eleito nas eleições municipais de 1988, assim como os nove vereadores da Câmara municipal do município.[8]

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município de Guajará possui uma área territorial com pouco mais 8.000,00 mil m² e localiza-se à margem esquerda do rio Juruá. Está aproximadamente 1600 quilômetros em linha reta da capital do Estado. Tem elo econômico com o município Cruzeiro do Sul no Acre, pelo fato de existir uma rodovia de 16 quilômetros que os une.

As principais atividades econômicas se baseiam na criação de gado bovino e na agricultura familiar. Não possui indústrias, o comércio local é fraco e a única instituição empregadora é a prefeitura.

Devido à enorme distância existente entre Guajará e Manaus, capital do estado, o município enfrenta muitos problemas, sendo a logística um dos principais, o que eleva os preços dos produtos industrializados que chegam ao município por via aérea, fluvial e pela estrada que liga Rio Branco a Cruzeiro do Sul.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. http://distanciacidades.com/calcular?from=Guajar%C3%A1+-+AM%2C+Brasil&to=Manaus+-+AM%2C+Brasil
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. a b «Estimativas da população residente no Brasil e Unidades da Federação com data de referência em 1º de julho de 2016» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 12 de setembro de 2016. Consultado em 12 de setembro de 2016 
  5. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). «Amazonas». Consultado em 2 de julho de 2011 
  6. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de agosto de 2013 
  7. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2010-2013». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 19 de dezembro de 2015 
  8. «CityBrazil - História do município de Guajará (AM)». City Brazil UOL. Consultado em 10 de janeiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]