Guarino Guarini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Guarino Guarini
Nascimento 17 de janeiro de 1624
Módena
Morte 6 de março de 1683 (59 anos)
Milão
Ocupação arquiteto, matemático, engenheiro
Obras destacadas Santuário da Consolata
Religião Igreja Católica

Camilo-Guarino Guarini (Módena, 7 de janeiro de 1624Milão, 6 de março de 1683) foi um arquiteto do Barroco italiano, ativo não só em Turim como também em outros locais como a Sicília, França e Portugal. Foi também escritor e matemático, além de monge.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Compendio della sfera celeste, 1675

Nascido em Módena, entrou para a ordem dos Teatinos em 1639, mudando para Roma. Em 1660 foi para Messina como professor de matemática e filosofia. Escreveu vários livros sobre matemática, tanto em latim como em italiano, como Euclides adauctus, um trabalho sobre geometria descritiva, e Placita Philosophica, defendendo o geocentrismo contra Copérnico e Galileu.

Desenhou um grande número de edifícios públicos e privados em Turim, incluindo o palácio do Duque de Savóia, o Palazzo Carignano, a igreja real de São Lourenço, a maior parte da capela do Santissima Sindone (que abriga o Sudário de Turim) e muitas outras obras em Módena, Messina, Verona, Viena, Praga, Lisboa e Paris.[2]


Na arquitetura, seus discípulos incluem Filippo Juvarra e Bernardo Vittone. Aparece também como tendo sido influenciado por Francesco Borromini.[3]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. James McQuillan (1 de julho de 2000). «Guarino Guarini». MacTutor. Consultado em 31 de março de 2021 
  2. Lawrence Gowing, ed., Biographical Encyclopedia of Artists, v.2 (Facts on File, 2005): 291.
  3. Meek, H.A. (1988). Guarino Guarini and his Architecture. Yale. pp. 6–11, 19. ISBN 0-300-04748-7.
  4. Kathleen Kuiper (2 de março de 2021). «Guarino Guarini». Enciclopédia Britannica. Consultado em 31 de março de 2021