Guernsey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bailiwick of Guernsey (inglês)
Bailliage de Guernesey (francês)

Bailiado de Guernesey / Guernsey
Bandeira
Brasão de armas
Bandeira Brasão de armas
Lema: não tem
Hino nacional: "God Save the Queen" (oficial)
"Sarnia Cherie" (oficial para ocasiões em que a distinção de hino seja necessária)

Localização  Guernesey

Localização
Capital Saint Peter Port
Língua oficial Inglês e Francês
Governo Dependência da Coroa Britânica
 - Duque da Normandia Isabel II do Reino Unido
 - Governador Peter Walker
 - Ministro-chefe Jonathan Le Tocq
História  
 - Separação da Normandia 1204 
 - Fim da ocupação alemã 9 de Maio de 1945 
Área  
 - Total 78 km² (223.º)
 - Água (%) 0
População  
 - Estimativa de 2007 65573 hab. (197.º)
 - Urbana  (n/a.º)
PIB (base PPC) Estimativa de 2003
 - Total US$ 2.59 mil milhões (176.º)
 - Per capita US$ 40000 (9.º)
Moeda Libra esterlina (GBP)
Fuso horário GMT (UTC+0)
 - Verão (DST) GMT+1 (UTC+1)
Cód. Internet .gg
Cód. telef. +44

Guernsey[1] [2] [3] [4] ou Guernesey[5] (raramente Guérnesei[6] ou Guernesei[6] ) é uma ilha e um bailiado no Canal da Mancha, dependência da Coroa Britânica que não faz parte do Reino Unido. Conjuntamente com o Bailiado de Jersey , forma as Ilhas do Canal. O Bailiado de Guernsey (Bailiwick of Guernsey, em inglês; Bailliage de Guernesey, em francês) está situado a norte da região francesa da Normandia, entre o Canal da Mancha e o Golfo de Saint-Malo ao sul, com 78 km² e 65 573 habitantes.

O bailiado de Guernsey divide-se em dois grupos de ilhas: o grupo principal inclui propriamente a ilha de Guernsey, ademais das ilhas de Sark, Herm, Brecqhou e Jethou; o grupo secundário, situado a nordeste, ao largo do cabo francês de La Hague, inclui as ilhas de Alderney e Burhou.

Os territórios vizinhos mais próximos de Guernsey são Jersey a sudeste, a França a oeste e a Inglaterra ao norte.

Subdivisões de Guernsey[editar | editar código-fonte]

Mapa de Guernsey, em língua guernésiais

Guernsey encontra-se dividida em 10 paróquias (parishes) que são:

Cultura[editar | editar código-fonte]

A cultura do bailiado de Guernsey, bem como da ilha com o mesmo nome, foi alimentada pelas tradições normandas incluindo a sua língua. Foi também influenciada pelas culturas da França (especialmente elementos normandos) e da Grã-Bretanha, à qual foram acrescentadas as contribuições das comunidades de imigrantes, como a portuguesa.

Curiosidade

Os Trabalhadores do Mar é a tradução portuguesa de Les Travailleurs de la mer, um romance de Victor Hugo, escritor francês, publicado em 1866. O livro é dedicado à Ilha de Guernsey, onde Hugo viveu 15 anos em exílio auto-infligido. A dedicatória diz:

Dedico este livro ao rochedo de hospitalidade e de liberdade, a este canto da velha terra normanda onde vive o nobre e pequeno povo do mar, à ilha de Guernesey (ou Guernsey), severa e branda, meu atual asilo, meu provável túmulo.

A história tem como protagonista um habitante de Guernsey de nome Gilliatt. [7]

Línguas[editar | editar código-fonte]

Passaporte de Guernsey

O inglês é a única língua falada pela maioria da população, enquanto o guernésiais, a língua normanda da ilha, é falado fluentemente por 2% da população (de acordo com o censo de 2001). No entanto, 14% da população reivindica que tem alguma compreensão da língua e aquela é ensinada em algumas poucas escolas da ilha. Até ao início do século XX o francês era a única língua oficial. Os nomes de família e local refletem essa herança linguística. A perda desta língua na ilha reflete uma anglicização significativa de sua cultura e de mentalidade, em parte provocada por um grande número de fiscais exilados da Inglaterra. O português é ensinado em algumas escolas e é falado por cerca de 2% da população.

Referências