Guerra Gaúcha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Com o nome de guerra gaucha conhece-se a luta de milícias e guerrilhas levado adiante no noroeste argentino e extremo sul de Bolívia, durante a Guerra de Independência Hispanoamericana (1809-1824), particularmente nas províncias de Jujuy e Salta, comandadas pelo general Martín Miguel de Güemes contra o exércitos realistas, durante o período compreendido entre 1814 e 1825. Isto é, que continuou após sua morte, sucedida em 1821.

Foi uma longa série de confrontos quase diários; em sua maioria, curtos tiroteios seguidos de retiradas. Nessas condições, umas forças pouco disciplinadas e mal equipadas, mas apoiadas pela população, podiam fazer muito dano a um exército regular de invasão.

A gesta militar ficaria registrada na história pelo escritor Leopoldo Lugones no livro chamado A Guerra Gaucha. Pela região em que se desenvolveu e suas características irregulares, a Guerra Gaucha está emparentada com a guerra de republiquetas, desenvolvida no Alto Peru (hoje Bolívia).

Fonte[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Leopoldo Lugones : La Guerra Gaucha (em espanhol)
  • Felipe Pigna: Mitos de la Historia Argentina 2 (em espanhol)
  • Mata, Sara Emilia, Los gauchos de Güemes, Ed. Sudamericana, Bs. As., 2008. ISBN 978-950-07-2933-8 (em espanhol)
  • Frías, Bernardo, Historia del General Martín Güemes y de la Provincia de Salta, o sea de la Independencia Argentina, Salta, 1971. (em espanhol)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]