Guerra Civil de Ruanda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Guerra civil ruandense)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guerra Civil de Ruanda
RwandaRoads.jpg
Data 1 de outubro de 1990 - 4 de agosto de 1993 (primeira fase)
7 de abril18 de julho de 1994 (segunda fase)
Local Ruanda
Desfecho Acordos de Arusha, início do Genocídio de Ruanda;
Vitória da FPR;
Combatentes
Rebeldes:

Rwandan Patriotic Front Flag.svg Frente Patriótica de Ruanda (FPR)

Governo:

Ruanda Forças Armadas de Ruanda (FAR)

Também:

Principais líderes
Rwandan Patriotic Front Flag.svg Fred Rwigema 
Rwandan Patriotic Front Flag.svg Peter Bayingana  
Rwandan Patriotic Front Flag.svg Paul Kagame
Ruanda Juvénal Habyarimana  
Ruanda Théoneste Bagosora
Ruanda Augustin Bizimungu
Forças
20 000 35 000
Vítimas
5 000 5 000

A Guerra Civil de Ruanda foi um conflito em Ruanda entre o governo do presidente Juvénal Habyarimana e os rebeldes da Frente Patriótica de Ruanda (FPR). O conflito começou no dia 2 de outubro de 1990, quando a FPR invadiu e aparentemente foi encerrada em 4 de agosto de 1993 com a assinatura dos Acordos de Arusha para criar uma partilha de poder do governo.

Apenas um ano após a conclusão do conflito, no entanto, o assassinato de Habyarimana e Ntaryamira em abril de 1994 provou ser o maior estimulo para o inicio do genocídio em Ruanda, o número de mortos frequentemente citados para o mesmo é de 800.000. O FPR reiniciou a sua ofensiva, e acabou assumindo o controle do país. O governo hutu no exílio, em seguida, passou a utilizar os campos de refugiados nos países vizinhos para desestabilizar o governo da FPR. Outros conflitos na região, que estão intimamente relacionados com a guerra civil em Ruanda e os conflitos entre hutus e tutsis, estão a Primeira Guerra do Congo (1996-1997), o que levou, por sua vez a Segunda Guerra do Congo (1998-2003), que envolveu uma forças hutus com o objetivo de recuperar o controle de Ruanda. Devido à forte correlação entre estes eventos e os posteriores (alguns dos quais estão ainda em andamento), algumas fontes dão datações diferentes para a guerra civil de Ruanda, ou mesmo a consideram como ainda não concluída.

Assim, enquanto a guerra civil oficialmente durou até 1993, a literatura de guerra afirma que terminou com a captura de Kigali pelo FPR em 1994 ou com o desmantelamento dos campos de refugiados em 1996, enquanto alguns consideram a presença de pequenos grupos de rebeldes na fronteira de Ruanda no sentido de que a guerra civil está em curso.

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências