Gui Lin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gui Lin Table tennis pictogram.svg
Informações pessoais
Nome completo Gui Lin
Modalidade tênis de mesa
Nascimento 1 de outubro de 1993 (23 anos)
Nanning, China
Nacionalidade China chinesa e Brasil brasileira
Clube SE Palmeiras
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Prata Toronto 2015 Individual
Prata Toronto 2015 Equipe

Gui Lin (Nanning, 1 de outubro de 1993)[1] é uma mesa-tenista de chinesa, radicada no Brasil. Em 2012 naturalizou-se brasileira.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Alguns de seus melhores resultados foram a 1ª colocação em duplas no Aberto Jovem de Veneza (2011) e a 3ª colocação no Aberto Jovem de Veneza e no Aberto Jovem do Rio (2011). Foi escolhida pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) para integrar a Seleção Brasileira que disputou os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Foi considerada a terceira melhor brasileira no ranking mundial à época dos Jogos, além de ser considerada pela CBTM como uma das principais apostas de medalha no esporte nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. Seu técnico é Hugo Hoyama.[2]

Recentemente a atleta assumiu o namoro com o jogador de futebol do Corinthians, Chen Zhizhao. [3][4]

Toronto 2015[editar | editar código-fonte]

Nos Jogos Pan-Americanos de 2015 integrou a Seleção Feminina de Tênis de Mesa, juntamente com Caroline Kumahara e Ligia Silva,[5] conquistando a medalha de prata, ao serem derrotadas pela seleção estadunidense.[6]

Referências

  1. Time Brasil Atletas - Gui Lin. Acessado em 15/7/2012.
  2. «"Paizão" Hugo Hoyama leva meninas à prata inédita no tênis de mesa». Globo Esporte. 21 de julho de 2015. Consultado em 22 de julho de 2015 
  3. Extra Esporte - Chinesa de nascimento Gui Lin vai representar tênis de mesa do Brasil nas Olimpíadas de Londres. Acessado em 15/7/2012.
  4. A Tarde Brasil convoca chinesa naturalizada para tênis de mesa. Acesso em 15/7/2012.
  5. «Seleção feminina de tênis de mesa vai à semi e busca medalha inédita». Clic RBS. 20 de julho de 2015. Consultado em 22 de julho de 2015 
  6. «No tênis de mesa, Brasil masculino garante ouro e feminino a prata». Terra. 21 de julho de 2015. Consultado em 22 de julho de 2015 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]