Guido Guinizelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guido Guinizelli
Nascimento 1230
Bolonha
Morte 1276 (46 anos)
Monselice
Alma mater Universidade de Bolonha
Ocupação poeta, escritor

Guido Guinizelli (c. 1230-1276), nascido em Bolonha, na atual Emilia-Romagna, norte da Itália, foi um poeta italiano e "fundador" do Dolce Stil Novo. Ele foi o primeiro a escrever neste novo estilo de escrita poética e, portanto, é considerado o fundador ipso facto.[1][2]

O famoso poeta florentino Dante Alighieri considerava-se um discípulo de Guinizelli:

...quand 'io odo nomar sé stesso il padre
mio e de altri miei miglior che mai
rime d'amor usando dolci e leggiadre...
(Purgatorio, XXVI 97-98).

Os principais temas do Dolce Stil Novo podem ser encontrados no livro de Guinizelli: a beleza angélica das mulheres amadas, a comparação da nobreza ao sol e o uso desenfreado de topoi como cor gentil e Amore.

A poesia de Guinizelli pode ser brevemente descrita como uma conciliação entre o amor divino e o amor terreno com profunda introspecção <psicológica.ref name="Krstovic" />[2] Suas obras principais são Al cor gentil rempaira sempre Amore (Dentro do coração gentil habita Amor), que Peter Dronke considera "talvez a canção de amor mais influente do século XIII" (Dronke 1965, 57), assim como Io vogli [o] del ver a mia donna laudare e Vedut'ho la lucente stella Diana.[3]

Ele morreu em Monselice, perto de Pádua.

Referências

  1. Krstovic, Jelena O; Gellert, Elisabeth (2002). Classical and Medieval Literature Criticism. 49. Detroit, Mich.: Gale Group. ISBN 0-7876-5158-3. OCLC 644696767 
  2. a b «Guido Guinizelli». Criticism > Classical and Medieval Literature Criticism. eNotes 
  3. See Paolo Borsa, La nuova poesia di Guido Guinizelli, Fiesole, Cadmo, 2007. ISBN 978-88-7923-363-7

Ligações externas[editar | editar código-fonte]