Guilherme, Duque de Sudermânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guilherme da Suécia
Príncipe da Suécia
Duque de Sudermânia
Cônjuge Maria Pavlovna da Rússia
Descendência [[Leonardo Bernadotte]] Leonardo, Conde de Wisborg.
Nascimento 17 de junho de 1884
  Palácio de Tullgarn, Trosa, Suécia
Morte 5 de junho de 1965 (80 anos)
  Castelo de Stenhammer, Suécia
Pai Gustavo V da Suécia
Mãe Vitória de Baden

Guilherme da Suécia e da Noruega (Carlos Guilherme Luís), (17 de junho de 1884 - 5 de junho de 1965) foi um duque de Sudermânia e príncipe da Suécia e Noruega.[1]

Família[editar | editar código-fonte]

Guilherme era o segundo filho do rei Gustavo V da Suécia e da princesa Vitória de Baden. Os seus avós paternos eram o rei Óscar II da Suécia e a princesa Sofia de Nassau. Os seus avós maternos eram o grão-duque Frederico I de Baden e a princesa Luísa da Prússia. O seu único tio materno era o kaiser Frederico I da Alemanha, casado com a princesa real Vitória do Reino Unido, filha mais velha da rainha Vitória.[2]

Casamento[editar | editar código-fonte]

Guilherme com a esposa, Maria e o filho Leonardo

No dia 3 de maio de 1908, Guilherme casou-se em Czarskoe Selo com a grã-duquesa Maria Pavlovna da Rússia, filha do grão-duque Paulo Alexandrovich da Rússia e da princesa Alexandra da Grécia e Dinamarca.

Guilherme e Maria só tiveram um filho, o príncipe Leonardo da Suécia (1909-2004), duque de Esmolândia e conde Bernadotte de Wisborg. Na sua autobiografia, Leonardo conta como o seu avô Gustavo insistia que os criados tratassem a grã-duquesa Maria por Sua Alteza Imperial, algo que desagradava a Guilherme, que era tratado apenas por Sua Alteza Real. O casamento foi infeliz. Maria afirmou mais tarde que o seu marido era homossexual, embora essa informação nunca tenha sido confirmada. O casal divorciou-se em 1914 e Guilherme nunca mais se voltou a casar, embora mantivesse uma relação de longa data em privado com Jeanne de Tramcourt desde o ano do seu divórcio até 1952.

Últimos anos[editar | editar código-fonte]

Em 1904, Guilherme foi nomeado Cavaleiro do Leão Norueguês pelo seu avô Óscar II. Era também um reconhecido fotografo e autor de vários livros.[3][4]

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Guilherme da Suécia em três gerações
Guilherme da Suécia Pai:
Gustavo V da Suécia
Avô paterno:
Óscar II da Suécia
Bisavô paterno:
Óscar I da Suécia
Bisavó paterna:
Josefina de Leuchtenberg
Avó paterna:
Sofia de Nassau
Bisavô paterno:
Guilherme, Duque de Nassau
Bisavó paterna:
Paulina de Württemberg
Mãe:
Vitória de Baden
Avô materno:
Frederico I de Baden
Bisavô materno:
Leopoldo I de Baden
Bisavó materna:
Sofia da Suécia
Avó materna:
Luísa da Prússia
Bisavô materno:
Guilherme I da Alemanha
Bisavó materna:
Augusta de Saxe-Weimar-Eisenach

Referências

  1. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm (2001). «Wilhelm». Norstedts första svenska ordbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts ordbok. p. 748. 793 páginas. ISBN 91-7227-186-8 
  2. The Peerage
  3. Amerika från estraden 1928
  4. Känner du landet 1950
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Guilherme, Duque de Sudermânia