Guilherme III da Aquitânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guilherme III da Aquitânia
Duque da Aquitânia
Conde de Poitiers e Auvérnia
Escudo do Brasão de armas do Ducado da Aquitânia
Nome completo
Guilherme III da Aquitânia
Nascimento 915
Morte 3 de abril de 963 (48 anos)
Pai Ebles Manzer
Mãe Emiliana

Guilherme III da Aquitânia [1] "o Cabeça de Estopa" (915 - 3 de abril de 963) foi duque da Aquitânia de 959 até 962 a sua morte, foi também conde de Poitiers (como Guilherme I) a partir de 935 e Conde de Auvérnia, a partir de 950.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Teve como principais apoiantes do longo dos anos que esteve á frente dos destinos dos seus territórios, Adémar de Chabannes, Dudo de Saint-Quentin, e Guilherme de Jumièges

Guilherme foi filho de Ebles Manzer e Emiliana, nascido em Poitiers actualmente uma cidade localizada no centro-oeste da França às margens do Rio Clain. O nome da cidade é derivado do romano Pictávio, o que acredita-se ser derivado da tribo celta que habitava a região, os pictões.

Tomou posse do Ducado da Aquitânia após a morte do pai, mas a chancelaria real não lhe reconheceria o título ducal até ao último ano antes de sua morte.

Pouco depois da morte do rei Raul I de França, em 936, foi obrigado a perder algum território a favor de Hugo, o Grande por ordem de Luís IV de França. Guilherme aceitou a determinação que lhe foi imposta, no entanto o seu relacionamento com Hugo viria rapidamente a ficar deteriorado.

Após a morte de Hugo, seu filho Hugo Capeto foi nomeado duque de Aquitânia, apesar de nunca tomar posse do feudo.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Ebles Manzer[2] (c. 870 - 935) e Emiliana

Foi casado com Adélia da Normandia, filha de Rollo da Normandia (c. 860 - 932) e de Popa de Bayeux, de quem teve: [3][4]

  1. Adelaide da Aquitânia (c. 945 ou 952 - 1004) [5] foi casada com Hugo Capeto (93824 de Outubro de 996)
  2. Guilherme IV da Aquitânia (c. 935 - 963) casado com Emma de Blois (? - c. 940), filha de Teobaldo I de Blois, Conde de Blois e Luitgarda de Vermandois, filha de Herberto II de Vermandois
  3. N da Aquitânia (c. 950 -?) casada com Gilberto I de Roucy e de Reims (951 - 990)

Referências

  1. Sa généalogie sur le site Medieval Lands
  2. Acredita-se que a mãe de Ebles era de origem hebreia, enquanto que o apelido Manzer é mais uma forma derivada de mamzer, que em hebreu significa “bastardo”.
  3. La Descendance Capétienne (em francês), recenseamento de todos os descendentes de Hugo Capeto até aos nossos dias
  4. Reis da dinastia capetiana de França (em inglês)
  5. Genealogia dos Capetianos (em inglês)