Guilherme de Marcillat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Deposição da Cruz"

Guilherme de Marcillat (em francês: Guillaume de Marcillat; c. 14701529 (59 anos)) foi um pintor e vitralista francês do final do século XV e início do século XVI.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Guilherme nasceu em La Châtre, Indre, por volta de 1470 e já estava em Roma em 1509, quando foi empregado pelos papas Júlio II e Leão X para trabalhar no Vaticano e em Santa Maria del Popolo, onde, em duas janelas do coro, estão suas obras sobreviventes mais antigas. Em 1515, foi convocado pelo cardeal Silvio Passerini a Cortona, onde fundou uma oficina para produzir os vitrais para a catedral de Santa Maria delle Grazie al Calcinaio. Em 1519, Guilherme estava em Arezzo, onde foi o responsável pelos vitrais da da catedral e da Basílica de São Francisco. São dele também os afrescos da Catedral de Arezzo.

Guilherme morreu em Arezzo em 1529.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Guilherme de Marcillat
  • Henry, Tom, "Centro e Periferia": Guillaume de Marcillat and the Modernisation of Taste in the Cathedral of Arezzo", Artibus et Historiae, Vol. 15, No. 29 (1994), 55-83.
  • Vasari, Giorgio, Le Vite delle più eccellenti pittori, scultori, ed architettori, many editions and translations.