Guilherme, Grão-Duque Herdeiro de Luxemburgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2016).
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Guilherme
Grão-Duque Herdeiro do Luxemburgo
 
Cônjuge Stéphanie de Lannoy
Casa Nassau-Weilburg
Nome completo
Guilherme João José Maria
Nascimento 11 de novembro de 1981 (37 anos)
  Luxemburgo, Luxemburgo
Pai Henrique de Luxemburgo
Mãe Maria Teresa de Luxemburgo
Brasão

Guilherme João José Maria (em francês: Guillaume Jean Joseph Marie; Luxemburgo, 11 de novembro de 1981) é o herdeiro aparente do trono luxemburguês desde a ascensão do seu pai em 2004.

Primeiros anos de vida[editar | editar código-fonte]

Guilherme nasceu na Maternidade Grã-duquesa Charlotte, no Luxemburgo, e é o filho mais velho do Grão-duque Henrique e da sua mulher, a Grã-duquesa Maria Teresa, nascida em Cuba. Tem quatro irmãos mais novos, os príncipes Félix, Luís, Alexandra e Sebastião. Os seus padrinhos são os príncipes Maria Astrid e Guilherme de Luxemburgo. O próprio grão-duque herdeiro é padrinho do seu irmão mais novo, o príncipe Sebastião, do seu primo, o príncipe Paul Louis de Nassau, dos príncipes Emanuel da Bélgica e Ariana dos Países Baixos e do seu sobrinho, o príncipe Noé de Nassau.

Educação[editar | editar código-fonte]

Primeira educação[editar | editar código-fonte]

O seu percurso escolar começou pela escola primária local em Lorentzweiler e posteriormente passou pelo Liceu Robert-Schuman, no Luxemburgo, pelos internatos de Beau Soleil e do Instituto Le Rosey, ambos na Suíça, bem como pela Real Academia Militar de Sandhurst, em Camberley, Inglaterra.

Ensino superior[editar | editar código-fonte]

Ele começou seus estudos superiores no Reino Unido, país onde frequentou as universidades de Durham e de Brunel. Em 2006, entrou no Institut Philanthropos em Friburgo, na Suíça, onde passou um ano a estudar filosofia e antropologia. Posteriormente, estudou letras e ciências políticas no Institut Albert-le-Grand, em Angers, tendo recebido o seu diploma de bacharelato, com honra, em 2009. O diploma foi-lhe concedido pela Université d'Angers, através de uma parceria entre as duas escolas.

Pós-graduação[editar | editar código-fonte]

Em meados de 2018 foi anunciado que Guilherme e sua esposa se mudariam para Londres onde ele cursaria uma pós-graduação no Royal College of Defense Studies (RCDS). [1]

Grão-duque herdeiro[editar | editar código-fonte]

Guilherme tem sido herdeiro aparente ao trono do Luxemburgo desde 2004, ano em que o seu pai, Henrique, se tornou grão-duque. Se ele suceder a Henrique, como previsto, reinará como Guilherme V. A sua principal função, desde 2001, é Presidente Honorário do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Luxemburgo. Antigamente, era ativo na Fundação Kraizberg, uma instituição de caridade para deficientes.

Guilherme representou o Luxemburgo no batizado do príncipe Cristiano da Dinamarca em janeiro de 2006, no aniversário da rainha Sônia da Noruega em julho de 2007 e depois em setembro desse ano, durante as celebrações do 40.º aniversário do então herdeiro aparente ao trono holandês, agora Rei Guilherme Alexandre dos Países Baixos.

A 23 de maio de 2017, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis, de Portugal, por ocasião da visita do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa ao Luxemburgo.[2]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

A sua relação amorosa mais escrutinada pela mídia foi com a norueguesa Pia Haraldsen, então enteada de Karl Otto Haraldsen, sobrinho da rainha Sônia da Noruega. Os dois conheceram-se em 2001, no casamento de Haakon, Príncipe Herdeiro da Noruega com Mette-Marit Tjessem Høiby e começaram a namorar em 2002. A relação terminou um ano depois.

Aquando do seu 30.º aniversário, o grão-duque herdeiro deu entrevistas nas quais referiu que tem uma relação com uma "querida senhorita", que então já durava há mais de um ano, mas insistiu na ideia de que os dois precisavam de mais tempo para elaborarem o seu possível futuro como casal.

Noivado[editar | editar código-fonte]

A 26 de abril de 2012, o palácio anunciou o noivado do grão-duque herdeiro e da nobre Stéphanie de Lannoy, uma condessa belga.

O casamento civil teve lugar no dia 19 de outubro de 2012, tendo a cerimónia religiosa sido realizada no dia seguinte.

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • 11 de novembro de 1981 – 28 de julho de 1986: Sua Alteza Real o príncipe Guilherme do Luxemburgo, Príncipe de Nassau, Príncipe de Bourbon-Parma
  • 28 de julho de 1986 – 18 de dezembro de 2000: Sua Alteza Real o príncipe Guilherme do Luxemburgo, Príncipe de Nassau
  • 18 de dezembro de 2000 – presente: Sua Alteza Real o Grão-duque Herdeiro do Luxemburgo

O título completo é: "Sua Alteza Real Guillaume, Grão-duque Herdeiro do Luxemburgo, Príncipe Herdeiro de Nassau, Príncipe de Bourbon-Parma."

Referências

  1. «Descubre qué pareja real se muda a Londres». HOLA USA (em inglês). 24 de junho de 2018. Consultado em 26 de abril de 2019 
  2. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Grão-Duque Guillaume Jean Joseph Marie". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 27 de outubro de 2017 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Guilherme, Grão-Duque Herdeiro de Luxemburgo