Guillermo Ochoa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Guillermo Ochoa
Guillermo Ochoa
Ochoa pela Seleção Mexicana na Copa do Mundo FIFA de 2018.
Informações pessoais
Nome completo Francisco Guillermo Ochoa Magaña
Data de nasc. 13 de julho de 1985 (37 anos)
Local de nasc. Guadalajara, México
Nacionalidade mexicano
Altura 1,83 m[1]
destro
Apelido Memo, François Memé,
El Muro de la Andaluzia
Informações profissionais
Clube atual Salernitana
Número 13
Posição Goleiro
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2004–2011
2011–2014
2014–2017
2016–2017
2017–2019
2019–2022
2023–
América
AC Ajaccio
Málaga
Granada (emp.)
Standard de Liège
América
Salernitana
0291 0000(0)
0116 0000(0)
0019 0000(0)
0039 0000(0)
0086 0000(0)
0127 0000(0)
0002 0000(0)
Seleção nacional3
2004–2021
2005–
México Sub-23
México
0012 0000(0)
0135 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 8 de janeiro de 2023.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 1 de dezembro de 2022.

Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Tóquio 2020 Equipe

Francisco Guillermo Ochoa Magaña (Guadalajara, 13 de julho de 1985) é um futebolista mexicano que atua como goleiro. Atualmente defende a Salernitana.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

América[editar | editar código-fonte]

Ochoa foi revelado no América onde atuou entre 2004 e 2011, sendo um dos principais destaques do clube.

Em 2011, esteve muito perto de fechar com o PSG, mas a transferência não se decretou após o goleiro ser flagrado em um exame antidoping junto com outros quatro jogadores mexicanos durante jogos da Copa Ouro.[2] O caso foi esclarecido meses depois, comprovando que os atletas tinham consumido uma carne contaminada.

Ajaccio[editar | editar código-fonte]

Após o fracasso na negociação com o PSG, o atleta acabou indo para o clube francês AC Ajaccio. Em 8 de julho de 2011, foi confirmada a contratação do Ochoa, assinando contrato de três anos com o AC Ajaccio.[3] Sua estreia foi em um amistoso contra o Bordeaux em que a equipa perdeu por 2 a 1.

Guillermo Ochoa deixou o Ajaccio em 19 de maio de 2014, após o clube ser rebaixado para a segunda divisão francesa e o qual defendeu por três temporadas. Ele realizou mais de 400 defesas, 112 partidas na liga.[4]

Málaga[editar | editar código-fonte]

Em 1 de agosto de 2014 assinou contrato por três temporadas com o Málaga.[5] Ochoa estreou pelo Málaga no empate da Copa do Rei contra o La Coruña, em 3 de zembro de 2014.[6] Já em 5 de março de 2016 estreou-se num jogo da Liga, entrando aos 38 minutos no lugar do lesionado Carlos Kameni, no jogo 3 a 3 frente ao La Coruña em Riazor.[7]

Ochoa deixou o Málaga após duas épocas com os brancos, fez 11 jogos em La Liga e 8 da Copa del Rey onde sofreu 19 gols.[8]

Granada[editar | editar código-fonte]

Em 22 de Julho de 2016, o Granada anunciou que havia adquirido Ochoa por um empréstimo de uma temporada. Guillermo Ochoa estreia no empate entre Granada 1 a 1 Villarreal na La Liga Espanhola 2016-17.[9]

Em sua única temporada pelo Granada, Ochoa e Geronimo Rulli, foram os únicos dois jogadores da La Liga a completar todos os 38 jogos. Embora Ochoa tenha sofrido 82 gols na temporada e mantido apenas três jogos sem sofrer golos, ele também fez 163 defesas, o melhor da liga. Ochoa foi eleito o melhor jogador da campanha 2016-17 pelos torcedores do clube e doou o prêmio em dinheiro para a fundação do clube.[10]

Standard de Liège[editar | editar código-fonte]

Em 2017, Ochoa foi contratado pelo Standard de Liège, recebendo surpreendentemente a camisa 8.[11] Em 16 de julho de 2017, ele fez sua estreia em jogo contra o Lens em um amistoso que começou com uma vitória por 2 a 0.

Ele foi eleito o jogador da temporada 2018-2019 pelos torcedores do Standard de Liège.[12] Ochoa encerrou sua passagem pelo Standard Liege, instituição com quem participou de 78 jogos em duas temporadas disputadas.[13]

Retorno ao América[editar | editar código-fonte]

Em 6 de agosto de 2019, Ochoa foi anunciado no America.[14]

Em 9 de abril de 2022, Ochoa foi homenageado por seus 400 jogos na Liga MX defendendo a camisa e o gol do América, recebendo o reconhecimento antes da partida contra o Juárez, O goleiro das águias recebeu uma camisa especial em moldura com o número de sua histórica marca nas costas.[15]

Salernitana[editar | editar código-fonte]

Em 23 de dezembro de 2022, Guillermo Ochoa assinou contrato de seis meses com a Salernitana e defenderá a equipe italiana até o final da temporada 2022/23.[16]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Como parte da seleção sub-23 do México, Ochoa participou das Olimpíadas de 2004.[17]

Estreou pela Seleção Mexicana principal em 14 de dezembro de 2005, em partida contra a Hungria, que terminou 2 a 0 em favor dos mexicanos.

Copa do Mundo 2006[editar | editar código-fonte]

Com 20 anos, ele foi chamado pelo ex-treinador do México Ricardo La Volpe para a Copa do Mundo FIFA de 2006 como o terceiro goleiro. Após a Copa do Mundo o novo treinador Hugo Sánchez convocou Guillermo Ochoa como reserva ou até como titular do México. Ochoa também participou da Copa Ouro da CONCACAF 2007 e da Copa América 2007.

Copa do Mundo 2014[editar | editar código-fonte]

Obteve a titularidade da seleção pouco antes da Copa do Mundo FIFA de 2014 e destacou-se pela segurança exibida sob as traves, especialmente após ajudar a manter o placar em 0 a 0 na partida contra o Brasil com várias boas defesas.[18]

Ochoa bloqueou um chute de Paulinho, se esticou para defender dois chutes de Neymar e rebateu cabeçada de Thiago Silva no fim. Acabou eleito o melhor em campo pela Fifa[19][20]

Em 29 de junho, Ochoa voltou a ter grande atuação com duas grandes defesas, mas desta vez não conseguiu impedir os dois gols no fim da Holanda contra o México, que só havia sofrido um gol na Copa.[21]

Copa das Confederações 2017[editar | editar código-fonte]

Na Copa das Confederações FIFA de 2017, mesmo perdendo a disputa de terceiro contra Portugal Ochoa foi eleito melhor jogador da partida, em que chegou a defender um pênalti.[22]

Copa Ouro 2021[editar | editar código-fonte]

Ochoa participou de sua quinta Copa Ouro em 2021, se tornando o mexicano com mais aparições no continental norte-americano,[23] e o título da Copa Ouro da CONCACAF de 2021, sendo eleito sendo melhor goleiro do torneio, foi seu quarto campeonato.[24] Em 2021, foi um dos três jogadores acima de 23 anos convocados pelo México para os Jogos Olímpicos em Tóquio,[25] conquistando a medalha de bronze.[26]

Copa do Mundo 2018[editar | editar código-fonte]

Foi novamente goleiro titular na Copa do Mundo FIFA de 2018, onde suas 25 defesas em 4 partidas só foram superadas pelo belga Thibaut Courtois, que conseguiu 27 em 7.[27] A atuação mais importante foi na estreia com a Alemanha, onde suas 9 defesas mantiveram a última campeã em branco, com o México vencendo por 1 a 0.[28]

Em 2 de julho, o Brasil teve muitas dificuldades para eliminar o México nas oitavas de final da Copa de 2018. A seleção brasileira avançou para as quartas após uma suada vitória por 2 a 0, porque Ochoa fez grandes defesas, colocando muitas dificuldades para o ataque do Brasil.[29]

Copa do Mundo 2022[editar | editar código-fonte]

Em 22 de novembro, no Estádio 974, Ochoa defendeu um pênalti de Robert Lewandowski e segurou o empate por 0 x 0, em jogo válido pela primeira rodada do grupo C. Ochoa chegou a seu nono jogo de Copa ele também se tornou mais um recordista de Copas jogadas, com cinco junto com Antonio Carbajal, Lothar Matthäus, Gianluigi Buffon, Rafael Márquez, Cristiano Ronaldo, Messi e Andrés Guardado.[30] [31]

Títulos[editar | editar código-fonte]

América do México
Standard Liège
Seleção Mexicana

Títulos individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Perfil de Francisco Guillermo Ochoa Magaña». Consultado em 21 de Junho de 2012 
  2. «Fã de Ceni, carrasco de Neymar e fora do PSG por doping: conheça o 'goleiro bissexto' que tenta segurar o Brasil». ESPN.com. 1 de julho de 2018. Consultado em 31 de janeiro de 2019 
  3. «Ochoa ficha por el Ajaccio» (em espanhol). Deportes Terra. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  4. «Após três temporadas, goleiro da seleção mexicana deixa o Ajaccio». ESPN. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  5. «El guardameta internacional mexicano Guillermo Ochoa Gaviria se convierte en nuevo jugador del Málaga CF» (em espanhol). Sítio oficial Málaga CF. 1 de agosto de 2014 
  6. «El Deportivo y el Málaga empatan en un duelo triste» (em espanhol). rtve. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  7. «Deportivo La Coruña 3-3 Málaga» (em inglês). ESPN. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  8. «'Memo' Ochoa deja el Málaga CF con destino al Granada CF» (em espanhol). malagacf. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  9. «Guillermo Ochoa debuta con empate Granada 1-1 Villarreal en la Liga Española 2016-17» (em espanhol). fulbox. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  10. «Mexico goalkeeper Guillermo Ochoa thanks Granada fans» (em inglês). ESPN. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  11. «Ochoa au Standard de Liège (off.)» (em francês). sport. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  12. «Standard: Guillermo Ochoa a été récompensé avec le trophée du meilleur joueur rouche de la saison» (em francês). sudinfo. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  13. «Oficial: Guillermo Ochoa regresa al América» (em espanhol). ESPN. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  14. «Guillermo Ochoa regresa al América» (em espanhol). fdradio. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  15. «Memo Ochoa es galardonado por sumar 400 partidos con el América» (em espanhol). Marca. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  16. «Guillermo Ochoa, do México, é apresentado na Salernitana». GE. Consultado em 23 de dezembro de 2022 
  17. Evans, Hilary; Gjerde, Arild; Heijmans, Jeroen; Mallon, Bill; et al. «Elenco MEX'04 na Sports Reference». Sports Reference LLC (em inglês). Olympics em Sports-Reference.com. Consultado em 20 de junho de 2015. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2016 
  18. «Titular às vésperas da Copa, Ochoa se valoriza após queda e busca novo time». GE. 18 de junho de 2014 
  19. «Ochoa segura ataque brasileiro e garante ponto mexicano em Fortaleza». Sidrolandia News. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  20. «As melhores defesas da Copa do Mundo 2014». Manual do homem moderno. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  21. «Holanda vence muralha Ochoa com gols no fim e elimina México». Terra. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  22. «Ochoa after Confederations Cup: "I feel proud of my team"». 3 de julho de 2017 
  23. Flores Aldana, Omar (15 de junho de 2019). «Memo Ochoa impone récord de participaciones en Copa Oro». ESPN Deportes (em espanhol) 
  24. «2019 Concacaf Gold Cup Golden Glove». goldcup.org. 7 de julho de 2019. Consultado em 8 de julho de 2019. Arquivado do original em 8 de julho de 2019 
  25. «Guillermo Ochoa to lead the Mexico Olympic team in Tokyo» 
  26. México vence Japão e fica com o bronze no futebol masculino nas OIimpíadas
  27. «2018 FIFA World Cup Russia™ - FIFA.com». www.fifa.com. Consultado em 25 de julho de 2018 
  28. «Mexico takes over World Cup with 1-0 victory over reigning champion Germany». Los Angeles Times. Consultado em 17 de junho de 2018 
  29. «Ochoa volta a brilhar contra o Brasil, mas desta vez não evita derrota». UOL. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  30. «Muralha em Copas, Ochoa pega pênalti e segura o zero em México e Polônia». correiobraziliense. Consultado em 22 de novembro de 2022 
  31. «Ochoa aumenta história em Copas após pênalti de Lewandowski: "A vida me deu esse momento"». GE. Consultado em 22 de novembro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Guillermo Ochoa