Guita Júnior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Francisco Xavier Guita Júnior
Pseudónimo(s) Guita Jr.
Nascimento 14 de março de 1964 (53 anos)
Inhambane, Moçambique
Nacionalidade moçambicano
Ocupação Poeta
Prémios Prémio FUNDAC Rui de Noronha – Revelação (1999)
Prémio de Poesia TDM – Telecomunicações de Moçambique (2001)

Francisco Xavier Guita Júnior (Inhambane, 14 de março de 1964) é um poeta moçambicano.[1]

Criou o jornal literário Xiphefo, publicado a partir de 1987, tendo reunido os autores moçambicanos da sua geração, marcados pela Guerra Civil Moçambicana.[2] Publicou em 1997 o seu primeiro livro, O Agora e o Depois das Coisas. Ganhou o Prémio FUNDAC Rui de Noronha - Revelação (1999) e o Prémio de Poesia TDM - Telecomunicações de Moçambique (2001).[3]

Em 2006, reuniu num volume único (Os Aromas Essenciais) os poemas publicados anteriormente em Da Vontade de Partir e Rescaldo. A obra foi publicada também em espanhol, em 2010.[4]

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • 1997 - O Agora e o Depois das Coisas
  • 2000 - Da Vontade de Partir
  • 2001 - Rescaldo
  • 2006 - Os Aromas Essenciais

Referências

  1. Pereira, Carlos Pinto (org). Do Rovuma ao Maputo. Antologia de Autores Africanos. [S.l.: s.n.] p. 114 
  2. Moraes, Viviane Mendes de (Julho de 2011). «Ode aos Infaustos: Breve Análise da Poética de Guita Jr. Presente em Rescaldo» (PDF). Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mulemba. 1 (4): 103-119 
  3. «Guita Júnior». Portal da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim. Consultado em 27 de setembro de 2016 
  4. Júnior, Francisco Xavier Guita (2010). Los aromas esenciales (em espanhol). Tegueste: Baile del Sol. ISBN 9788492528738 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um poeta ou uma poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.