Gunma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Província de Gunma (群馬県, Gunma-ken?) é uma província do Japão localizada no canto nordeste da região de Kanto, na ilha de Honshu.[1] Sua capital é Maebashi.[2]


Província de Gunma
(群馬県)
Mapa
Mapa do Japão com Gunma destacado
Informação
Capital Maebashi
Região Kanto
Ilha Honshu
Área 6 363,16 km² (21.º)
 - % água 0,2%
População (2000)
 - Total 2 024 820 (19.º)
 - Densidade populacional 318 hab/km²
Distritos 12
Municípios 70
ISO 3166-2 JP-10
Website www.pref.gunma.jp/
index_e.htm
Símbolos
Flor Azálea japonesa (Rhododendron japonicum)
Árvore Pinheiro negro japonês (Pinus thunbergii)
Ave Faisão-de-cobre
(Phasianus soemmerringii)
Mapa da Província de Gunma
Vista aérea da capital Maebashi

História[editar | editar código-fonte]

Os restos de um homem paleolítico foram encontrados em Iwajuku, Gunma, no começo do século XX, existindo um museu público no lugar.

Não existiam cavalos no Japão até por volta do século V. A antiga província de Gunma era o centro de criação de cavalos e atividades comerciais para os novos imigrantes que vieram de fora do país. A chegada dos cavalos coincide com o grande processo de imigração do continente. A partir desse momento, o cavalo tornou-se uma peça importante na estratégia militar japonesa, rapidamente substituindo a antiga tradição Yayoi de lutar a pé.

Quando o Monte Haruna teve sua erupção no final do século VI, o Japão ainda estava na fase pré-histórica (antes da adoção do sistema de escrita chinês durante o Período Nara). A unidade de arqueologia da província de Gunma, em 1994, conseguiu datar a erupção através da antropologia zoológica nos currais que foram queimados pela lava.

No passado, Gunma era unida com a província de Tochigi e se chamava Província de Kenu. Mais tarde, foi dividida em Kami-tsu-ke (Kenu de cima, Gunma) e Shimo-tsu-ke (Kenu de baixo, Tochigi). A região às vezes é chamada de Jomo (上毛, Jōmō?). Durante a maior parte da história japonesa, Gunma era conhecida como a província de Kōzuke.[3]

No começo do período de contato entre as nações ocidentais e o Japão, principalmente no final do Período Tokugawa, a província era chamada pelos estrangeiros de os Estados Joushu. Era possível ler essas palavras em prédios públicos, templos e santuários.

As primeiras fábricas de seda foram construídas com a ajuda de italianos e franceses, em Annaka, na década de 1870.

No começo do Período Meiji, no que foi chamado de Incidente de Gunma de 1884, uma luta sangrenta entre os defensores dos ideais democráticos ocidentais e os conservadores defensores do modelo nacionalista prussiano aconteceu em Gunma e na vizinha Nagano. O moderno exército japonês, armados com os novos rifles construídos no Japão, atirou em fazendeiros. Esses fazendeiros de Gunma são considerados as primeiras vítimas do rifle Murata.

No século XX, o pioneiro da aviação japonês Nakajima Chikushi, de Oizumi, Gunma, fundou a Companhia de Aviação de Nakajima. No começo, ele produziu principalmente modelos licenciados de países estrangeiros, mas depois começou a produzir caças totalmente japoneses como o Nakajima 91 em 1931. Sua empresa tornou-se uma líder mundial em design aeronáutico e produção de aeronaves, com sua sede em Ota, Gunma. A fábrica hoje produz automóveis Subaru e outros produtos sobre o nome de Indústrias Pesadas Fuji.

Na década de 1930, o arquiteto alemão Bruno Julius Florian Taut (4 de maio de 1880, Königsberg, Alemanha – 24 de dezembro de 1938, Istambul) viveu parte de sua vida e conduziu pesquisas em Takasaki, Gunma.

O Incidente de Girard, que abalou as relações nipo-americanas na década de 1950, ocorreu em Gunma, em 1957, na Base de Somogahara, perto de Shibukawa.

Quatro ex-primeiros ministros são de Gunma: Takeo Fukuda, Yasuhiro Nakasone, Keizo Obuchi, e Yasuo Fukuda, o filho de Takeo.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Uma das únicas oito províncias sem aceso ao mar, Gunma é a província mais a noroeste da planície de Kanto. Com exceção das regiões centrais e no sudeste, onde a maior parte da população está concentrada, seu terreno é montanhoso. Ao norte estão as províncias de Niigata e Fukushima, enquanto que a leste encontra-se a província de Tochigi. Ao oeste localiza-se a província de Nagano e ao sul a província de Saitama.

Algumas das maiores montanhas em Gunma são os Montes Akagi, Haruna, Myogi, Nikko-Shirane e Asama, que localiza-se na fronteira com Nagano. As três primeiras são conhecidas como as "Três Montanhas de Jomo", que também aparecem em cenas de corrida do anime e mangá Initial D. Os maiores rios são o Tone, Agatsuma e Karasu.

Clima[editar | editar código-fonte]

Como Gunma situa-se no interior do Japão, a diferença de temperatura no verão comparada com o inverno é grande, e há menos precipitações. Isso ocorre devido ao kara-kaze ("vento vazio"), um vento forte e seco que ocorre no inverno quando a neve cai no litoral de Niigata. O vento carregando as nuvens com a neve são obstruídas pela Cadeia de Montanhas de Echigo, onde também neva, apesar de seus altos picos não deixarem o vento passar por eles. Por essa razão, o vento muda para o kara-kaze.

  • Clima em Maebashi
    • Precipitação anual média: 1 163 mm
    • Temperatura media annual: 14,2 graus Celsius

Cidades[editar | editar código-fonte]

Em negrito, a capital da prefeitura.

Distritos[editar | editar código-fonte]

Economia[editar | editar código-fonte]

As indústrias modernas de Gunma incluem os equipamentos de transporte e equipamentos elétricos, e estão concentrados em volta de Maebashi e na região oriental perto de Tóquio. As indústrias mais tradicionais são a sericultura e a agricultura. Os principais produtos agrícolas da província são os repolhos. Além disso, a cidade de Ota é famosa pela indústria automobilística, principalmente por sediar a fábrica da Subaru.


Cultura[editar | editar código-fonte]

Monte Myogi

Gunma tem um jogo de cartas tradicionais chamado Jomo Karuta (上毛かるた?). Crianças e idosos podem jogá-lo.

Mitsuru Adachi, um dos mais famosos desenhistas de mangá, autor de "Touch" e "H2", nasceu em Gunma.

A terra natal de Fujiwara Takumi, protagonista da série de mangá e anime Initial D é de Gunma.

Em Gunma, encontram-se duas das quatro "Rodovias Melódicas", que são sulcos cavados no chão que emitem sons rítmicos quando carros passam por cima. A vibração é transimida através dos pneus para o corpo do carro.[4] [5] Consiste em 2 559 sulcos cortados em um trecho de 175 metros de estrada. Quando um carro passa a mais de 50 km/h, produz uma canção chamada "Memórias do Verão".

Turismo[editar | editar código-fonte]

Monte Haruna

Muitos lugares de Gunma são famosos por suas fontes de águas termais (onsen). Outro atrativo da região montanhosa de Gunma são as estações de esqui.

Outros pontos turísticos são:

Símbolos provinciais[editar | editar código-fonte]

O símbolo da província consiste do primeiro kanji da palavra 'Gunma' cercado por três montanhas estilizadas simbolizando as três montanhas mais importantes da província: Monte Haruna, Monte Akagi e Monte Myogi.

Para fins de publicidade, o governo da província também usa a Yuma-chan, um pequeno desenho de um cavalo vestindo um chapéu verde. Ele é usado em cartazes promocionais, banners e outos materiais impressos. Outras agências e empresas formal ou informalmente usam variações do desenho quando fazem sinais ou avisos em construções, ruas ou em notícias públicas.

Referências

  1. Nussbaum, Louis-Frédéric. (2005). "Gumma-ken" em Japan Encyclopedia, p. 267 (em inglês); "Kantō" em Japan Encyclopedia, p. 479 (em inglês)
  2. Nussbaum, "Maebashi" em Japan Encyclopedia, p. 600 (em inglês).
  3. Nussbaum, "Provinces and prefectures" em Japan Encyclopedia, page=470 (em inglês).
  4. Bobbie Johnson (13 de novembro de 2007). Japan's melody roads play music as you drive (em inglês). The Guardian pp. 19.
  5. Noise Addicts (29 September 2008). Your car as a musical instrument - Melody Roads (em inglês).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of Japan.svg   Este artigo é um esboço sobre Geografia da província de Gunma. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Província de Gunma
Cidades
An'naka | Fujioka | Isesaki | Kiryu | Maebashi (Capital) | Midori | Numata | Ōta | Shibukawa | Takasaki | Tatebayashi | Tomioka
Distritos
Agatsuma | Gunma | Kanra | Kitagunma | Oura | Sawa | Seta | Tano | Tone