Gunnlaugs saga ormstungu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Saga de Gunnlaug Língua-de-Cobra
Gunnlaugs saga ormstunga
GunnlaugAndHelga.jpg
Gunnlaugr and Helga the Fair meeting de Charles Fairfax Murray
Idioma Nórdico Antigo
País  Islândia
Assunto História de dois poetas islandeses, e sua competição pelo amor de Helga
Gênero Saga islandesa
Localização espacial Islândia
Lançamento Séc. XIII
Cronologia
Saga de Egil Skallagrimsson

Gunnlaugs saga ormstungu ou a Saga de Gunnlaug Língua-de-Cobra é uma das Sagas islandesas. Composta no final do século XIII, está preservada completamente em um manuscrito mais recente. Contém 25 versos de poesia escáldica atribuídas aos personagens principais. É uma importante obra tanto para a literatura islandesa como para a norueguesa.

A saga relata a história de dois poetas islandeses, Gunnlaugr ormstunga e Hrafn Önundarson, e sua competição pelo amor de Helga, neta de Egil Skallagrímsson. A história se inicia com um sonho profético de duas águias que combatem por um cisne, que prefigura o triângulo amoroso da história. A narrativa segue então Gunnlaug, descrevendo sua ambiciosa carreira como poeta da corte de vários reis escandinavos e das ilhas britânicas. Ele inicialmente combate Hrafn em verso e apenas depois em batalha aberta.

A saga tem similaridades com outras sagas de poetas anteriores, como Kormáks saga e Bjarnar saga, mas é mais refinada e elegante, com forte caracterização e impacto emocional.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Hansen, Anne Mette et al. (2005). The Book As Artefact : Text And Border. Rodopi. ISBN 90-420-1888-7
  • Poole, Russell (2001). Skaldsagas: Text, Vocation, and Desire in the Icelandic Sagas of Poets. Walter de Gruyter. ISBN 3-11-016970-3
  • "The Saga of Gunnlaug Serpent-Tongue" translated by Katrina C. Attwood in The Sagas of Icelanders edited by Örnólfur Thorsson (2001), pp. 558-94. Penguin Books. ISBN 0-14-100003-1

Ligações externas[editar | editar código-fonte]