Gustav Mützel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gustav Mützel
Nascimento 7 dezembro 1839
Berlim
Morte 29 outubro 1893
Berlim
Cidadania Alemanha
Ocupação pintor

Gustav Ludwig Heinrich Mützel (7 de Dezembro de 1839 – 29 de Outubro de 1893) foi um artista alemão que ganhou reconhecimento através de suas pinturas de pássaros e mamíferos.[1]

Filho do pintor Heinrich Mützel e de Luise Pauline Friedrichs, Gustav fez ensino médio em uma escola francesa que residia na Alemanha. Aos 18 anos, ele começou a estudar na Academy of Art e se tornou um seguidor do pintor Eduard Daege.

Aos 26 anos - no dia 1 de Novembro de 1865 -, Mützel casou com Anna Schönherr em Berlim e teve seus filhos Hans, Walter e Gertrud. Se tornou fotógrafo oficialmente quando morava em Königsberg. Em 1870, teve que se mudar para Berlim para acompanhar os desenvolvimentos da indústria da fotografia.

Mützel começou a fazer ilustrações após a Guerra Franco-Prussiana. Algumas de suas pinturas estiveram na segunda edição de Thierleben, um livro de Alfred Edmund Brehm’s e no livro The Royal Natural History, de Richard Lydekker’s.

Uma das ilustrações mais famosas do pintor foi a ilustração de um chimpanzé, onde ele adiciona uma nota para esclarecer que fez o desenho através da observação direta do comportamento do animal, e não por fotografias ou ilustrações.[2]

A curiosidade de Mützel o levou a participar da Sociedade Alemã de Ornitologia -onde contribuiu com diversas ilustrações-, da Sociedade Germânica de Antropologia, Etnologia e Pré-História e da Associação dos artistas de Berlim.[3] De pouco em pouco, o pintor foi ganhando reconhecimento por seus estudos e ilustrações, e foi premiado como membro honorário do The Nießen'sche Choral Society.

Gustav Mützel faleceu no dia 29 de Outubro de 1893, com 54 anos, em sua casa, por uma doença cardíaca e problemas renais. O pintor foi enterrado em um cemitério em Mariendorf, Berlim.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Mützel, Gustav (Nordic Authors)». runeberg.org. Consultado em 21 de setembro de 2017 
  2. Allen, Harry (2006). «Authorship and ownership in Blandowski's Australien in 142 Photographischen Abbildungen» (PDF). Australasian Historical Archaeology. Consultado em 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. Landsberg, Hannelore e Marie. «Wilhelm Von Blandowski's Inheritance in Berlin». Museum für Naturkunde, Berlin. Consultado em 2017  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • Friedrich von Boetticher: Malerwerke des 19. Jahrhunderts. Ein Beitrag zur Kunstgeschichte. Schmidt & Günther, Leipzig 1941 (Repr. d. Ausg. Dresden 1891–1901)
  • Hauffe, Klös: Der Tierillustrator Gustav Mützel. In: Bongo. Zoo-Report Berlin. 26. Jg. (1996), S. 29–46.
  • Theodor Kutschmann: Geschichte der deutschen Illustration vom ersten Auftreten des Formschnittes bis auf die Gegenwart. Verlag Jäger, Goslar 1899 (2 Bde.)
  • J. Müller: Gustav Mützel. Eine biographische Skizze (Nachruf). In: Der Zoologische Garten. 34. Jg. (1893), November, S. 321–328.
  • Karl Ruß: Gustav Mützel (Nachruf). In: Die gefiederte Welt. 22. Jg. 1893, S. 494–495.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.