Gustavo, Duque da Uplândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gustavo
Duque da Uplândia
Duque da Uplândia
Reinado 18 de junho de 1827
a 24 de setembro de 1852
Sucessor Sigvard, Duque da Uplândia
 
Nascimento 18 de junho de 1827
  Palácio Real de Haga, Solna, Reino da Suécia
Morte 24 de setembro de 1852 (25 anos)
  Palácio de Cristiania, Cristiania, Noruega
Sepultado em Igreja de Riddarholmen, Estocolmo, Suécia
Nome completo Francisco Gustavo Óscar
Casa Bernadotte
Pai Óscar I da Suécia
Mãe Josefina de Leuchtenberg
Ocupação Compositor
Religião Luteranismo Sueco
Brasão

Francisco Gustavo Óscar (Solna, 18 de junho de 1827Cristiania, 24 de setembro de 1852) foi o segundo filho do rei Óscar I da Suécia com sua esposa Josefina de Leuchtenberg, sendo também um conhecido compositor municical em sua época.

Nascido no Palácio de Haga, Gustavo era o segundo filho dos então príncipes herdeiros da Suécia. Estudou nas universidades de Uppsala e de Cristiania, demonstrando grande interesse pela história de seu país e pela arte. Em 1850, depois ter ingressado no exército, obteve o posto de tenente-coronel. Foi chanceler da Real Academia Sueca de Arte. Sua paixão artística, entretanto, passou do desenho ao campo da música. Suas composições mais populares na Suécia são: Studentsången (a canção do estudante), Vårsång (canção de primavera) e obras para quarteto com letra de Herman Sätherberg. Gustavo escreveu também marchas e outras obras para piano.

Realizou várias viagens entre a Suécia e a Noruega. Em fevereiro de 1851, adquiriu de seu pai o Palácio de Stjernsund, perto de Askersund, onde passou várias temporadas. Em 1852, visitou a Noruega pela última vez. Ficou enfermo subitamente e faleceu no Palácio Real de Oslo, em setembro daquele ano, aos vinte e cinco anos de idade.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.