Gustavo Gómez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gustavo Gómez
Gustavo Gómez
Gustavo Gómez com o Palmeiras em 2018.
Informações pessoais
Nome completo Gustavo Raúl Gómez Portillo
Data de nasc. 6 de maio de 1993 (28 anos)
Local de nasc. San Juan Bautista, Paraguai
Nacionalidade paraguaio
Altura 1,85 m
destro
Apelido El Mariscal
El Espartano[1]
Informações profissionais
Clube atual Palmeiras
Número 15
Posição zagueiro
Clubes de juventude
–2011 Libertad
Clubes profissionais
Anos Clubes
2011–2014
2014–2016
2016–2020
2018–2020
2020–
Libertad
Lanús
Milan
Palmeiras (emp.)
Palmeiras
Seleção nacional
2010
2012–2013
2013–
Paraguai Sub-17
Paraguai Sub-20
Paraguai

Gustavo Raúl Gómez Portillo, mais conhecido como Gustavo Gómez (San Juan Bautista, 6 de maio de 1993), é um futebolista paraguaio que atua como zagueiro.[2] Atualmente joga pelo Palmeiras e a seleção Paraguaia.

Casado com Betiana Jazmín Torres, onde tem dois filhos: Piaia Constanza e Lucca Emmanuel.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Aos 15 anos, Gómez iniciou a carreira atuando de volante no Club 31 de Julio de San Ignacio, comandado pelo ex-jogador de futebol Carlos Guirland. Em 2009 tornou-se campeão nacional jogando pela equipe.

Libertad[editar | editar código-fonte]

Gómez fez sua estreia no futebol profissional em 1 de maio de 2011, com a camisa do Libertad, no empate por 0 a 0 em casa contra o Tacuary; entrando aos 75 minutos no lugar de Rodrigo Alborno em partida válida pelo Apertura de 2011. Em 2012, ele adquiriu uma maior participação no time que sagrou-se campeão do Clausura de 2012. No segundo semestre de 2013, conseguiu se consolidar como titular absoluto, devido às suas boas atuações, como na Copa Sul-Americana de 2013, onde anotou 2 gols, um diante do Sport Recife e outro frente ao Lanús, competição na qual o Libertad chegou às semifinais. Em 2014, foi peça fundamental na equipe de Gumarelo que conquistou o titulo do Apertura de 2014, onde marcou 3 gols.

Lanús[editar | editar código-fonte]

No segundo semestre de 2014, Gómez foi para o Lanús, onde conseguiu se firmar como um dos pilares da defesa, voltando a se destacar e se tornando uma peça-chave na conquista do Campeonato Argentino de 2016, ostentando a defesa menos vazada da competição.

Milan[editar | editar código-fonte]

Em 2016, devido às suas grandes atuações, tanto em Clubes quanto na Seleção, Gómez foi comprado pelo Milan no valor de 8 milhões de euros, tornando-se o primeiro paraguaio a assinar pelo clube milanês. No dia 23 de dezembro de 2016, conquistou seu único troféu com a camisa rossonera, ao vencer a Juventus na decisão da Supercopa da Itália de 2016 nos pênaltis, em partida realizada na cidade de Doha, no Catar.

Em 11 de julho de 2017, Gómez anotou seu primeiro gol pela equipe, na vitória por 4 a 0 contra o FC Lugano. Em 23 de novembro, joga sua primeira partida da Europa League, na vitória em casa por 5 a 1 contra o Áustria Viena. No dia 9 de maio de 2018, embora ele não tenha entrado em campo, o Milan perdeu para a Juventus pelo placar de 4 a 0 na final da Copa da Itália de 2017–18.

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

No dia 31 de julho de 2018, foi emprestado ao Palmeiras até a metade de 2019.[3] Na chegada ao Alviverde, o paraguaio optou pela camisa 15, com a qual se identifica desde os tempos de Libertad. A escolha foi também uma homenagem ao defensor argentino Diego Barisone, seu companheiro no Lanús. Barisone, que usava a 15 na equipe portenha, morreu em julho de 2015, aos 26 anos, após se envolver em um acidente de carro. Estreou com a camisa do Verdão no dia 12 de agosto, em partida contra o Vasco da Gama, válida pelo Campeonato Brasileiro de 2018, no Allianz Parque, onde o clube paulista triunfou por 1 a 0.[4]

Fez seu primeiro gol com a camisa do Palmeiras contra o Cruzeiro cobrando pênalti, no dia 30 de setembro de 2018, dando a vitória de 3 a 1,[5] e apenas uma semana depois, fez um dos gols da vitória diante do São Paulo, ajudando a equipe a quebrar um tabu de 16 anos sem ganhar do rival no Morumbi.[6]

No dia 25 de novembro de 2018, Gómez se sagrou campeão brasileiro com o clube, fazendo parte da defesa menos vazada do torneio, com 26 gols sofridos em 38 jogos.[7]

No dia 4 de julho de 2019, renovou seu contrato de empréstimo com o Palmeiras até janeiro de 2020.[8]

Em 28 de julho de 2020, após longa negociação, Gómez renovou seu contrato com o Palmeiras, assinando em definitivo até junho de 2024.[9]

Em 2 de dezembro de 2020, na partida contra o Delfín pela Copa Libertadores, chegou à marca de 100 jogos pelo Palmeiras.[10]

Em 30 de janeiro de 2021, em meio à pandemia de covid-19, como zagueiro titular e capitão da equipe, ajudou a levar o Palmeiras ao bicampeonato da Copa Libertadores da América, após vitória por 1 a 0 na final contra o Santos, disputada em jogo único, no Estádio do Maracanã. O segundo título do Palmeiras na Libertadores veio 21 anos após a conquista de 1999, com a equipe realizando a melhor campanha da competição.[11]

Em agosto, seu contrato, que iria até junho de 2024, foi estendido por seis meses, até dezembro.[12]

Seleção Paraguaia[editar | editar código-fonte]

Aos 14 anos, Gómez foi convocado pela primeira vez para a Seleção Paraguaia Sub-17. Aos 15, passou a ser chamado também para a Seleção Sub-20 do país. E, aos 17, foi levado à África do Sul pelo técnico Tata Martino para servir de sparring da Seleção principal durante a Copa do Mundo de 2010.

Participou do Campeonato Sul-Americano Sub-20 de 2011 e do Sul-Americano Sub-20 de 2013, terminando como vice-campeão em 2013. Esteve também na Copa do Mundo Sub-20 de 2013.

Foi convocado pela primeira vez para a Seleção principal do Paraguai no amistoso contra a Alemanha em agosto de 2013. Sua estreia aconteceu contra a Bolívia em 6 de setembro de 2013, com 20 anos de idade. Nesse jogo, ele marcou seu primeiro gol pela Seleção, na vitória por 4 a 0. Foi convocado para a Copa América Centenário de 2016, assim como na Copa América de 2019, onde foi o capitão da Seleção.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Palmeiras
Milan
Lanús
Libertad
Seleção Paraguaia Sub-20

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Al Espartano Gómez igual le seduce el fútbol brasileño». d10.ultimahora.com (em espanhol). D10 Última Hora. Consultado em 9 de maio de 2021 
  2. «Gustavo Gómez, do Palmeiras, se destaca entre os zagueiros das Eliminatórias; veja números - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 7 de junho de 2021 
  3. «Palmeiras se acerta com o Milan, e Gustavo Gómez chega ao Verdão por empréstimo». Consultado em 1 de agosto de 2018 
  4. Gazeta Esportiva (12 de agosto de 2018). «Deyverson marca e Palmeiras vence o Vasco na estreia de Felipão no Allianz». Consultado em 18 de setembro de 2019 
  5. CBF (30 de setembro de 2018). «PALMEIRAS VENCE O CRUZEIRO E ASSUME A LIDERANÇA DO BRASILEIRÃO». Consultado em 18 de setembro de 2019 
  6. Correio do Povo (6 de outubro de 2018). «Palmeiras quebra tabu no Morumbi, bate São Paulo e abre vantagem na liderança». Consultado em 18 de setembro de 2019 
  7. Sociedade Esportiva Palmeiras (4 de dezembro de 2018). «Verdão quebra recordes históricos coletivos e individuais em 2018; confira dados». Consultado em 18 de setembro de 2019 
  8. FOX Sports (4 de julho de 2019). «Gustavo Gómez volta ao Palmeiras sob novo empréstimo do Milan». Consultado em 17 de agosto de 2019 
  9. «Palmeiras registra renovação de contrato de Gustavo Gómez». Globo Esporte. 28 de julho de 2020. Consultado em 28 de julho de 2020 
  10. «GÓMEZ CELEBRA MARCA DE 100 JOGOS E PROJETA REENCONTRO COM LIBERTAD: 'JOGO ESPECIAL'». Palmeiras. 6 de dezembro de 2020. Consultado em 19 de agosto de 2021 
  11. «Obsessão é verde! Palmeiras vence o Santos e conquista o bi da Libertadores». GloboEsporte.com. 30 de janeiro de 2021. Consultado em 6 de fevereiro de 2021 
  12. «Palmeiras aumenta contrato de Gustavo Gómez por mais seis meses; entenda o motivo». Globo Esporte. 19 de agosto de 2021. Consultado em 19 de agosto de 2021 
  13. Albirroja sub 20 cierra exitosa gira en Perú
  14. El capitán de la #Albirroja Sub 20, Gustavo Gómez, levanta el trofeo al campeón de la "Copa Ciudad de Arequipa"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]