Gustavo Prandini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Este artigo foi proposto para eliminação por consenso. Você é encorajado a melhorá-lo(a), mas não remova este aviso, o que seria considerado vandalismo.

Dê a sua opinião e caso ela seja transformada numa votação após uma semana, vote (se tiver direito a voto) na discussão.

Se aprovada, a eliminação ocorrerá a partir de 30 de junho.

Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde dezembro de 2011).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

Gustavo Henrique Prandini de Assis (Pedro Leopoldo, 17 de fevereiro de 1977), mais conhecido simplesmente por Gustavo Prandini, é um advogado e político brasileiro ex filiado ao Partido Verde (PV).[1][2] Ele foi eleito prefeito de João Monlevade nas eleições municipais no Brasil em 2008 e cumpriu o mandato de 2009 até 2012, conforme consta no site da Prefeitura, vide http://www.pmjm.mg.gov.br/gestao-prefeitos/.

Biografia

Bacharelado em Direito - Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Turma de dezembro de 1999. 2- Teologia - Centro de Formação de Agentes de Pastoral, BH. Turma dezembro de 1999. 3- No ano de 2002 participou do Curso EMPRETEC do SEBRAE/MG, com formação em empreendedorismo. 4- Ainda em 2002 participou especializou-se em gestão de cooperativas com o curso "FORMACOOP", fornecido pelo SESCOOP/MG. 5- Em 2015 concluiu a especialização em "Gestão Pública Municipal" pela UFJF.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Desde os 15 anos participou de atividades e movimentos sociais e comunitários, tais como encontro de jovens da Igreja Católica e Pastorais, tendo em 1998 sido um dos três escolhidos para representar a Arquidiocese de Belo Horizonte no 01º Encontro Nacional de Evangelizadores Leigos, promovido pela CNBB em Campinas.

No ano 2000 foi um dos fundadores, em Belo Horizonte, do Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania, mais conhecido como Centro de Defesa da Cidadania de Minas Gerais, organização não governamental voltada para o atendimento jurídico gratuito à população de baixa renda. A associação continua em atividade em Belo Horizonte.

Em 2001, retornou a João Monlevade, onde instalou seu escritório de advocacia.

Já em 2002, fundou o Partido Verde de João Monlevade, do qual foi o presidente por sete anos. Em 2004, nas eleições municipais, disputou uma das 10 vagas para Vereador e foi o 5º candidato mais votado da cidade, com 1118 votos, não se elegendo em virtude da coligação não ter atingido o quociente eleitoral.

Sua militância política junto aos movimentos sociais de base e seu destaque como advogado em defesa de interesses coletivos marcaram sua atividade na cidade, tendo prestado serviço voluntário, ajudando a fundar ou sendo assessor jurídico de várias entidades não governamentais:

  • Associação Popular de Educação e Cultura (APEC)
  • Associação dos Usuários do Transporte Coletivo (AUTCOM)
  • Associação Comunitária de Radiodifusão de João Monlevade, rádio comunitária FM.
  • Associação do Portadores de Deficiência de João Monlevade (ACINPODE)
  • Associação Comunitária de Crédito de João Monlevade (BANPOPE).
  • Comitê Monlevadense de Combate à Corrupção
  • Associação Monlevadense dos Produtores da Agricultura Familiar - AMPAF
  • Associação dos Produtores Familiares do Bairro Santa Cecília - João Monlevade.

Em 2005 e 2006 atuou também como assessor Jurídico da Câmara Municipal do Município de São Domingos do Prata.

Foi candidato a deputado federal em 2006 pelo Partido Verde, obtendo 20.069 votos, tendo sido o oitavo candidato mais votado do partido em Minas.

De 2007 a 2010 ocupou o cargo de Secretário Estadual da Juventude do Partido Verde de Minas Gerais.

Em 2008 elegeu-se a prefeito de João Monlevade com 16.016 pela coligação PV/PT/PRB/PSL/PC do B, exercendo seu mandato seu primeiro mandato até 31 de dezembro de 2012.

O Governo caracterizou-se pela participação popular, transparência e modernização administrativa, implantação da Controladoria Interna, obtenção de investimentos do Governo Federal nas área de saneamento, meio ambiente, Educação e Saúde.

Uma das grandes realizações do Governo Prandini foi a obtenção de recursos para a construção da ETE do bairro Cruzeiro Celeste (já construída) e da ETE do bairro Carneirinhos (em andamento). Projetos que são um marco ambiental para a cidade.

Referências

  1. Fernando Rodrigues (2008). «Gustavo Prandini (2008)». Uol. Consultado em 17 de setembro de 2011 
  2. Cidade Mais (3 de outubro de 2006). «Prandini faz avaliação da campanha». Consultado em 17 de setembro de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.