Gymnostachys

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaGymnostachys
Gymnostachys anceps.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: Angiosperms
Clado: Monocots
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Alismatales
Família: Araceae
Subfamília: Gymnostachydoideae
Bogner & Nicolson
Género: Gymnostachys
R.Br.
Espécie: G. anceps
Nome binomial
Gymnostachys anceps
R.Br.[1]
Sinónimos[1]

Gymnostachys é um género de plantas com flor pertencente à subfamília Gymnostachydoideae da família Araceae. A subfamília e o género são monotípicos, contendo apenas a espécie Gymnostachys anceps.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Gymnostachys é um género monotípico de plantas monocotiledóneas da família Araceae cuja única espécie conhecida é Gymnostachys anceps, conhecida na sua região de distribuição natural pelos nomes comuns de settler's twine ou boorgay. A espécie tem a sua distribuição natural restrita às florestas tropicais húmidas e às matas de eucaliptos mais húmidas do leste dos estados de New South Wales e Queensland, na Austrália.[2][3]

O género Gymnostachys foi segregado para a sua própria subfamília, a subfamília Gymnostachydoideae, devido às suas características únicas, que incluem um escapo floral de estrutura pouco usual e folhas lineares com venação paralelinérvea.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Gymnostachys. Australian Plant Name Index (APNI), Integrated Botanical Information System (IBIS) database (listing by % wildcard matching of all taxa relevant to Australia). Centre for Plant Biodiversity Research, Australian Government. Consultado em 20 de novembro de 2013 
  2. New South Wales Flora Online: Gymnostachys anceps by A. Hay, Royal Botanic Gardens & Domain Trust, Sydney, Australia.
  3. Hyland, B. P. M.; Whiffin, T.; Zich, F. A.; et al. (Dec 2010). "Factsheet – Gymnostachys anceps". Australian Tropical Rainforest Plants. Edition 6.1, online version [RFK 6.1]. Cairns, Australia: Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (CSIRO), through its Division of Plant Industry; the Centre for Australian National Biodiversity Research; the Australian Tropical Herbarium, James Cook University. Retrieved 20 Nov 2013.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Mayo, S.J., Bogner, J., and Boyce, J.C. (1998) The genera of Araceae project, Acta Botanica Yunnanica.
  • Bown, Deni (2000). Aroids: Plants of the Arum Family [ILLUSTRATED]. Timber Press. ISBN 0-88192-485-7

Ligações externas[editar | editar código-fonte]