Hélio Turco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Hélio Turco
Informação geral
Nome completo Hélio Rodrigues Neves
Nascimento 15 de novembro de 1935 (86 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileira
Gênero(s) samba
Ocupação(ões) compositor

Hélio Rodrigues Neves, popularmente conhecido como Hélio Turco (Rio de Janeiro, 15 de novembro de 1935), é um artesão, sambista e compositor brasileiro. Baluarte e Presidente de honra da Estação Primeira de Mangueira.[1][2] É o maior vencedor de samba-enredo na Mangueira.[3]

Nascido no bairro carioca do Grajaú, mudou-se para o Morro da Mangueira aos seis meses de idade. Confeccionava pipas e balões.[4]

Em 1957 ingressou na Ala dos Compositores da Estação Primeira de Mangueira.[4] Em 1959, ganhou pela primeira vez o concurso de sambas-enredo com "Brasil através dos tempos", parceria com Pelado e Cícero dos Santos. Seu samba embalou o campeonato da Mangueira em 1960 e o bicampeonato em 1961. Turco ganhou a disputa de samba-enredo em 1963, 1964, 1965, 1968, 1969 e 1971. Depois de 13 sem compor, Turco foi autor do samba Yes, Nós Temos Braguinha, que rendeu o supercampeonato para a Mangueira em 1984. Venceu também em 1985, 1988, 1990, 1991 e 1992.[2]

Ao todo venceu 16 vezes o concurso de sambas-enredo na Mangueira, fora duas outras vitórias na Mangueira do Amanhã, o que o colocam como o o maior compositor em número de vitórias em concursos de sambas-enredo.

Seu samba sobre o centenário da Abolição, “100 anos de liberdade, realidade ou ilusão” foi escolhido como o melhor samba-enredo do século XX.[3]

Em 2021, tornou-se presidente de honra da Mangueira, sucedendo Nelson Sargento.[1][5]

Referências

  1. a b «Hélio Turco é o novo presidente de honra da Mangueira». Carnavalesco. Consultado em 21 de junho de 2021 
  2. a b «Biografia de Hélio Turco». Dicionário MPB. Consultado em 21 de junho de 2021 
  3. a b «Três poetas do samba-enredo: compositores que fizeram a história do carnaval». Cobogó. Consultado em 21 de junho de 2021 
  4. a b «My Friend, o maior vencedor de sambas da Mangueira». Brasil, festas e folias. Consultado em 21 de junho de 2021 
  5. «Novo presidente de honra da Mangueira, Hélio Turco revela: 'Ainda estou meio atônito'». O Dia. Consultado em 23 de junho de 2021