HD 119921

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
z Centauri
Dados observacionais (J2000)
Constelação Centaurus
Asc. reta 13h 46m 56,4s[1]
Declinação -36° 15′ 07,0″[1]
Magnitude aparente 5,147[1]
Características
Tipo espectral A0V[1]
Cor (B-V) -0,010[1]
Astrometria
Velocidade radial -9,8 km/s[1]
Mov. próprio (AR) -13,29 mas/a[2]
Mov. próprio (DEC) -11,12 mas/a[2]
Paralaxe 7,7881 ± 0,2382 mas[2]
Distância 419 ± 13 anos-luz
128 ± 4 pc
Magnitude absoluta -0,4
Detalhes
Massa 2,84[3] M
Luminosidade 125,24[4] L
Temperatura 8801[4]
10069[3] K
Rotação v sin i = 435 km/s[5]
Idade 251 milhões[3] de anos
Outras denominações
z Centauri, CD-35 8995, FK5 3091, HR 5174, HD 119921, HIP 67244, SAO 204835.[1]
HD 119921
Centaurus constellation map.png

HD 119921 (z Centauri) é uma estrela na constelação de Centaurus. Com uma magnitude aparente visual de 5,15,[1] é visível a olho nu em locais com pouca poluição luminosa. Medições de paralaxe indicam que está a uma distância de aproximadamente 420 anos-luz (128 parsecs) da Terra.[1]

Esta é uma estrela de classe A da sequência principal com um tipo espectral de A0V.[1] Tem uma massa de 2,84 vezes a massa solar e uma idade estimada em 250 milhões de anos.[3] Está irradiando 125 vezes a luminosidade solar de sua fotosfera a uma temperatura efetiva de 8 800 K.[4] Está girando com uma velocidade de rotação projetada muito alta de 435 km/s.[5] Não possui estrelas companheiras conhecidas.[6]

O espectro de HD 119921 apresenta linhas de absorção anormais dos íons C IV e Si IV. A origem interestelar dessas linhas foi descartada, já que elas se movem junto com as linhas da estrela, o que indica que HD 119921 possui alguma anomalia intrínseca. Já foi sugerido que ela pode ser uma estrela em concha.[5][7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j «SIMBAD query result - z Cen». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 19 de maio de 2017 
  2. a b c Gaia Collaboration: Brown, A. G. A.; Vallenari, A.; Prusti, T.; de Bruijne, J. H. J.; et al. (2018). «Gaia Data Release 2. Summary of the contents and survey properties». Astronomy & Astrophysics. 616: A1, 22 pp. Bibcode:2018A&A...616A...1G. arXiv:1804.09365Acessível livremente. doi:10.1051/0004-6361/201833051.  Catálogo Vizier
  3. a b c d Grosbol, P. J. (junho de 1978). «Space velocities and ages of nearby early-type stars». Astronomy and Astrophysics Supplement Series. 32: 409-421. Bibcode:1978A&AS...32..409G 
  4. a b c McDonald, I.; Zijlstra, A. A.; Boyer, M. L. (novembro de 2012). «Fundamental parameters and infrared excesses of Hipparcos stars». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 427 (1): 343-357. Bibcode:2012MNRAS.427..343M. doi:10.1111/j.1365-2966.2012.21873.x 
  5. a b c Molaro, P.; Morossi, C.; Ramella, M.; Franco, M. (outubro de 1983). «Superionization in the A0 V star HD 119921». Astronomy and Astrophysics. 127 (1): L3, L4. Bibcode:1983A&A...127L...3M 
  6. Eggleton, P. P.; Tokovinin, A. A. (setembro de 2008). «A catalogue of multiplicity among bright stellar systems». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 389 (2): 869-879. Bibcode:2008MNRAS.389..869E. doi:10.1111/j.1365-2966.2008.13596.x 
  7. Chiu, Weihsueh A.; Grady, C. A.; Bruhweiler, Frederick C. (junho de 1988). «C IV and SI IV in IUE spectra of normal B8-A0 stars: UV identified Be/Ae stars». In ESA, A Decade of UV Astronomy with the IUE Satellite. 1: 397-400. Bibcode:1988ESASP.281a.397C