HD 120642

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
N Centauri
Dados observacionais (J2000)
Constelação Centaurus
HD 120642
Asc. reta 13h 52m 04,9s[1]
Declinação -52° 48′ 41,5″[1]
Magnitude aparente 5,257[1]
HD 120641
Asc. reta 13h 52m 03,0s[2]
Declinação -52° 48′ 35,8″[2]
Magnitude aparente 7,48[2]
Características
Tipo espectral B8V + F0Vp[3]
Cor (B-V) -0,096[1]
Astrometria
HD 120642
Velocidade radial 27,00 km/s[1]
Mov. próprio (AR) -39,039 ± 0,311 mas/a[4]
Mov. próprio (DEC) -27,426 ± 0,336 mas/a[4]
Paralaxe 10,4791 ± 0,1632 mas[4]
Distância 311,2 ± 4,8 anos-luz
95,4 ± 1,5 pc
Magnitude absoluta 0,4
HD 120641
Mov. próprio (AR) -40,104 ± 0,099 mas/a[4]
Mov. próprio (DEC) -27,611 ± 0,094 mas/a[4]
Paralaxe 10,7399 ± 0,0481 mas[4]
Distância 303,7 ± 1,4 anos-luz
93,11 ± 0,42 pc
Magnitude absoluta 2,6
Detalhes
HD 120642
Massa 3,3[5] M
Raio 2,3[6] R
Gravidade superficial log g = 4,32 ± 0,14 cgs[5]
Luminosidade 72[7] L
Temperatura 13 032 ± 443[5] K
Rotação v sin i = 205 km/s[5]
Idade 55-154 milhões[5] de anos
HD 120641
Luminosidade 6,03[3] L
Temperatura 7762[3] K
Idade <71 milhões[3] de anos
Outras denominações
HD 120642: N Centauri,[carece de fontes?] CPD-52 6787, HR 5207, HD 120642, HIP 67703, SAO 241239.[1]
HD 120641: CD-52 5831, HD 120641, HIP 67702, SAO 241238.[2]
HD 120642
Centaurus constellation map.png

HD 120642 é uma estrela em um sistema binário[8] na constelação de Centaurus. Tem uma magnitude aparente visual de 5,26,[1] sendo visível a olho nu em locais com pouca poluição luminosa. De acordo com medições de paralaxe, está localizada a aproximadamente 310 anos-luz (95 parsecs) da Terra.[4] É um possível membro da associação Scorpius–Centaurus, a associação OB mais próxima do Sol.[9]

Esta é uma estrela de classe B da sequência principal com um tipo espectral de B8V.[1] Tem uma massa próxima de 3,3 vezes a massa solar e uma idade mais provável na faixa de 50 a 150 milhões de anos,[5] sendo estimado que já tenha passado por 18% do seu tempo de sequência principal.[7] Seu raio é equivalente a 2,3 vezes o raio solar.[6] Está irradiando de sua fotosfera 72 vezes a luminosidade solar[7] a uma temperatura efetiva de 13 032 K.[5]

Separada da primária por 18,11 segundos de arco,[8] o componente secundário do sistema, HD 120641, tem uma magnitude aparente visual de 7,48[2] e é uma estrela de classe F na pré-sequência principal com um tipo espectral de F0Vp. Tem uma temperatura efetiva de 7 760 K e está brilhando com 6 vezes a luminosidade solar. Está a uma separação projetada de 1 556 UA da estrela primária.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h «SIMBAD query result - HD 120642». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 19 de maio de 2017 
  2. a b c d e «SIMBAD query result - HD 120641». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 19 de maio de 2017 
  3. a b c d e Lindroos, K. P. (fevereiro de 1986). «A study of visual double stars with early-type primaries. V - Post-T Tauri secondaries». Astronomy and Astrophysics. 156 (1-2): 223-233. Bibcode:1986A&A...156..223L 
  4. a b c d e f g Gaia Collaboration: Brown, A. G. A.; Vallenari, A.; Prusti, T.; de Bruijne, J. H. J.; et al. (2018). «Gaia Data Release 2. Summary of the contents and survey properties». Astronomy & Astrophysics. 616: A1, 22 pp. Bibcode:2018A&A...616A...1G. arXiv:1804.09365Acessível livremente. doi:10.1051/0004-6361/201833051.  Catálogo Vizier
  5. a b c d e f g David, Trevor J.; Hillenbrand, Lynne A (março de 2015). «The Ages of Early-type Stars: Strömgren Photometric Methods Calibrated, Validated, Tested, and Applied to Hosts and Prospective Hosts of Directly Imaged Exoplanets». The Astrophysical Journal. 804 (2). 38 páginas. Bibcode:2015ApJ...804..146D. doi:10.1088/0004-637X/804/2/146 
  6. a b Pasinetti Fracassini, L. E.; Pastori, L.; Covino, S.; Pozzi, A. (fevereiro de 2001). «Catalogue of Apparent Diameters and Absolute Radii of Stars (CADARS) - Third edition - Comments and statistics». Astronomy and Astrophysics. 367: 521-524. Bibcode:2001A&A...367..521P. doi:10.1051/0004-6361:20000451 
  7. a b c Zorec, J.; Royer, F. (janeiro de 2012). «Rotational velocities of A-type stars. IV. Evolution of rotational velocities». Astronomy & Astrophysics. 537: A120, 22. Bibcode:2012A&A...537A.120Z. doi:10.1051/0004-6361/201117691 
  8. a b Eggleton, P. P.; Tokovinin, A. A. (setembro de 2008). «A catalogue of multiplicity among bright stellar systems». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 389 (2): 869-879. Bibcode:2008MNRAS.389..869E. doi:10.1111/j.1365-2966.2008.13596.x 
  9. Rizzuto, A. C.; Ireland, M. J.; Robertson, J. G. (outubro de 2011). «Multidimensional Bayesian membership analysis of the Sco OB2 moving group». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 416 (4): 3108-3117. Bibcode:2011MNRAS.416.3108R. doi:10.1111/j.1365-2966.2011.19256.x