HD 23079 b

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
HD 23079 b
Exoplaneta Lista de exoplanetas
Estrela mãe
Estrela HD 23079
Constelação Reticulum
Ascensão reta 03h 39m 43,1s[1]
Declinação -52° 54′ 57,0″[1]
Magnitude aparente 7,11[1]
Distância 108,2 ± 0,8[1] anos-luz
33,18 ± 0,25 pc
Tipo espectral F9.5 V[1]
Elementos orbitais[2]
Semieixo maior 1,596 ± 0,093 UA
Excentricidade 0,102 ± 0,031
Período orbital 730,6 ± 5,7 dias (2 anos)
Argumento do periastro 55 ± 17
Semi-amplitude 54,9 ± 1,1 m/s m/s
Características físicas[2]
Massa >2,45 ± 0,16 MJ
Descoberta[3]
Data da descoberta 2001
Descobridores Tinney et al.
Método de detecção Espectroscopia Doppler
Estado da descoberta Publicada

HD 23079 b é um planeta extrassolar que orbita a estrela HD 23079, situada a aproximadamente 111 anos-luz (33,9 parsecs) da Terra na constelação de Reticulum. Possui uma massa mínima de 2,45 vezes a massa de Júpiter. Não há dados sobre a massa real, uma vez que sua inclinação permanece desconhecida. Leva quase exatamente dois anos para orbitar sua estrela, em uma órbita pouco excêntrica a uma distância média de 1,6 UA.[2]

Este planeta foi descoberto em 2001 pela equipe de Tinney, que utilizou espectroscopia Doppler para medir as mudanças no espectro de sua estrela causadas pela gravidade do planeta.[3]

HD 23079 b está na zona habitável da sua estrela. Simulações indicam que um planeta troiano hipotético de baixa massa em ressonância 1:1 com HD 23079 b seria estável a longo prazo.[4][5] Alternativamente, um corpo como esse pode ter sido capturado por HD 23079 b, tornando-se uma lua habitável.[5]

Referências

  1. a b c d e «SIMBAD query result - LTT 1739». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 8 de janeiro de 2013 
  2. a b c Butler, R. P.; et al. (2006). «Catalog of Nearby Exoplanets». The Astrophysical Journal. 646 (1): 505–522. Bibcode:2006ApJ...646..505B. arXiv:astro-ph/0607493Acessível livremente. doi:10.1086/504701 
  3. a b Tinney, C. G.; et al. (maio de 2002). «Two Extrasolar Planets from the Anglo-Australian Planet Search». The Astrophysical Journal. 571 (1): 528–531. Bibcode:2002ApJ...571..528T. arXiv:astro-ph/0111255Acessível livremente. doi:10.1086/339916 
  4. Dvorak, R.; Pilat-Lohinger, E.; Schwarz, R.; Freistetter, F. (novembro de 2004). «Extrasolar Trojan planets close to habitable zones». Astronomy and Astrophysics. 426: p.L37-L40. Bibcode:2004A&A...426L..37D. doi:10.1051/0004-6361:200400075 
  5. a b Eberle, J.; Cuntz, M.; Quarles, B.; Musielak, Z. E. (outubro de 2011). «Case studies of habitable Trojan planets in the system of HD 23079». International Journal of Astrobiology. 10 (04): pp. 325-334. Bibcode:2011IJAsB..10..325E. doi:10.1017/S1473550411000176 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Coordenadas: Sky map 03h 39m 43.0952s, −52° 54′ 57.017″

Ícone de esboço Este artigo sobre um planeta extrassolar é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.