HD 40307 b

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
HD 40307 b
Exoplaneta Lista de exoplanetas
Estrela mãe[1]
Estrela HD 40307
Constelação Pictor
Ascensão reta 05h 54m 04,2s
Declinação -60° 01′ 24,5″
Magnitude aparente 7,147
Distância 42,4 ± 0,2 anos-luz
13,00 ± 0,06 pc
Tipo espectral K2.5V
Elementos orbitais[2]
Semieixo maior 0,0468 +0,0024
−0,0023
UA
Excentricidade 0,20 +0,14
−0,16
Período orbital 4,3123 +0,0011
−0,0012
dias
Argumento do periastro 195 +46
−57
°
Semi-amplitude 1,94 +0,31
−0,27
m/s
Características físicas[2]
Massa ≥4,0 +0,8
−0,7
M
Descoberta[3]
Data da descoberta 2008
Descobridores Mayor, M. et al
Método de detecção Método da velocidade radial
Estado da descoberta Publicada

HD 40307 b é um planeta extrassolar que orbita a estrela HD 40307, localizada na constelação de Pictor a uma distância de 42 anos-luz (13 parsecs) da Terra.[1] Foi descoberto em 2008 junto com os planetas HD 40307 c e HD 40307 d pelo método da velocidade radial, que consiste em detectar pequenas variações na velocidade radial de uma estrela causadas pela gravidade de um planeta. As medições foram feitas com uso do espectrógrafo HARPS no Observatório La Silla, Chile.[3]

HD 40307 b é uma super-Terra com uma massa mínima de 4 vezes a massa da Terra. Como sua inclinação é desconhecida, a massa verdadeira não pode ser determinada, mas provavelmente é próxima do valor mínimo.[2] Embora planetas com massa tão baixa geralmente sejam rochosos, HD 40307 b pode ser gasoso, de acordo com um estudo que analisou as propriedades dinâmicas e orbitais do sistema. Segundo esse estudo, se HD 40307 b fosse rochoso, passaria por um aquecimento de maré maior que o de Io e o sistema todo seria instável a longo prazo.[4] O planeta orbita HD 40307 a uma distância média de 0,047 UA, sendo o planeta mais interno no sistema, completando uma órbita em apenas 4,3 dias.[2]

Referências

  1. a b «SIMBAD query result - HD 40307». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 20 de dezembro de 2014 
  2. a b c d Tuomi, M.; et al. (janeiro de 2013). «Habitable-zone super-Earth candidate in a six-planet system around the K2.5V star HD 40307». Astronomy & Astrophysics. 549. pp. A48, 23 pp. Bibcode:2013A&A...549A..48T. doi:10.1051/0004-6361/201220268 
  3. a b Mayor, M.; et al. (janeiro de 2009). «The HARPS search for southern extra-solar planets. XIII. A planetary system with 3 super-Earths (4.2, 6.9, and 9.2 M)». Astronomy and Astrophysics. 493 (2). pp. pp.639–644. Bibcode:2009A&A...493..639M. doi:10.1051/0004-6361:200810451 
  4. Barnes, Rory; Jackson, Brian; Raymond, Sean N.; West, Andrew A.; Greenberg, Richard (abril de 2009). «The HD 40307 Planetary System: Super-Earths or Mini-Neptunes?». The Astrophysical Journal. 695 (5). pp. pp. 1006–1011. Bibcode:2009ApJ...695.1006B. doi:10.1088/0004-637X/695/2/1006 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um planeta extrassolar é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.