Hackathon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Hackathon (palavra-valise inglesa, formada pelos vocábulos to hack, 'fatiar', 'quebrar', 'alterar ou ter acesso a um arquivo ou rede',[1] e marathon, maratona), termo eventualmente aportuguesado para "hackaton," é uma maratona de programação na qual hackers se reúnem por horas, dias ou até semanas, a fim de explorar dados abertos, desvendar códigos e sistemas lógicos, discutir novas ideias e desenvolver projetos de software ou mesmo de hardware. Por ser um evento público (também referido como hack day, hackfest ou codefest), a maratona dá visibilidade e transparência a essas atividades, além de divulgar os novos produtos gerados.[2]

Origem[editar | editar código-fonte]

O termo parece ter sido criado em junho de 1999, nos Estados Unidos, por desenvolvedores de OpenBSD, durante um encontro de 10 desenvolvedores para criar uma nova criptografia,[3] ou, na mesma época, durante uma conferência da Sun,[4] quando os participantes foram desafiados a escrever um programa em Java.

Embora o evento tenha essa provável origem, na história é possível observar outros tipos de eventos como Maratonas de Programação que também envolviam a produção de código em um evento. Porém, a diferença entre Hackathons e as simples Maratonas de Programação é que Hackathons têm temas específicos, números de participantes, regras de apresentação dos resultados e regulamentos a respeito da utilização desses projetos, já as Maratonas de Programação são mais focadas em desenvolvimento de código sem a proposta de solução de um problema e geralmente acontecem em apenas um dia.

Startups[editar | editar código-fonte]

Hoje tem se tornado comum utilizar hackathons como competições para a solução de problemas reais de instituições, empresas, escolas e até de casais com problemas em seu relacionamento. As hackathons hoje além de reunirem os hackers de programação, tem contado com hackers sociais, hackers de negócios, hackers de designe, dentre outros tantos tipos de de hackers com diferentes skills que tem se reunido para porém solucionarem os mais diversos problemas. Essas competições tem sido executadas por ecossistemas de inovação país a fora para gerarem soluções mais econômicas e gerarem o nascimento de startups. Para ser considerado uma hackathon é necessário que o evento tenha premiação em dinheiro, que os dados fornecidos sejam reais e que seja disponibilizado um grupo de mentores que tenham conhecimento em negócios, designe, desenvolvimento (Hardware ou software) e alguém que tenha experiencia e/ou conhecimento na área do problema.

Referências

  1. The Free Dictionary: hack 1
  2. Hackathon – o que é isso?. Por Haydée Svab. Estadão, 7 de fevereiro de 2014
  3. (em inglês) «OpenBSD Hackathons». OpenBSD 
  4. (em inglês) JavaOne's Palm-sized winner. Por Mariva H. Aviram. JavaWorld, 1º de agosto de 1999.


Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.