Haia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Haia
Den Haag
The Hague Hoftoren.jpg
Bandeira oficial de Haia
Brasão oficial de Haia
Bandeira Brasão
LocatieDenHaag.png
Coordenadas 52° 05' N 04° 18' E
País  Países Baixos
Área  
  Total 82,43 km²
    Água   15,77 km²
População  
  Cidade (1 de agosto de 2010) 496.745
    Densidade   6.026/km²
Fuso horário
  Verão (DST)
UTC +1 (UTC)
UTC +2 (UTC)

A Haia,[1] ou simplesmente Haia, (em neerlandês: Den Haag, ou oficialmente, 's-Gravenhage) é a terceira maior cidade nos Países Baixos depois de Amesterdão e Roterdão, com uma população de 489 375 (2010) (população da área metropolitana: 600 mil) e com uma área aproximada de 100 quilômetros quadrados. Está localizada no oeste do país, na província da Holanda do Sul, da qual também é capital. A cidade da Haia, assim como Amesterdão, Roterdão e Utrecht, é parte do conglomerado urbano de Randstad, com uma população cerca de 7,6 milhões habitantes.

A Haia é a real sede do governo, todavia oficialmente, não é a capital dos Países Baixos, pois de acordo com a constituição a capital é Amesterdão. A Haia é a sede do Eerste Kamer (primeira câmara) e da Tweede Kamer (segunda câmara), respetivamente as câmaras alta e baixa que formam o "Staten Generaal" (literalmente os "Estados Gerais"). O rei Guilherme Alexandre dos Países Baixos vive e trabalha na Haia. Todas as embaixadas e ministérios estão localizados na cidade, assim como a Hoge Raad der Nederlanden (A Suprema Corte), o Raad van State (Conselho do Estado) e muitas organizações lobistas.

Outros lugares de interesse são a Grote Kerk, o Stadhuis e a Gevangenpoort. Quando o conde Guilherme da Holanda construiu nesta cidade seu castelo, em 1248, transformou-se no centro administrativo do condado. No fim do século XVI, a cidade emergiu como capital flamenga durante a sublevação dos Países Baixos contra a Espanha.

Na área metropolitana da cidade estão instaladas diversas indústrias, como fábricas de material eletrônico, metalúrgicas, produtos químicos e alimentos. Entre seus conjuntos urbanos mais significativos estão o Binnenhof (corte interior) e o Buitenhof (corte exterior).

Diplomacia[editar | editar código-fonte]

Haia: comemorações dos 700 anos da cidade (1948).

A Haia possui forte tradição diplomática. Em 1899 e 1907 celebraram-se ali as Conferências da Haia. A cidade é a sede da Organização das Nações e Povos Não Representados (UNPO), da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) e de numerosos outros organismos internacionais ou não-governamentais.

Arquitetura contemporânea no centro de Haia, no inverno.
Lange Vijverberg, lagoa situada na área central da Haia.

A cidade é a sede de quatro tribunais internacionais: o Tribunal de Arbitragem Permanente, o Tribunal Internacional de Justiça, o Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia, e a Corte Penal Internacional, o que levou a cidade a ser referida como "a capital jurídica do mundo".[2] Estão ainda representadas nesta cidade algumas organizações europeias como o Instituto Europeu de Patentes ou a Europol.

Haia ou a Haia[editar | editar código-fonte]

Complexo do Binnenhof, abriga vários órgãos governamentais, incluíndo os Estados Gerais dos Países Baixos.

Em português, a cidade pode não ter artigo definido (de Haia, em Haia, a Haia) quanto pode ter artigo definido feminino (da Haia, na Haia, à Haia), sendo a primeira a forma mais comum.[3] Embora fiel ao topônimo original em neerlandês, que utiliza artigo tal como em espanhol (La Haya), francês (La Haye), inglês (The Hague) ou alemão (Den Haag), o uso deste nas múltiplas variantes da língua portuguesa dá-se em menor expressão, não sendo atestado nas principais fontes académicas, governamentais ou nos nos meios de comunicação social.[4] No caso de utilização do artigo definido feminino, esta ocorre tal como nos casos de topónimos como o Porto, o Brasil, a Covilhã ou o Lobito, não fazendo parte do nome, daí ser considerado incorreto o uso de "A Haia", ou seja, com o artigo definido maiúsculado e sem ser num contexto frásico.[4]

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]

As germinações (português europeu) ou cidades-irmãs (português brasileiro) de Haia são:

Além disso, a Haia tem uma política de parcerias com vários países de origem dos seus cidadãos. Desde 2002, a Haia, coopera com o Suriname e em 2009, um contrato de cooperação foi feita com as províncias marroquinas de Nador, Al Hoceima e Taza. Existem planos de fazer contratos com a Turquia e as Antilhas.

Números[editar | editar código-fonte]

  • 6 mil nascimentos por ano
  • Mais de 100 nacionalidades
  • 40% dos habitantes são estrangeiros
  • 400 centros desportivos
  • Mais de 40 centros religiosos
  • 10 hospitais
  • 5 estações de comboios (português europeu) ou trens (português brasileiro)
  • 400 hectares de floresta
  • 11 km de costa litoral
  • 30 teatros
  • 45 museus
  • 26 salas de cinema
  • 64 hotéis
  • 70 mil árvores ao longo das ruas
  • 215.600 casas
  • 142 escolas primárias
  • 6 escolas internacionais
  • 104 embaixadas e consulados
  • 37 mil empresas
Fonte: Administração municipal da Haia

Referências

  1. http://ciberduvidas.pt/perguntas/get/270956
  2. van Krieken, Peter J.; David McKay. The Hague: Legal Capital of the World. [S.l.]: Cambridge University Press, 2005. ISBN 90-6704-185-8, especificamente, "na década de 1990, durante seu termo como Secretário-General das Nações Unidas, Boutros Boutros-Ghali começou a chamar A Haia a capital jurídica do mundo"
  3. Neves Henriques, José (1 de junho de 1997). Haia. Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. Página visitada em 18 de janeiro de 2012.
  4. a b Saraiva, Conceição (2 de outubro de 2008). Topônimos com ou sem artigo. Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. Página visitada em 18 de janeiro de 2012.
  5. Bethlehem Municipality. www.bethlehem-city.org. Página visitada em 2009-10-10.
  6. Miasta partnerskie Warszawy. um.warszawa.pl. Biuro Promocji Miasta (2005-05-04). Página visitada em 2008-08-29.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal dos Países Baixos


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Haia