Hallie Quinn Brown

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hallie Quinn Brown
Nascimento 10 de março de 1849[nota 1]
Pittsburgh, Pensilvânia,  Estados Unidos
Morte 16 de setembro de 1949 (100 anos)
Ohio,  Estados Unidos
Progenitores Mãe: Frances Jane Scroggins
Pai: Thomas Arthur Brown
Ocupação educadora, escritora e ativista

Hallie Quinn Brown (10 de março de 184916 de setembro de 1949) foi uma educadora, escritora e ativista afro-americana.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Brown nasceu em Pittsburgh, Pensilvânia, uma das seis crianças.[2] Seus pais, Thomas Arthur Brown e Frances Jane Scroggins, eram escravos libertados.[3] Ela frequentou a Universidade Wilberforce em Ohio, obtendo um diploma de Bachelor of Science. Seu irmão, Jeremiah, mais tarde se tornou um político em Ohio.[4] Brown se formou na Wilberforce em 1873 e depois ensinou nas escolas do Mississippi e Carolina do Sul.

Ela foi reitora da Universidade Allen na Columbia, Carolina do Sul, de 1885 a 1887 e diretora do Instituto Tuskegee no Alabama durante 1892-1893 sob Booker T. Washington.

Ela se tornou professora em Wilberforce em 1893 e foi professora freqüente sobre questões afro-americanas e o movimento de temperança, falando na conferência internacional da Mulher de Temperança Cristã da Mulher em Londres em 1895 e representando os Estados Unidos no Congresso Internacional das Mulheres em Londres em 1899.

Em 1893, Brown apresentou um artigo no Congresso Mundial de Mulheres Representativas em Chicago. Além de Brown, mais quatro mulheres afro-americanas apresentaram na conferência: Anna Julia Cooper, Fannie Barrier Williams, Fanny Jackson Coppin e Sarah Jane Woodson Early.[5]

Hallie Brown, dando um discurso no Colégio Poro em 1920.[6]

Brown foi um dos fundadores da Liga das mulheres de cor, de Washington, D.C., que fundiu na Associação Nacional de Mulheres de Cor em 1894. Ela foi presidente da Federação Estadual de Clubes de Mulheres de Cor de 1905 até 1912 e da Associação Nacional de Mulheres de Cor de 1920 a 1924. Ela falou na Convenção Nacional Republicana em 1924 e mais tarde dirigiu o trabalho de campanha entre mulheres afro-americanas para o presidente Calvin Coolidge. Brown foi induzida como membro honorário da Delta Sigma Theta.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Algumas fontes dão seu ano de nascimento em 1850.

Referências

  1. Kates, Susan (1997). «The Embodied Rhetoric of Hallie Quinn Brown». College English. 59 (1): 59–71. doi:10.2307/378798 
  2. Ohles, John F. (1978). Biographical Dictionary of American Educators (em inglês). [S.l.]: Greenwood Publishing Group. ISBN 9780313040122 
  3. Donawerth, Jane (2002). Rhetorical Theory by Women Before 1900: An Anthology (em inglês). [S.l.]: Rowman & Littlefield. ISBN 9780742517172 
  4. Simmons, William J., and Henry McNeal Turner. Men of Mark: Eminent, Progressive and Rising. GM Rewell & Company, 1887. p113-117
  5. Hairston, Eric Ashley (2013). The Ebony Column. Knoxville: University of Tennessee Press. p. 121. ISBN 978-1-57233-984-2.
  6. Taylor, Julius F. "The Broad Ax". Illinois Digital Newspaper Collections. Retrieved June 18, 2015.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Hallie Quinn Brown