Hannibal (série de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Hannibal (série de TV))
Ir para: navegação, pesquisa
Hannibal promotional logo.svg
DJCTQ - 18.svg
Hannibal (PT/BR)
Informação geral
Formato Série
Gênero Terror psicológico
Thriller psicológico
Drama policial
Thriller criminal
Duração 43 min. aprox.
Estado Cancelada (temporariamente)
Criador(es) Bryan Fuller
Baseado em Livros de Thomas Harris
País de origem  Estados Unidos

Inadequado para menores de 18 anos i DEJUS (Brasil)

Idioma original Inglês
Produção
Diretor(es) Vários
Produtor(es) Carol Dunn Trussell
Michael Wray
Don Mancini
Produtor(es) executivo(s) Bryan Fuller
Martha De Laurentiis
Sidonie Dumas
Christophe Riandee
Katie O'Connell
Elisa Roth
Sara Colleton
David Slade
Chris Brancato
Jesse Alexander
Michael Rymer
Steve Lightfoot
Cinematografia James Hawkinson
Karim Hussain
Distribuída por Sony Pictures Television
Elenco Mads Mikkelsen
Hugh Dancy
Caroline Dhavernas
Laurence Fishburne
Compositor da música tema Brian Reitzell
Siouxsie Sioux (música final)
Empresa(s) de produção Dino de Laurentiis Company,
Living Dead Guy Productions,
AXN Original Productions,
Gaumont International Television
Localização Toronto, Ontario, Canadá
Florença, Itália
Exibição
Emissora de televisão original NBC
Transmissão original 4 de abril de 2013 - 29 de agosto de 2015
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 39

Hannibal foi uma aclamada série de televisão americana de terror psicológico, suspense psicológico, drama policial e thriller criminal desenvolvida por Bryan Fuller para a NBC. A série baseia-se em personagens e elementos presentes nos livros Red Dragon e Hannibal de Thomas Harris, e foca na relação entre o inteligente investigador especial do FBI Will Graham e o Dr. Hannibal Lecter, um brilhante psiquiatra forense destinado a se tornar o inimigo mais astuto de Graham e, ao mesmo tempo, a única pessoa que pode compreendê-lo. A série foi recebida com muitos elogios, consagrando-se no status cult e na cultura pop.[1][2][3][4]

A série recebeu uma ordem de 13 episódios para sua primeira temporada e, ao contrário de muitos programas da rede americana, cada temporada futura também apresentaria 13 episódios.[5]

É considerada por críticos e público como uma das melhores séries do gênero, e uma das melhores da TV de todos os tempos.[6][7][8][9][10][11][12]

David Slade é o produtor executivo e diretor do piloto. A série estreou na NBC em 4 de abril de 2013. Teve seu fim anunciado no dia 22 de junho de 2015.

A série recebeu aclamação da crítica, com os desempenhos dos atores principais e o estilo visual do show sendo louvados, consolidando-se como uma série cult.[13]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Will Graham é um professor e agente especial do FBI que possui a incrível habilidade de reconstruir cenas de crimes em sua mente. Tirado da sala de aula pelo agente Jack Crawford, ele se vê encarregado de uma grande missão, que o colocará cara a cara com Dr. Hannibal Lecter, seu pior e mais novo aliado.

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

  • Hugh Dancy como Will Graham: Um talentoso professor e Agente Especial profiler de criminosos e caçador de serial killers do FBI. Ele visualiza-se cometer os assassinatos que investiga para entender os comportamentos dos assassinos; Ao longo da série, o envolvimento de Graham com as investigações tem um impacto na sua psique. A relação emocional entre Graham e Lecter é a base da série.
  • Mads Mikkelsen como Hannibal Lecter: Um brilhante psiquiatra forense e ex-cirurgião, serial-killer canibal e culinário. Lecter desenvolve um grande interesse em Graham.
  • Caroline Dhavernas como Alana Bloom: Uma professora de psiquiatria e profiler consultora do FBI.
  • Laurence Fishburne como Jack Crawford: Agente Especial Encarregado, cabeça das Ciências Comportamentais do FBI e chefe de Graham.
  • Gillian Anderson como Drª. Bedelia du Maurier: Psicoterapeuta de Hannibal.

Secundários[editar | editar código-fonte]

  • Lara Jean Chorostecki como Fredricka "Freddie" Lounds: Uma blogger de tabloide.
  • Scott Thompson como Jimmy Price: Um investigador de cena do crime especializado em digitais latentes.
  • Aaron Abrams como Brian Zeller: Um investigador de cena do crime.
  • Hettienne Park como Beverly Katz: Uma Agente Especial, que investiga cenas de crimes, especialista em análise de fibras.
  • Kacey Rohl como Abigail Hobbs: Filha do serial killer Garrett Jacob Hobbs que desenvolve um relacionamento complicado com Hannibal Lecter.
  • Michael Pitt como Mason Verger: Herdeiro da fortuna do abatedouro Verger, psicótico e estuprador.
  • Katherine Isabelle como Margot Verger: Irmã de Mason, sofre abuso do irmão e paciente de Dr. Lecter.
  • Gina Torres como Phyllis "Bella" Crawford: Esposa de Jack que está sofrendo de um câncer pulmonar terminal.
  • Ellen Greene como Srª. Komeda: Uma romancista de Boston e amiga de Hannibal.
  • Raúl Esparza como Frederick Chilton: Administrador do Baltimore State Hospital for the Criminaly Insane.
  • Jonathan Tucker como Matthew ''Matt" Brown: Enfermeiro do Baltimore State Hospital for the Criminaly Insane,psicótico e admirador do estripador de Chesapeake.
  • Eddie Izzard como Abel Gideon: Ex-cirurgião e ex-paciente de Dr. Chilton, assassino que alegava ser o famoso estripador de Chesapeake, interno em Baltimore State Hospital for the Criminaly Insane.

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A NBC começou a desenvolver uma série Hannibal em 2011 e a ex-chefe de drama Katie O'Connell trouxe seu amigo de longa data Bryan Fuller (que já havia trabalhado como um escritor-produtor em Heroes, da NBC) para escrever um roteiro para o piloto em novembro. A NBC deu a série um compromisso financeiro antes de Fuller ter completado seu script.[14] Em 14 de fevereiro de 2012, a NBC ultrapassou a fase piloto de desenvolvimento, dando à série uma primeira temporada de 13 episódios baseada unicamente na força do roteiro de Fuller.[15] A série entrou em produção rapidamente em seguida.

O diretor de 30 Days of Night David Slade, que já havia dirigido o piloto de Awake da NBC, dirigiu o piloto e serve como produtor executivo. José Andrés foi trazido para o projeto como um "consultor de culinária canibal" especial e vai aconselhar a equipe em procedimentos adequados para a preparação de carne humana para o consumo.[16]

Bryan Fuller discutiu a ordem de episódios limitada e o arco da história contínua que ele prevê para a série. "Fazer um modelo de cabo na rede de televisão nos dá a oportunidade não de perder tempo em nossa narrativa, porque temos uma grande quantidade de imóveis para cobrir". Falando especificamente sobre a personagem Hannibal Lecter, Fuller disse: "Há uma disposição animadora para nosso Hannibal. Ele não está sendo telegrafado como um vilão. Se o público não sabia quem ele era, eles não iriam vê-lo chegando. O que nós temos é o princípio de suspense de Alfred Hitchcock - mostrar ao público a bomba embaixo da mesa e deixá-los suar quando explodir". Ele passou a chamar a relação entre Graham e Lecter de "realmente uma história de amor", dizendo: "Como Hannibal disse [a Graham] em alguns dos filmes, 'Você é muito mais parecido comigo do que você imagina'. Nós vamos chegar ao fundo do que exatamente isso significa ao longo das duas primeiras temporadas". Fuller também afirmou que a série vai adaptar os livros de Harris, com Red Dragon sendo a base para a quarta temporada, e ele quer ter outras personagens famosas da série de livros (como Jame Gumb e Clarice Starling), desde que ele obtenha os direitos deles da MGM.[17]

No dia 2 de setembro de 2015, o criador da série Bryan Fuller garantiu a volta de "Hannibal" e diz que a série só acaba quando ele morrer.[18]

Elenco[editar | editar código-fonte]

O ator britânico Hugh Dancy foi o primeiro ator a ser chamado, ganhando o papel do protagonista Will Graham, quem pede ajuda a Lecter para capturar serial killers.[19] Em junho de 2012, o ator dinamarquês Mads Mikkelsen foi escalado para o papel-título.[20] Logo depois disso, o ator Laurence Fishburne foi escalado como o comandante da Unidade de Ciências Comportamentais do FBI, Jack Crawford.[21] Caroline Dhavernas e Hettienne Park também foram escaladas mais tarde como Dra. Alana Bloom, uma ex-aluna de Hannibal Lecter e a investigadora Beverly Katz, respectivamente.[22][23] Lara Jean Chorostecki, Kacey Rohl, Scott Thompson e Aaron Abrams também foram escalados em papéis recorrentes.[24] Gina Torres também tem um papel recorrente como Phyllis "Bella" Crawford, a esposa de Jack Crawford.[25] Ellen Greene, Raúl Esparza e Gillian Anderson foram mais tarde escalados em papéis recorrentes e apareceram mais tarde na temporada.[26][27][28] Outro atores conhecidos, como Molly Shannon, Eddie Izzard e Lance Henriksen também co-estrelam na série.[29][30][31] Muitos dos atores da série haviam trabalhado com o criador Bryan Fuller anteriormente, incluindo Dhavernas, que interpretou a protagonista em Wonderfalls, e Torres, Greene, Esparza e Shannon, que apareceram todos anteriormente em Pushing Daisies. Chelan Simmons reprisou seu papel como Gretchen Speck-Horowitz de Wonderfalls em um episódio de Hannibal.[32] Ellen Muth, que estrelou em Dead Like Me, de Fuller, apareceu como convidada em um episódio como uma personagem chamada Georgia, uma homenagem a sua personagem original e é uma "reinterpretação dessa personagem".[33]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

O piloto começou a ser filmado em 27 de agosto de 2012.[34] As filmagens se realizam em Toronto, Ontário, Canadá.[35]


Transmissão[editar | editar código-fonte]

Um ano antes da exibição original em 10 de abril de 2012, a ProSiebenSat.1 Media Group adquiriu os direitos de transmissão da série na Alemanha, Áustria, Suíça, Suécia, Noruega e Dinamarca no início de 2013.[36] Citytv conseguiu os direitos de transmissão no Canadá e uma estreia no meio da temporada.[37] A Sky Living começou a transmitir a série no Reino Unido e na Irlanda a partir de 7 de maio de 2013.[38] A série estreou na AXN na Índia em 5 de abril de 2013 e na AXN Ásia em 9 de abril de 2013, e na Polônia na AXN em 10 de abril de 2013. A série também é transmitida na Seven Network, da Austrália, no horário nobre das quartas-feiras a partir de meados de abril de 2013.[39] No Brasil, a série estreou a 30 de abril de 2013 e passa todas as terças-feiras, às 22 horas, na AXN.[40]

O quinto episódio da série, "Œuf", que girava em torno de crianças sequestradas que tinham sido doutrinadas para assassinar seus próprias famílias, foi retirado da programação a pedido do criador Bryan Fuller. O episódio ainda foi exibido em outros países.[41] Isso não foi resultado do atentando à Maratona de Boston como alguns relatórios indicaram, mas foi realmente decidido algumas horas antes.[42] Fuller disse que a decisão: "Com esse episódio, não era sobre a imagem gráfica ou a violência. Era sobre as associações que vieram com o assunto que eu senti que inibiria o divertimento do episódio em geral. Foi a minha própria sensibilidade... Nós queremos ser respeitosos com o clima social em que estamos agora".[43] Em vez de uma transmissão tradicional, uma parte do episódio foi dividida em uma série de webisódios, que foi disponibilizada através de vários meios de comunicação on-line.[44] O episódio completo foi mais tarde disponibilizado via iTunes em 29 de abril de 2013.[45]

Retirada da KSL-TV[editar | editar código-fonte]

A série foi transmitida pela KSL-TV de Salt Lake City, Utah, a partir de 29 de abril de 2013, após quatro episódios já terem ido ao ar. A KSL-TV é detida pela parte de radiodifusão comercial da Igreja SUD, e recusou várias séries da NBC no passado, devido ao conteúdo violento ou sexual. Hannibal foi retirada depois do crítico de televisão de The Salt Lake Tribune Scott D. Pierce ter criticado a emissora por se recusar a transmitir o sitcom da NBC The New Normal, devido ao seu humor sexual, permitindo que a violência de Hannibal fosse ao ar sem qualquer objeção; o artigo levou a espectadores queixarem-se à KSL ao longo da série.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Hannibal foi amplamente aclamada pela crítica especializada durante suas temporadas, com louvores e elogios às qualidades distintas da série, assim como aos seus protagonistas e o desenvolvimento dos personagens, com destaque para os diálogos entre Hannibal e Will, descritos como "genial", "peculiar" e "complexo", e ao relacionamento deles no decorrer da série; vem sendo listada constantemente como uma das Grandes Séries da Televisão do Século XXI e de Todos os Tempos e recebendo o status de série cult crítica e popular.[46][47][48] Na sua 1ª temporada, em base de 32 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 70% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 8.8, usada para avaliar a recepção do público.[49]

Referências

  1. Nguyen, Steve Greene,Liz Shannon Miller,Ben Travers,Hanh. «The Best Horror TV Shows of the Last 20 Years, Ranked | IndieWire». www.indiewire.com (em inglês). Consultado em 25 de outubro de 2017 
  2. «The 20 best horror TV shows to binge and feed your dark soul». gamesradar (em inglês) 
  3. «15 Scary TV Shows to Binge-Watch Over Halloween». MakeUseOf (em inglês) 
  4. «The Best Horror TV Shows of the 21st Century, So Far». Collider (em inglês). 23 de outubro de 2017 
  5. Hibberd, James (April 19, 2012). "'Hannibal' on NBC: How Bryan Fuller will reinvent Dr. Lecter – EXCLUSIVE". Entertainment Weekly. Retrieved April 21, 2012.
  6. «25 Best Horror TV Shows of All Time». Rolling Stone. Consultado em 28 de agosto de 2017 
  7. Cain, Sian (27 de agosto de 2015). «Hannibal: farewell to the best bloody show on TV». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  8. Uhlich, Keith. «Hannibal: The TV show that went too far». Consultado em 28 de agosto de 2017 
  9. «A Post-Mortem for Hannibal, the Greatest Television Show of All Time». Tor.com. 31 de agosto de 2015. Consultado em 28 de agosto de 2017 
  10. «10 Reasons Hannibal Was The Best Show On TV». WhatCulture.com (em inglês). 25 de junho de 2015 
  11. «Is Hannibal the best network TV series in years?». Den of Geek (em inglês) 
  12. Eddy, Cheryl. «Here's Why Hannibal Is the Best Crime Show on Television». Gizmodo (em inglês) 
  13. «The Savory Spectacle of "Hannibal"». The New Yorker. Consultado em 8 de agosto de 2017 
  14. Andreeva, Nellie (November 7, 2011). "NBC Buys 'Hannibal' Series From Bryan Fuller & Gaumont International Television". Deadline. Retrieved April 21, 2012.
  15. Andreeva, Nellie (November 7, 2011). "NBC Buys 'Hannibal' Series From Bryan Fuller & Gaumont International Television". Deadline. Retrieved April 21, 2012.
  16. Team TVLine (July 16, 2012). "Is Pushing Daisies Bound for Broadway?". TV Line. Retrieved July 26, 2012.
  17. Goldman, Eric (April 3, 2013). "Hannibal: How Bryan Fuller Approached the Iconic Character". IGN. Retrieved April 5, 2013.
  18. Forato, Thiago. «Criador garante volta de 'Hannibal' e diz: 'só acaba quando eu morrer'». Consultado em 4 de setembro de 2015 
  19. Ausiello, Michael (March 22, 2012). "Scoop: Hugh Dancy to Star in NBC's Hannibal". TVLine. Retrieved April 21, 2012.
  20. Ausiello, Michael (June 4, 2012). "Scoop: NBC's Hannibal Casts Danish Actor Mads Mikkelsen in Title Role". TVLine. Retrieved June 4, 2012.
  21. White, James (July 28, 2012). "Laurence Fishburne Will Be Back On TV". Empire Online. Retrieved May 20, 2013.
  22. Porter, Rick (October 2, 2012). "'Hannibal' casts 'Wonderfalls' star Caroline Dhavernas". Zap2It. Retrieved May 20, 2013.
  23. Franklin, Garth (October 23, 2012). "Hettienne Park Joins NBC's "Hannibal". Dark Horizons. Retrieved May 20, 2013.
  24. Gibson, Bobby (October 15, 2012). "Lara Jean Chorostecki Joins Hannibal as Gender Altered Reporter". Boomtron. Retrieved May 20, 2013.
  25. Fitzpatrick, Kevin (October 15, 2012). "NBC's 'Hannibal' Casts Gina Torres as Laurence Fishburne's Wife". Screen Crush. Retrieved October 15, 2012.
  26. Roots, Kimberly (October 3, 2012). "Exclusive: Pushing Daisies' Ellen Greene Joins Cast of NBC's Hannibal". TVLine. Retrieved October 4, 2012.
  27. Hibberd, James (December 12, 2012). "'Hannibal' casts 'X-Files' star Gillian Anderson – EXCLUSIVE". Entertainment Weekly. Retrieved December 13, 2012.
  28. Ausiello, Michael (November 19, 2012). "Exclusive: Another Pushing Daisies Alum Joins NBC's Hannibal in Pivotal Role". TVLine. Retrieved November 20, 2012.
  29. Ausiello, Michael; Roots, Kimberly (October 10, 2012). "Exclusive: Hannibal Gobbles Up Molly Shannon". TVLine. Retrieved May 20, 2013.
  30. DiMattina, Lindsey (November 16, 2012). "Eddie Izzard: From Grandpa Munster to 'Hannibal' Murderer". Hollywood. Retrieved May 20, 2013.
  31. Fitzpatrick, Kevin (January 16, 2013). "NBC's 'Hannibal' Casts Sci-Fi Vet Lance Henriksen". Screen Crush. Retrieved May 20, 2013.
  32. Roots, Kimberly (September 27, 2012). "Hannibal Scoop: L.A. Complex Actress Will Bring Her Wonderfalls Character to Lecter's Realm". TVLine. Retrieved May 24, 2013.
  33. Gelman, Vlada (April 4, 2013). "Bryan Fuller: Hannibal Delivers a 'Heightened Quality of Serial Killer,' With 'Operatic' Deaths". TVLine. Retrieved May 30, 2013.
  34. Team TVLine (July 16, 2012). "Is Pushing Daisies Bound for Broadway?". TVLine. Retrieved July 26, 2012.
  35. Schou, Solvej (November 20, 2012). "Mads Mikkelsen on playing 'Hannibal' in upcoming NBC series; Anna Chlumsky to guest star in one episode". Entertainment Weekly. Retrieved December 12, 2012.
  36. Andreeva, Nellie (April 10, 2012). "ProSieben Acquires Gaumont's 'Hannibal'". Deadline. Retrieved May 14, 2012.
  37. "Citytv – Hannibal". Citytv.com. Retrieved December 19, 2012.
  38. Tartaglione, Nancy (February 25, 2013). "UK's Sky Living Acquires 'Hannibal'". Deadline. Retrieved February 25, 2013.
  39. Knox, David (March 11, 2013). "Seven highlights post-Easter". TV Tonight. Retrieved April 8, 2013.
  40. Hannibal na AXN
  41. Bibel, Sara (April 19, 2013). "NBC Pulls Episode of 'Hannibal' About Children Who Murder Other Children". TV by the Numbers. Retrieved April 20, 2013.
  42. Andreeva, Nellie (April 19, 2013). "NBC's 'Hannibal' Drops Episode Featuring Children Turned Killers". Deadline. Retrieved April 20, 2013.
  43. Marechal, A. J. (April 19, 2013). "NBC Pulls 'Hannibal' Episode in Wake of Violent Tragedies (EXCLUSIVE)". Variety. Retrieved April 21, 2013.
  44. "Hannibal - Web Series : Newest - Videos - NBC.com". NBC. Retrieved April 25, 2013.
  45. "Hannibal, Season 1". iTunes. Archived from the original on April 30, 2013. Retrieved April 30, 2013.
  46. Cain, Sian (27 de agosto de 2015). «Hannibal: farewell to the best bloody show on TV». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  47. Barr, Merrill. «'Hannibal' Season 3 Review: The Bold Gets Bolder». Forbes (em inglês) 
  48. Semigran, Rachel. «'Hannibal' Is Canceled By NBC After Three Seasons As A Gory Cult Phenomenon» 
  49. «Hannibal» (em inglês). Metacritic. Consultado em 8 de setembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]